23 de maio de 2014

Just Can't Let Her Go

MINI IMAGINE HOT
com Liam Payne 


 Liam Payne P.O.V.

Eu estava contando os segundos para voltar ao meu apartamento. Okay, eu adoro dar entrevistas, falar com as fãs, etc. Essa é minha vida, mas hoje seria diferente. 
Fazia exatamente um mês que eu não me encontrava com -Seu Nome. A minha "namorada". 
Seu nome, está começando a carreira agora, não precisou da minha ajuda pra isso, na realidade esse é o motivo para não assumirmos nosso relacionamento, só porque ela é orgulhosa, não um pouco, mas totalmente orgulhosa. 
Porém agora, os dois se encontram totalmente ocupados, a turnê acabou a pouco tempo. E estou contando os minutos para ir ao meu apartamento. Na realidade nosso, como ela não mora aqui na Inglaterra, pedi para que ela ficasse lá, e com um bom custo ela aceitou. 
Depois de um tempo, consegui ir embora. Os outros iriam ir direto para suas cidades natal ver sua família, eu iria fazer isso, amanhã. 
Fui direto ao apartamento, que ficava um pouco afastado para não chamar atenção,e  logo cheguei. 
Abri a porta, entrei e logo encostei a porta. 

- Seu nome? - A chamei 

Não obtive resposta, olhei no quarto, e sala, porém sem sinal dela, me deixando um tanto decepcionado. 
Liguei para seu celular, mas deu caixa postal. Tentei mais algumas vezes, porém nada. Isso com certeza acabou comigo. Estava ansiando por esse momento a um bom tempo, e quando finalmente pensei que a veria novamente... nada. 
Me deitei no sofá, e acabei adormecendo. 

{...} 

- Liam? 

Acordei vendo o rosto de - seu nome, sorri de canto, e me sentei. Passei a mão no rosto, para acordar, e a encarei mais sério. 

- Liam... finalmente você voltou - sorriu 
- é... - olhei para o relógio - estou aqui a duas horas, te esperando. Esperei um mês inteiro por você, e agora que finalmente consigo você não está.. ah que ótimo - eu disse sarcástico. 
- Liam - acariciou meu rosto - eu fui resolver uma coisa. 
- o que? Que droga, você sabia que eu chegaria hoje. Talvez eu precise sair pra esfriar a cabeça - me levantei 

Fui até o banheiro fiz minhas higienes, e ao abrir a porta pra sair. Ela estava ali, estava com os olhos marejados, aqueles olhos cheio de brilho e alegria estavam tristes. E a culpa era minha. Me sentia culpado, por mais que ela tenha me magoado, me sentia totalmente culpado, já que eu... queria ser o último cara do mundo a faze-la chorar. 
A abracei forte, e logo senti ela corresponder ao abraço. 

- Desculpa... não queria ter brigado com você, só fiquei decepcionado - eu disse entre o abraço 
- eu sei... me desculpa de novo. Na verdade, eu fui comprar um presente pra você... mas acabei pegando trânsito 

Já me sentia culpado por quase faze-la chorar, imagine agora. 
Eu gosto tanto da forma que ela sempre tenta me agradar, me surpreender. E gosto ainda mais pelo motivo que ela faz o estilo durona, não se importa com ninguém, fala o que pensa, você gostando ou não. Mas quando estamos apenas eu e ela, parece que ela vira a garota dos meus sonhos. 
Ela me encarou entre o abraço e sorriu. 

- senti sua falta - eu disse 
- eu também senti sua falta... - ela disse. - Espera - ela saiu 

Fiquei sem entender, a segui e logo ela a encontrei. 
Seu nome me entregou um pacote, logo o abri, já estava curioso. E sorri, ao ver que era uma jaqueta com um símbolo do batman. Acabei rindo, porque ela sempre me zoa com o assunto batman, mas no fundo sei que ela gosta e acha divertido. 

- Eu sei que você adorou - disse se gabando 
- haha, palhaça. - eu disse - mas eu gostei sim 
- agora... sei lá, podíamos matar a saudade - ela disse tentando parecer inocente 
- sua inocência não convence ninguém ninguém, sabia? - ri ajeitando a gola 

- mostrou a língua - só estava tentando não parecer safada, já que nosso momento é amável - ela riu 

Me aproximei dela, fazendo com que a mesma, colocasse seus braços em volta da minha nuca. Ela mordeu de leve meu lábio inferior e puxou, me fazendo sorrir.
  A beijei no começo calmamente, mas sem demoras intensifiquei o beijo, apertando sua cintura, a colocando contra mim. Ela arranhou minha nuca de leve, fazendo-me soltar um suspiro entre o beijo.
A coloquei contra parede, fazendo-a sorrir. 

 Deslizei minhas mãos pelas suas costas, até chegas em suas coxas, a impulsionei, fazendo com que ela enroscasse suas pernas em minha cintura. Fui a empurrando até o quarto, a coloquei na cama, e não hesitei, logo fiquei por cima dela, me posicionando entre suas pernas. Voltei a beijá-la de forma intensa. 
- sorriu - queria tanto você aqui - sussurrou 
- agora eu estou aqui - eu disse enquanto procurava um preservativo na minha gaveta 
- ótimo, porque eu não aguentava mais ficar sem você 

Ela continuou deitada, e tirou devagar o seu shorts, fazendo com que eu ficasse hipnotizado por ela, e esquecesse o que eu estava fazendo. Ela olhava fixamente em meus olhos, pois sabia o que estava fazendo, balancei minha cabeça, me livrando da hipnose, fazendo-a rir. Ela terminou de tirar o shorts e o jogou em qualquer canto, quando achei o preservativo, sorri pra ela, que logo correspondeu ao sorriso. Pousei minha mão sob sua barriga, e comecei a tirar sua blusa. 


