26 de maio de 2014

The Hunger Games Cap. 5 - Districts


... fechei os olhos e adormeci. 

Dia Seguinte < 

Acordei, mas automaticamente me virei tampando o rosto da forte luz. 

- seu nome - pude ouvir a voz rouca de Harry me chamar 
- só mais um pouco 
- é hoje... estamos quase na capital

Suspirei e abri os olhos, vendo a imagem de Harry me encarando. Ele estava com uma camisa e alguns botões abertos, calça e meias, provavelmente estava se arrumando. Me sentei e passei as mãos pelo rosto na tentativa de acordar, não estava calor, na realidade era até um pouco frio... mesmo a assim, a luz era insuportável... mas pelo menos ele se importou em me acordar. 

- vamos, pensava que você era a responsável da dupla 
- acho que você se enganou - me levantei

Fui até meu quarto,e  tomei um banho, pelo menos algo bom na capital, esse banho é perfeito e relaxante, me sentia num transe, como se todo meu nervosismo, saísse do meu corpo junto com a água, essa era a única sensação boa que me trazia a capital. Saí do banho, enrolei-me na toalha, procurei, e logo coloquei uma regata preta colada (mas não tanto, o suficiente pra me deixar confortável), jaqueta, calça, e coturno. Deixei meus cabelos soltos, estavam meio bagunçados mas eu de fato não me importei. Fui até a mesa do café, me olharam e eu apenas dei de ombros, me sentando... as pessoas da capital tem todos os defeitos, porém são observadores, e entendem tudo rápido... Então já notaram que eu presto atenção no que eles tanto me avisam, só aparento estar no tédio (talvez, se não houvesse a adrenalina de morrer a qualquer momento eu de fato estaria).
Todos na mesa estavam apreensivos, hoje nos apresentaríamos, mostraríamos do que somos capazes, na realidade, sei de mim, mas fiquei curiosa pra saber no que Harry é bom... então pela primeira vez aparentei prestar atenção. 

- então... - James começou - hoje, são as apresentações, vocês vão mostrar do que são capazes... Harry? 
- hum... tenho boa pontaria, e - deu de ombros - talvez eu seja meio forte 
- Harry, ser modesto funciona pra mídia não pra nós... fale com certeza no que você é bom 
- okay.. tenho ótima pontaria, sei ter delicadeza em certas coisas, mas quando preciso sei usar a força 
- ótimo... - ele disse com um sorriso - e você seu nome? - me olhou 
- suspirei - arco e flecha? 
- como sabe usar isso? - ele perguntou 
- tenho meus truques - pisquei e sorri 
- bem... estamos quase chegando, no campo de treinamento vão dar roupas adequadas pra vocês, então vão começar a treinar e depois apresentação, isso é importante pra conseguir patrocinadores... no dia seguinte, vão ter uma apresentação em público, então é importante a simpatia, sorriso estampado no rosto, como se estivessem honrados de representar seu distrito... mas... depois comento isso, o foco total agora é a apresentação de suas habilidades 
- assenti - okay... - disse pensativa - então.. temos que tentar chamar a atenção deles? 
- exato... deles, nãos dos outros tributos, eles podem sabotar vocês
- certo - disse Harry - acho que posso fazer isso 

Apenas assenti novamente, olhei para a janela, e lá estava a grande capital, esbanjando luxo e o poder sobre nós, com grandes prédios e construções cheias de brilho e glamour.

 Olhar aquilo me dava arrepios, me deixava nervosa, então pude notar que diferente de muitos não tenho medo da capital, porém... puro ódio. Mas, não gosto de julgar a ponto de falar "odeio cada um da capital", só que com toda a certeza, não é no meio daquelas pessoas que quero viver. Olhei para James e depois Meredith, que piscava com seus enormes silhos postiços, ao me notar encarando ao redor, sorriu, seus lábios tinham um contorno perfeito de seu batom rosa, e seus cabelos com cachos loiros volumosos, ela era linda, mas nunca desejaria ser igual a ela.
 
Harry veio ao meu lado, seus olhos verdes brilhavam, só que não esboçava nenhum sorriso, apenas olhava com atenção cada detalhe, nos encaramos por um momento e voltamos a nos sentar em silêncio. Me sentia ansiosa, com a adrenalina aumentando, o peso de precisar dos patrocinadores é o pior. Tomei um último gole do suco, e apenas deixei que me levassem... 
Em um piscar de olhos, já estava na capital, estava com os pés fixados nesse lugar, havia mudado de roupa, para uma confortável, que ficava fixada em meu corpo, mas me fazia sentir livre e leve.

