11 de abril de 2014

DNA - Capítulo 1 - Real or Not Real?



Eu estava com uma respiração ofegante. Minhas mãos estavam suadas. Minha perna doía. Toquei em meu rosto e pude ver sangue em minhas mãos. Algo tinha acontecido, só não lembrava o que era.

Levanto e procuro por alguém. Olho ao redor não encontro ninguém. Estava fraca, mal conseguia andar. Minha mente implora por água. Caio na terra húmida em minha frente. Não consigo me levantar, apenas fico deitada tentando lembrar o que eu estava fazendo ali.

A terra húmida toca nas partes onde meu corpo estava nu. Uma sensação de força percorre por todo meu corpo. Minha cabeça começa a funcionar naturalmente. Nada doí. Toco em minha cabeça e vejo que não há mais sangramento.

Quando me sinto totalmente recuperada, levanto e volto a procurar alguém. Estava de noite. Eu estava em uma floresta. Extremamente húmida. Minha caminhada parece cumprida, mas ao mesmo tempo parece rápida.  
    

Encontro uma pessoa deitada no chão. Ela estava ferida. Corro até ela. Era um rapaz. Um rapaz de cabelos negros. Seus olhos estavam fechados, estaria morto? Coloco a mão em seu peito, seus batimentos estão lentos, quase nulos. Ele morreria, ali, em meu colo.

Seus olhos abrem, percebo que seu esforço é grande. Um sorriso meio de lado aparece em seu rosto. Seus olhos eram negros. Eu o conhecia.

- Desculpa. – Ele falou com uma voz fraca e abafada.
- O que aconteceu com você? – Perguntei desesperada. Eu só não conhecia como eu o amava. Ele era o motivo de eu estar lá.

A ideia de perdê-lo começa a deixar minha visão turva. Senti um peso enorme na consciência.

- A culpa é minha. – Falou ele. Sinto sua mão em meus cabelos. – Eu me arrependo.

Sua pele é fria. Nunca senti algo tão frio. Seus olhos estavam perdendo o brilho. Seu sorriso estava desaparecendo. Sua respiração estava ficando cada vez mais devagar.

- Ei, fica comigo, não me deixe. – Grito.
- Nunca vou te deixar. Vou sempre estar com você. – Falou baixo.

Seu corpo amoleceu. Seus olhos fixaram nos meus, estavam frios, congelados. Sua respiração morreu. Ele havia se partido
          

Um grito fica preso em minha garganta. Um pingo de suor escorreu em meu rosto. Olho ao redor. Não estava mais na floresta. Estava em meu quarto. Vejo meus livros perfeitamente empilhados em minha escrivaninha. Vejo meu cachorro me olhando curioso, pude olhar atrás de seus olhos e ver que estava preocupado comigo.

Aquilo seria real? Ou era apenas um sonho muito, mas muito real?

Toco automaticamente em minha testa e corro para o espelho. Não havia nada, nenhuma cicatriz. Foi apenas um sonho.
      
Minha respiração vai voltando ao normal. A imagem do rapaz fica presa em minha mente durante o banho.Tento forçar a memoria, já não lembrava mais que cor eram seus olhos, ou que cor era seu cabelo. Apenas um sentimento de culpa fica impregnado em mim.
           
Assim que me visto corro para arrumar o café da manha para minha família. Volto a tentar lembrar o rapaz, seria um rapaz? Ou era uma menina? 

- Mana? – Falou minha irmã do meio Samantha na cozinha, vestindo sua camiseta preferida e mexendo em seu celular – Você está branca, aconteceu alguma coisa?
- Não, nada não. Apenas um pouco de dor de cabeça. – O que não deixava ser verdade, minha cabeça lateja de dor.
- De novo? – Perguntou ela sentando-se à mesa e colocando o leite em seu pote com cereal e tomando seu suco.