Ela sorriu e mordeu o lábio inferior. Ela ficou por cima de mim, e com minha ajuda tirou a blusa, e me beijou. Ela começou a rebolar, pois sabia que isso me provocava muito, e logo a encarei incrédulo, porque ela sabia o que isso fazia comigo, simplesmente acabava comigo. Mas ela ficava olhando fixamente em meus olhos, parecendo se divertir com minha reação. Me sentei, e comecei a beijar ser pescoço e acariciar sua cintura, fazendo com que a mesma se arrepiasse, e soltasse um longo suspiro. Logo ela tirou minha camiseta, a jogando em qualquer lugar, e arranhou minhas costas. 

- você adora me provocar - eu sussurrei, fazendo com que minha voz ficasse mais grave que o normal 
- adoro - ela admitiu - mas você gosta - ela mordeu minha orelha 

Nos beijamos novamente. Mas ela partiu o beijo, e logo tirou minha calça. E voltou beijando meu abdômen, sorri e a puxei, e logo ela me beijou novamente.

Enquanto ela me beijava, abri o fecho do seu sutiã, e o tirei jogando-o em qualquer lugar. Fiquei por cima dela, e logo tirei minha c. box, coloquei o preservativo. Tirei sua calcinha, enquanto ainda a beijava. E sem avisos prévios, a penetrei, fazendo-a soltar um gemido alto. Sorri e logo fui com movimentos lentos. Mas ela arranhou minhas costas, e eu sabia que isso era para que eu fosse mais rápido. Intensifiquei os movimentos cada vez mais, fazendo com que ambos gemessem, e ela sussurrasse o meu nome algumas vezes. Chegamos a ápice, mas não estávamos cansados. Nos encaramos por pouco tempo, e eu comecei a beijar ser pescoço. 

- Liam... - ela riu 
- sorriu - tem coisa melhor que amar você? 

Ela sorriu, e me puxou para um beijo. 
Seu Nome P.O.V. 

Eu amava estar com Liam, ele me levava as alturas, com certeza, é a pessoa que eu adoraria passar por um bom tempo da minha vida. Ele arranca meus sorrisos tão facilmente. 
Logo o senti dentro de mim novamente, sussurrei seu nome, pois sei que ele adora isso. E depois de um tempo, chegamos a ápice. 
Tomamos um banho, e quando saí, coloquei uma roupa intima e sua camisa. E ele apenas uma bermuda. 
Nos jogamos na cama, já cansados. 

- você fica sexy com a minha camisa 
- eu gosto de ficar com ela .. tem seu perfume. 
- e você gosta do meu perfume? 
- é uma das poucas maneiras de matar a saudade - sorri 

Ele sorriu como resposta, e selou nossos lábios, mas agora com um beijo calmo e amoroso. 
Me virei, e ele me puxou pra si me abraçando.
 Fechei meus olhos e sorri, por finalmente estar aqui com ele. Perdida em meus pensamentos, acabei sentindo o sono chegar. 

- Boa noite - sussurrou 
- Liam... posso dizer algo, que eu nunca disse? 
- é algo bom? - perguntou beijando meu rosto 
- sorri de canto - eu espero que seja 
- fala 
- eu te amo 

Pude senti-lo sorrir, ele me virou e eu encarei seus olhos,  lhe dei um longo selinho, pude notar seus olhos brilharem e logo sorriu. 

- eu também te amo... e quero aproveitar esse nosso infinito 
- infinito em quanto dure né? - ri baixo 
- é.. e espero que nosso infinito dure bastante - concordou e beijou minha testa - boa noite -  sussurrou

Me acomodei em seus braços e fechei os olhos... sorri pela última vez, e adormeci ... 
Fim...

9 comentários:

  1. Ai meds morri um imagine com o daddy nossa perfeito continua com esse imagines maravilhosos tommordidas e malikisses pra vc

    ResponderExcluir
  2. Amei!! foi muito perfeito <3 <3 :3

    ResponderExcluir
  3. Alguns infinitos são maiores que outros :3 -Hazel Grace A culpa é das estrelas :3

    ResponderExcluir
  4. amei muito por ser principalmente com o daddy sou mrs.payne. amo ele amei muito seu imagine hot escreve muito bom seus imagines amo muito

    ResponderExcluir
  5. alguns infinitos são maiores que outros <3 ameei <3

    ResponderExcluir
  6. Amei muito! Perfeito... Mas será que alguém poderia me explicar uma coisa? Esse negócio do Liam e Batmam... Pq sou directioner iniciante e não sei de muitas coisas ainda... Obrigada desde já :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O liam é um super fã do batmam

      Excluir
  7. wendy styles malik horan payne tomlinson8 de janeiro de 2015 22:05

    ameiiiiiii ta pft vc escreve mto bem

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*