Eu e Harry ficamos em uma sala, logo um homem e uma mulher adentraram nos olhando de cima abaixo. 

- bem... sou Frank - disse o homem com um sotaque francês carregado 
- e eu... Eve... 
- sou seu estilista - disse Frank e logo sorriu - e  ela.. vai ajudar com a maquiagem e no que eu precisar... 
- principalmente os cabelos - ela sorriu 

Depois de Meredith, era as pessoas que eu mais me sentia a vontade da capital (nunca vou considerar James da capital... ele nunca vai se encaixar). Frank, um homem alto, pele bronzeada (estranho, para alguém que tem tal sotaque francês), sorriso encantador e olhos negros. Usava um terno preto com detalhes cinzas, e sapatos estilosos... Eve, diferente das mulheres usava uma calça e uma blusa simples, salto alto preto, deixava grande destaque em seu rosto, cabelos ruivos, e uma maquiagem pesada, que deixava boa atenção em seus olhos azuis. 
Olhei para Harry, que também me olhou, e voltou os encarar. 

- bem... - sorriu - eu sou Harry, distrito 12 - sorriu e estendeu a mão - prazer em conhecê-los 
- muito educado - Frank comentou apertando sua mão 
- digo o mesmo - Eve sorriu, estendeu a mão e Harry beijou a mesma 
- suspirei - sou {seu nome completo} - dei de ombros - não sou muito educada, lamento 
- personalidade forte, muito bom também - Frank fez um novo comentário e sorriu - já estou pensando nos seus modelitos para conseguir patrocinadores amanhã 
- ah, mas foquem em hoje... boa sorte 
- que a sorte esteja sempre ao nosso favor - Harry disse e sorriu 

Depois de dicas, fomos até o campo de treinamentos... e lá estavam os tributos...

Distrito 1: Cameron White, 18 anos atraente e vaidoso, olhos extremamente azuis, cabelos loiros ... Ella White, 16 anos, vaidosa, ( como o irmão... sim incrivelmente, eles são irmãos e vieram aos jogos, boatos que no total a família são 23 irmãos, dividindo entre pai e mãe, ou só um...) cabelos loiros, e olhos não tão azuis, porem lindos. Os dois juntos sao fortes e ambos sao muito competidores, nao vai ser fácil, pode se considerar um distrito difícil de matar. 

Distrito 2: Austin Carter, 17 anos, musculoso, olhos escuros e raivosos, quieto e observador.      Lucy Hayes, 15 anos, forte, olhos negros, não sorri, na realidade não esboça muitos sentimentos, mas fala bastante... 

Distrito 3: Justin Beadles, 18 anos, acompanhado de seus óculos, tem uma inteligência rara e por isso, um dos mais perigosos. Emily Griffin, 18 anos, lindo sorriso, olhos claros, porém focada naquilo que faz, nada tira sua atenção. 

Distrito 4: Johny Parker, 16 anos, forte e um perfeito nadador, porém sem paciência. Trisha Sttile, 14 anos, ótima com pesca, sabe tudo sobre a vida marinha. 

Distrito 5: Josh Connel, 18 anos, bom com a energia, já trabalhava nisso. Sam L. Jen, 18 anos, linda, porém esperta, também ótima com energia. 

Distrito 6: como sabemos, eles são melhores não transporte, assim James Grier, 17 anos e Hanna Grier (apenas sobrenomes iguais, porém nenhum parentesco), são ótimos para transporte assim também sendo ágeis. 

Distrito 7: Dino Stonem, 16 anos, trabalhador com madeira, e muito dedicado, Samantha Black, 16 anos consciente e prestativa, sempre simpática, mas não a tire do sério. 

Distrito: 8: Logan Smith, 17 anos, atencioso, útil e simpatico, algo que com certeza chamaria atenção de patrocinadores e capital. Mille Jones, 15 anos, delicada, habilidosa, mesmo sendo jovem, ela sempre foi preparada para desafios como os Jogos Vorazes.  

Distrito 9: Josh Jackson, 18 anos, forte, humilde porem orgulhoso de suas origens. Marie Hall, 16 anos, como sempre deve a vida simples, ela aguentaria passar por desidratação , fome e outras dificuldades que os jogos podem oferecer. Esse distrito tem a intenção honrar o seu povo. 
Distrito 10: Os tributos desse distritos para serem fortes e saudáveis, isso nao 
é diferente com os tributos Paul Adams, 15 anos e Julie Harris, 17 anos.

