25 de julho de 2014

Mini Imagine Louis Tomlinson (One Shot) - Paper Heart

* Um imagine triste, já digo de passagem *



Querida SeuNome,

Eu não gosto muito de escrever você sabe. Só que quando você está nas últimas, você descobre uma paixão desconhecia e até mesmo amor a coisas que você costumava odiar. O fim da linha quase pensamentos alternativos e às vezes dolorosos sabe? Ultimamente eu me perco pensando na gente sabe amor? Nem sei se mereço te chamar de amor. Não, eu sei que não mereço.

Na verdade nunca mereci nada vindo de você. Sempre fui um babaca. Todas às vezes que você chegava em nossa casa contando uma novidade do seu trabalho, de sua família ou qualquer simples novidade que te fazia sorrir e eu apenas sorrindo falso e te ignorando sua felicidade. Eu acho que nunca me perdoarei por ter feito isso com você. Nunca mesmo. No final da vida você vê coisas que não via.

Faz três meses do adeus. Faz três meses que dei adeus ao nosso casamento. Três meses que eu fico entre a vida e morte. Eu sinto tanta dor e não e causada apenas pelo meu problema de saúde, que felizmente você jamais saberá enquanto eu estiver vivo. Nem creio que depois do que eu te fiz você vai se importar. Na verdade você vai. Eu sei que vai, isso te torna ainda mais linda. Isso te torna e pessoa mais especial em minha vida, mesmo eu nem fazendo mais parte da sua vida.

De noite, fleches vem, não consigo evitar. Você ao meu lado chorando dizendo que me ama enquanto eu dizendo que te odeio. Amor, você não sabe como me doeu falar aquilo tudo. Amor, eu te amo tanto. Só espero que quando você ler isso, se você ler isso, me perdoe. Eu tive que falar mentiras para você seguir adiante. Eu nunca te mereci e quando eu descobri que eu viveria poucos meses, ficou claro que você tinha que achar outra pessoa.

Eu sei que você achou outra pessoa. Eu ainda te vejo, mesmo você não me vendo. Sei que ele é um rapaz incrível e que vocês formam um belo casal. Sei que você ainda tem cicatrizes do que eu te causei, sei porque você não sorri para ele do mesmo jeito que sorria para mim.
Nos poucos momentos que eu te tratava bem, quando a gente ficava vendo um filme, no qual você ficava encolhida ao meu lado. Eu falando juras de amor em seu ouvido e você me dando o maior presente do mundo. O seu sorriso.

Seu sorriso é capaz de iluminar o mundo, aquecer meu coração e me dar vida. Amor, eu te amo tanto. Agora, eu nem mais posso te falar isso pessoalmente. Eu fui tão babaca com você, enquanto tudo que você me dava era amor mesmo eu não retornando metade das vezes.
O fim da vida está chegando, eu sei. Meu câncer está ardendo nesse momento no meu coração, só que não chega a doer tanto quanto a falta que você me faz. Eu queria poder morrer ao seu lado. Só que eu fui egoísta, ou melhor, pensei em você. Não queria que você me visse na pior, queria poder ter dar minha última respirada feliz por saber que você está feliz. Só queria que você estivesse feliz comigo, eu sei que falhei nisso.

Eu sei que essa é só mais uma das milhares de cartas que eu te entreguei. Eu sei que você não leu nenhuma. Eu sei. Como eu disse, eu te olho de longe. Você pega a carta na mão olha de quem é e simplesmente as devolve para o correio. Eu sei que você quer ler, eu sei. Sei tudo, sei também que você apenas não as abre porque sabe que vai doer ainda mais, você sempre foi inteligente amor. Você sempre foi, ainda é. A menina mais inteligente do colégio, mais pé no chão que tem, sempre a melhor. A melhor era minha. A melhor estava com o pior. Só podíamos ser um erro mesmo, uma bomba prestes a explodir e você sabia disso. Só que era boa demais e cheia de amor para dar, que não deixo que a bomba explodisse. Já eu? Parecia fazer pouco caso de tudo. Fui tão babaca, oh Deus como fui.