Todo dia de manha acordo com dor de cabeça. Já cheguei a ir a um especialista, mas nada explica isso. Decidi apenas me acostumar. Assim como me acostumei com a morte de minha mãe.

- Sim, mas já vai passar. – Forço um sorriso. – Preparada para o último dia de aula?
- Não vai ser nada de especial. Não é como o seu que é o último dia de aula mesmo.
- Daqui a pouco chega o seu último dia. – Sorri.
- Espero que chegue logo.

Samantha come em silencio. Minha irmã menor aparece animada na cozinha. Sento ao seu lado e sirvo-a com o cereal de chocolate. Meu pai logo da o ar da graça, apenas beija as nossas cabeça e corre para o trabalho.

Faz apenas três meses que meu pai voltou a trabalhar como fazia antes de mamãe morrer. Ele foi o que mais ficou de luto, em seguida Samantha, que viu a morte de minha mãe com os próprios olhos. Sabiny, a mais nova, não recorda muito da mamãe, mas ficou muito tempo a chamando.

Eu, por outro lado, não tive tempo para passar pelo luto. No dia seguinte de sua morte já tinha que cuidar de Sabiny 24h por dia. Ela tinha apenas dois anos, tinha que ter atenção. Eu me sentia cobrada duplamente. Teria que ser a filha mais velha e ainda tomar conta das coisas que mamãe costumava fazer.

Foi o que eu fiz. Minha vida virou em função a minha família. Já não sai mais tanto com meus amigos, já não me importava mais com popularidade, não tinha mais aquele sonho de toda adolescente de se apaixonar, de namorar, não tinha tempo para mim.

Só me restaram apenas dois amigos. Tamara, que era minha vizinha e minha melhor amiga há anos e Louis, meu primeiro amigo, meu melhor amigo, um irmão que nunca tive. Eles me ajudaram a cuidar de minhas irmãs no começo. Até hoje eles me ajudam.

Percebi que eu só tinha mesmo dois amigos. Foi bom, pois eles respeitavam meu espaço. Nunca fui daquelas meninas que gostava de sair. Mesmo antes da morte da mamãe. Sempre fui muito tímida, a inteligente, a excluída. Nunca me incomodei com isso, sempre me senti diferente dos outros.

Tamara era a única que ficava comigo durante o recreio. Tami era popular, mas nunca me deixou de lado, sempre foi uma ótima amiga. Louis por ser mais velho que eu, nunca estudou comigo. Fico feliz disso finalmente acabar, não gosto da escola.

Não vejo a hora de ir para faculdade. Nenhuma ainda havia me respondido, bem, nenhuma das que eu queria. Eu queria uma faculdade perto de minha casa. Não podia abandonar minha família.

- Vou indo mana. – Fala Samantha já com a mochila nas costas.
- Tudo bem. – Sorrio. – Vou levar a Sabiny para a escolinha. – Falo.
- Alias, tem alguém a sua espera lá fora. – Falou Samantha rindo e assim saiu.



Chamo Sabiny e apego no colo. Sorrio ao ver como ela já estava grande. Abro a porta e encontro ele sentado nas escadas. Seu cabelo estava rebelde. Seus olhos penetraram nos meus, sorriu.


- Olá. – Falou ele.


Olá de novo! Como meu prometido, primeiro capítulo postado! Que orgulho de dizer isso, estou até boba com isso, de verdade. Espero que gostem. É o primeiro capítulo, então ainda está naquela fase de conhecer os personagens e outras coisas, conhecendo a minha escrita. Já aviso que sou bem realista, apesar de ser uma história bem fora da realidade. 
Então... Quem é o menino que está esperando SeuNome nas escadas? Quem são suas apostas? Queria ver vocês me contando nos comentários, eu ia ficar muito feliz. Amanha, em todos os casos, vocês já vão saber quem é...
Acho que por hoje é isso... 