Distrito 11: Andrew Reynolds, 18 anos, mesmo o seu distrito sendo conhecido pela agricultura, ele faz o estilo de homem forte, insensível e claro, sera um ótimo sobrevivente e cobiçado pelos patrocinadores. Margaret Collins, 13 anos, diferente do outro tributo, ela segue suas origens, tem uma sensibilidade incrível com as plantas e ela sabe se camuflar.


  Depois de nos apresentar e ter que fingir que não queremos já nos matar ali mesmo, começamos a treinar, fui para uma sala, comecei a treinar o arco e flecha,
 notei que um outro me encaravam, então propositadamente eu fazia alguns erros, para acharem que não sou importante (conseguir patrocinadores é algo importante, ou seja, eles não teriam problema nenhum em fazer algo para que eu errasse), depois de notaram que não sou importante e finalmente saírem comecei a treinar de verdade, e até que fui bem. 
Para descansar fui até Harry, ele treinava arremesso, ninguém o encarava, até ele arremessar o primeiro peso no alvo, é impossível você acertar o alvo, por isso, se acertar em um lugar próximo já é digno de orgulho. porém Harry acertou perfeitamente o alvo, quando digo perfeitamente não minto, foi exatamente, quando ele comentou da boa pontaria não mentiu, e como havia 4 pesos, para 4 alvos, cada um pouco mais longe, ele fez os outros dois, e novamente, perfeito. Todos pararam para olhar. 

- Harry - sussurrei 
- sim? 
- erre o último 
- por quê? - me encarou desconfiado 
- eu também errei no meu de propósito, lembra? Errar no treinamento para não sabotarem a gente. 

Ele apenas assentiu e o próximo, ele errou feio, fazendo alguns garotos, principalmente o alto e musculoso do distrito 2, riu baixo. Coloquei a mão no ombro de Harry e pisquei. Então ele sorriu, parecia não se importar com os risos idiotas a sua volta. 
Depois de um tempo, finalmente as apresentações, cada um fez sua especialização, uns iam bem, outros mais ou menos, mas o pior de tudo, era difícil chamar atenção dos patrocinadores. 
Finalmente a vez de Harry, antes que ele saísse segurei em sua mão, ele me olhou então sussurrei "boa sorte", ele sorriu e beijou o topo da minha cabeça sussurrando "pra você também". Então ele finalmente foi. Os patrocinadores não pareciam se importar. Até Harry descaradamente assoviar bem alto, fazendo eles o olhar, ele arremessou o primeiro peso, perfeito, o segundo melhor ainda, o terceiro, perfeitamente, e o último e mais difícil, sem tirar nem por, perfeitamente no alvo. Os patrocinadores sorriram, e soltaram alguns aplausos, Harry olhou pra camera e piscou. Então pude notar que ele tinha jeito com as cameras.

- Seu nome completo - escutei me chamarem 

Me levantei, e tentava parecer o mais segura possível, e repetia inúmeras vezes "você consegue" em minha mente. 
Peguei o arco e flecha, todos me olharam, tendo uma expectativa já que Harry foi perfeito, atirei no alvo, ( o alvo como você sabe são várias listras circulares, cada listra numerada, esse alvo ia de 10 a 100), então acertei o 40, péssimo. Assim todos tiraram a atenção de mim. Haviam mais duas chances, atirei novamente, acertei o 100, porém, ninguém me olharam agora, apontei a flecha para eles, um deles segurava uma maçã, atirei na mesma e acertei,



 todos me olharam, fiz reverência e apontei pro alvo, dando uma piscadela, logo saí da sala.
Entrei na sala onde estavam os outros tributos, e todos me olhavam como se eu tivesse cometido o melhor dos crimes. 
Harry veio até mim rindo e me abraçou, nunca tinha recebido um abraço desse, alegre, mas tive que corresponder porque gostando de nós ou não, fomos bem. 