Pelo menos nesse momento que eu estou morrendo você está feliz com um outro. Meus minutos finais e os seus minutos de uma nova vida estão chegando. Os meus miseráveis e os seus alegres. No final, era exatamente isso que eu queria. Você feliz e eu miserável. Talvez assim morra com menos culpa de ter sido tão babaca com você em nossa relação que começou a tanto tempo, tão forte, tão fugaz e acabou tão melancólica e dramática.  

Lembra quando eu te vi no colégio? Tão tímida, pequena e sorridente. Não tinha como não prestar atenção naquele pedaço de felicidade, não é a toa que corri atrás de você por meses até que finalmente você resolveu me dar uma chance. Começamos a sair, namorar, se formamos, nós mudamos para mesma casa, noivamos, casamos e separamos.

Nem pude te dar um filho antes de morrer. Como sonhamos com um filho. Só que eu soube que o seu novo namorado já vai ser papai. Sim, eu sei que você esta gravida. Eu vejo você alisando sua barriga esperando ela crescer, toda vez que você faz isso, você da um sorriso, um sorriso apaixonado, do mesmo jeito que você dava para mim.


Quero morrer com essa imagem. A imagem do seu sorriso. Pensando assim quem sabe ate morra com um sorriso no rosto. Afinal, seu sorriso me da vida. Acho que estou acabando por aqui, porque a dor está insuportável, nem creio que vou ter mais uma hora de vida. É, chegou o fim da linha, mas antes eu quero te dar um último eu te



Querido Louis,

“Você vem sempre aqui?”

“Isso é uma cantada?”

“Talvez”

“Então trate de achar uma melhor”

Você lembra? Nossa primeira conversa nem foi romântica e nem fofa, mas honestamente amor? Eu nem me importo. Acho que nossa vida deu um jeito de transformar esse dialogo em algo incrivelmente bonito.

Você se lembra do nosso primeiro beijo? Ao som de “Sing” do Ed Sheeran? Você bem que tentou outras vezes. Eu já estava afim de você desde o primeiro momento. Não precisava de tanto tempo para ceder os seus encantos, mas como você mesmo dizia “A menina difícil”. Só que eu te beijei naquela noite, no dia seguinte eu te liguei e você me chamou para sair. Perguntou se eu era sua e eu disse “Desde que você me olhou a primeira vez”.

Naquele momento em me entreguei de alma, alguns meses depois me entreguei em corpo. Você estava ligado comigo e eu com você. Por mais que muitas vezes você tenha sido assunte e um pouco rabugento, mas você se lembra do que dissemos quando nos casamos? Eu sei que você se lembra amor. Eu estou sempre ao seu lado. Na saúde e na doença, pena que você não me deixou cumprir minha promessa.

Agora, tudo que me resta é uma carta apenas, uma carta de todas aquelas que você me mandou e eu retornei todas, eu nem ao menos sei porque eu resolvi vir até nossa antiga casa, parece que algo me dizia que estava errado e estava. Pena que cheguei atrasada demais. Você já tinha sido consumido pela morte.

Nem pude lhe contar sobre o nosso filho. Sim, aquelas vezes que você me viu acariciando minha barriga eu estava acariciando o nosso filho. O nosso menino amor. Não é atoa que eu olhava para ele do mesmo jeito que te olhava.

Nove meses mais tarde nosso menino começou a ter os mesmos traços do pai. Olhos azuis, sorriso sempre, ele lembra tanto você Louis, tanto. O nome dele é William sabia? Eu não coloquei sei primeiro nome, pois eu não consigo escutar sem chorar. Doí tanto você ter se partido.

Acho que é por isso que estou assim. Eu não me casei amor, eu e nem estou mais com aquele rapaz que você me viu. Eu nem sei exatamente como está minha vida. Nosso filho já tem 20 anos, está morando fora do país e o que está sendo de mim sem a única coisa que me lembra de você? Horrível.

“Eu não gosto muito de escrever você sabe. Só que quando você está nas últimas, você descobre uma paixão desconhecia e até mesmo amor a coisas que você costumava odiar. O fim da linha quase pensamentos alternativos e às vezes dolorosos sabe? Ultimamente eu me perco pensando na gente sabe amor?” Eu agora te entendo, estou nas últimas e só agora estou conseguindo lhe escrever uma resposta, anos depois e eu ainda não te dei um adeus decente. Quem sabe eu também não te mereça, talvez por isso que a gente funcionava amor.