Cya Babys :*
- Down



33 comentários:

  1. Olá Aninha! Posso te chamar assim ?
    Meu nome é Adrielle mas pode me chamar de Dri.
    Adorei o primeiro cap. estou amando.
    Continua logo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que pode, quase morro de fofura quando me chama de aninha uihdius. Obrigada Dri

      Excluir
  2. Eu acho que é o Louis u.u hahah eu amei o primeiro capítulo *---* bjss
    Isa xx

    ResponderExcluir
  3. Acho q é o Louis '-' Ameeeeei o primeiro capitulo *----* Bjuuus
    Viviane xx

    ResponderExcluir
  4. Oi,fofa!
    Adorei o primeiro capítulo,continua logo.
    Acho que é o Louis ou o Zayn
    Malikisses

    ResponderExcluir
  5. Ei sou eu de novo aninha eu acho que é o zayn continuaaaaa amei o primeiro cap quando vc vai apostar de novo??♡♥♡♥♡♥

    ResponderExcluir
  6. q fofa vc gostei mt do 1° cap continue assim. Bem eu acho q er ou o louis ou o zayn pq tipo sla ner
    otimaaa a fic postaa logoo

    ResponderExcluir
  7. Oi!!
    Gostei do capítulo, acho que é o Louis, mas assim só acho kk
    Ah e pode me chamar de brubs muita gnt me chama assim... bjus continua fror!!
    Kisses princess

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brubs! Será que é ele? Não sei (sei sim)

      Excluir
  8. Bom,sei ki teve algo kinao foi bem,mas kem sou eu pra criticar,gostei

    ResponderExcluir
  9. Ótimo!! Adoreeeiii sua escrita, muito boa mesmo e isso estimula a historia, fica melhor. Era isso que eu queria.
    Adorei o capítulo, posta amanha linda.
    Beijos,
    Vanessa S.

    ResponderExcluir
  10. Acho q o louis,fiquei entre louis ou zayn mas o zayn ter cabelo rebelde é tipo impossível então acho q é o louis;amei sua fic posta logo o próximo cap,me chamo isabelle mas pode me chamar de belle,pequena ou lerdinha tb hahaha se quiser me avisar sabe pelo twitter vou amar hahaha meu user é @baby_lux14,bjoo xoxo'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Pequena" me chamam de pequena também, que xodo. Não uso meu twitter ):

      Excluir
  11. Entao linda, to amando e to curiosa *-* deixa o link do seu face na proxima postagem... bjs
    -Anne Darkness
    OBS: Meu face esta Anne Brum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avisar lá no face? A onde? Sou lerda.... E obrigada <3

      Excluir
  12. Estou achando que vai ser com o Zayn ou o Louis kkkkkk to curiosaaa pra saber ,mas ameei o primeiro capitulo

    ResponderExcluir
  13. Ai eu já me apaixonei pela fic *-*
    Acho que é o Louis

    ResponderExcluir
  14. N sou muito fan desse tipo de fic, mas, decidi arriscar kkkk Adorei o 1° Cap, boa sorte!
    Letícia M.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. scrr espero que você não se arrependa de se arriscar <3 obrigada amor

      Excluir
  15. Caraca, amei! Já deu pra ver q vc escreve muito bem aninha hehe
    Cm certeza é o Louis auhsuahsua
    Bjs da Leh xx

    ResponderExcluir
  16. :OOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
    GEnte do céu eu to amando muito, vc pode dizer que é só o primeiro capitulo, mas isso sim que é importante, cara ta muito bom; AMeei <3 :3
    -Iza'

    ResponderExcluir
  17. Amei amei amei... vou com a maioria, acho que é o zayn. Hihi. Adorei flor <3

    ResponderExcluir
  18. Leitora nova aqui u.u todos acham que e Louis ou Zayn bom eu tenho minhas conclusões que não e nenhum dos dois mais veremos na fic ❤️ Heheh

    ResponderExcluir
  19. Oi meu nome e thamara imagina 2 thamaras com h ou sem ta e meio.estranho ler um fanfic que tem seu nome amei essa historia

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*