- acho que conseguimos - ele se desprendeu do abraço e sorriu 
- também acho - suspirei - admito 
- o que? 
- fiquei com medo 
- você? - ele riu - eu fiquei com medo, pensava que ia errar todos 
- mas não errou, você é bom 
- sorriu - valeu, milagres acontecem 
- como assim? 
- você está legal comigo, correspondeu ao meu abraço, até segurou na minha mão, e uau, admitiu que ficou com medo, quem é você garota, cadê a {seu nome}? - disse fingindo desespero 
- vai se ferrar - ri - só estou tentando facilitar as coisas, mas se você está com saudades da minha ignorância 
- não, não... tudo bem, eu supero - riu 
- ah, parece que temos um casal no distrito 12 

Me virei, e lá estava o loiro vaidoso, mais conhecido como tributo do distrito 1, Cameron. Ele falava de forma sarcástica, isso me irritava. (okay, também sou uma pessoal totalmente sarcástica, mas o sarcasmo em pessoas feito Cameron... me incomoda.)

- acho que você deveria cuidar da sua vida, tributo - o encarei 
- calma aí - sorriu - não quero causar intriga com você - piscou 
- eu... - fui interrompida
- também não queremos intriga - disse Harry e estendeu a mão 
- isso é um bom tributo - apertou sua mão 
- por que eu iria querer amizade com você? - questionei - sendo que quando entrarmos em batalha, você vai esquecer dessa amizade 
- aliados, não comentaram sobre isso? - ele perguntou se recostando na parede 
- sim, comentaram - disse Harry - mas talvez alguém não tivesse prestando atenção - ele me encarou com seu "olhar de repreensão" 
- eu estava prestando atenção - rebati - só não achei importante - dei de ombros 

Saí de perto, acho mais fácil Harry tentar se aliar a ele, não vou conseguir ser simpática com ele. Comecei a andar e me sentei. Sem notar, me sentei do lado de um garoto, que me observou, sorri ao lembrar que era Justin, distrito 3. 

- estendi a mão - seu nome 
- Justin - apertou minha mão 
- distrito 12
- distrito 3, prazer em conhecê-la, acho interessante o trabalho do seu distrito 
- trabalhar loucamente em minas? 
- sem esse trabalho a capital não funciona - sorriu 
- você faz parte da inteligência certo? Legal 
- legal, parece um bom elogio - riu 
- ri baixo - é que... não sou a melhor com elogios, mas estou me esforçando 
- notei 
- é que me mandaram procurar sempre aliados, mas agora foi sem intenção, juro 
- pude notar isso 
- como? 
- pelas expressões faciais e seus movimentos, parecia estar no seu normal, e não com interesse 
- uau 
- é - sorriu 
- e a tributo do seu distrito? 
- Lucy é mais social que eu, então, achamos melhor ela procurar os aliados 
- entendo seu caso, Harry é bem mais amável que eu .. não sou muito boa em fazer amigos

- deu pra notar depois da sua apresentação, acho que deve ter chamado a atenção deles - riu 
- sorri - sim 
- não quero ser interesseiro, mas agora, tecnicamente, poderíamos ser aliados, certo? 
- assenti - uau, nem acredito que consegui fazer isso - ri 
- milagres acontecem - fizemos um "toque" e rimos. 


continua...

16 comentários:

  1. U.u Primeiraaa!
    Continuuua! Tô adorando! :)

    ResponderExcluir
  2. Ahh eu amei!!
    Bem que vc disse que ia ter coisas completamente diferentes da do livro e filme, mas mesmo assim eu amei!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/ que bom more, pois é eu disse hehuahua

      Excluir
  3. To adorando! Já viciei nessa fic, vc escreve muito bem, parabens.
    Letícia M.

    ResponderExcluir
  4. Essa fic ta d+!!!
    Posta logoo!!!
    Ta perfeita!!♡♥♡

    ResponderExcluir
  5. OMG tá tão linda amiga! Você PRECISA continuar logo rsrs e rápido ta bom? Beijosss *--------*

    ResponderExcluir
  6. Adoreii os personagens!! E vc curti skins né? *------* amei continua logo tá bjss
    Isa xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obg <33
      SIIIM! uma das minhas series preferidas <333

      Excluir
    2. *---* que demais! Eu olhei até a 5 temporada ai mudou os personagens e eu não gostei tipo não me acostumei ai parei de ver mas eu adorava ♡♡

      Excluir
  7. 😍 Você curte Magcon? Eu sou Magcult e percebi várias coisas que só pessoas que gostam de Magcon iriam colocar, A foto do Cameron, o nome do Cameron, sobrenome do Nash e do Hayes, e o sobrenome do Carter, que fofo 😌 enfim tá perfeito ❤ 👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não sou magcult, mas sou fã, pq adoro esses meninos haha <3

      Excluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*