Estou escrevendo um último adeus, eu não sei se amanhã estarei aqui. Não estou bem de saúde, não tenho quem cuide de mim e nem quero. Eu apenas queria poder escutar o seu eu te amo e dizer uma ultima vez também. Deixo essa carta em cima de seu túmulo, junto com uma flor de plástico exatamente igual a que você me deu, na verdade é ela. “Eu te amo até essa flor morrer”.

Louis, eu te amo.

Sempre.

Para sempre.

Sinceramente, seu amor.





Como eu disse, ai está um imagine one shot bem pequenino, ele era enorme, mas acabei fazendo ele mais resumido, porque o inteiro me doí muito mesmo, por eu ser Louis girl e ver ele assim todo tristinho. Amanhã eu posto outro se vocês quiserem, me falem no comentário. Mais de noite posto o próximo capítulo de DNA anjinhos


Cya babys :*
- Aninha

20 comentários:

  1. Nunca chorei lendo uma fic 👍👍👍👍👍👌👌👌👌👌 ta mt perfeita !!! To chorando o oceano atlantico inteiro 💦😿😭❄️💦😱😭

    ResponderExcluir
  2. acho que............choreiiii :'(

    ResponderExcluir
  3. Se a sua intenção foi destruir feels parabens gatinha você conseguiu! Está muito perfeito, porem bem triste, mas superou! Posta sim o proximo imagine, com certeza eu vou ler

    ResponderExcluir
  4. Tem um olho no meu rio de lágrimas 😂 😂 😭 😭

    ResponderExcluir
  5. :') Acho que esse foi o mine imagine mais triste e lindo ao mesmo tempo que eu já li... Não chorei, mas meus olhos marejaram :3
    E sim, posta outro, mas tenta não me deixar triste assim viu?? :') E eu tô esperando o capítulo de DNA *--*
    Eu adoro de coração, mesmo, seu jeito de escrever, suas palavras tão complexas e ao mesmo tempo tão claras... é difícil de explicar hehe :) Mas, enfim, eu gosto de ser uma Little Smurf :3

    ResponderExcluir
  6. To me acabando de chorar aqui

    ResponderExcluir
  7. Nossa to chorando.. é perfeita e triste.... meus olhos tao vermelhos de tanto chorar....
    ASS: Jhenny

    ResponderExcluir
  8. to chorando n gosto de finais triste me comove muito mas ficou bom esse imagine

    ResponderExcluir
  9. Ain moça quin odeo di ti :v soy louis niña -qqqqqqq e chorey aquê huehue

    ResponderExcluir
  10. Ain moça quin odeo di ti :v soy louis niña -qqqqqqq e chorey aquê huehue

    ResponderExcluir
  11. Nunca chorei tanto por um imagine, mas mesmo assim ficou lindo

    ResponderExcluir
  12. N consigui lê a parte do Louis soh o começo T-T doi mt msm tbm sou louis girl. Mas eh lindo

    ResponderExcluir
  13. Oi,eu e minha amiga estamos escrevendo um livro,e eu simplesmente me apaixonei por este one shot e queria fazer o fim da história baseado nele,mas antes queria te deixar ciente disso,para não ocorrer de nossa história ser denunciada por plágio.Deixarei créditos no final,caso você concorde com isso,é claro.Por favor pense bem e responda este comentário.Obrigado.

    ResponderExcluir
  14. Morta de tanto chorar é oq me representa agora

    ResponderExcluir
  15. Que vaca, eu to chorando rios! Ficou perfeito y.y XxGigi

    ResponderExcluir
  16. To chorando aqui em casa ja ate acontefendo o diluvio aqui

    ResponderExcluir
  17. Chorei largada 😂
    Mas falando sério,parabéns VC é um (a) ótimo (a) escritor (a)
    😍😍

    ResponderExcluir
  18. Chorei largada 😂
    Mas falando sério,parabéns VC é um (a) ótimo (a) escritor (a)
    😍😍

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*