8 de novembro de 2014

FLAWLESS - 7



 LEIAM AS NOTAS FINAIS 




But I don't mind
In fact I like it
Though I'm terrified
I'm turned on but scared of you

he's a monster
Beautiful monster
Beautiful monster
But I don't mind



DIA SEGUINTE

Skyler P.O.V.

Acordei, e notei Zayn ainda estar me abraçando, e lembrei do que fizemos ontem.
Olhei pra ele, e pelo  menos dormindo, parecia uma pessoa normal, até amável,
Levei minha mão até seu rosto, e deslizei meu polegar pelo seu rosto, até seu ombro.
Logo me afastei, me levantei, e fui até o banheiro, fui até o chuveiro e liguei o registro, e deixei que a água caisse, sob meu corpo,
Depois de um longo banho, me enrolei numa toalha, fui até o closet, coloquei um shorts e um moletom.
Saí do closet, e vi Zayn se levantando, já estava com uma cueca box.
Me sentei na cama e ele me encarou.

- bom dia pra você também - ele disse
- bom dia, Malik - voltei a me deitar
- não sabia que eu deixava as garotas tão cansadas

Peguei o travesseiro do meu lado, e joguei nele, ouvi sua risada.

- idiota - eu disse
- o que foi? - perguntou
- só estou cansada
- eu disse que você ia ficar gripada, e como sempre estou certo
- não está não - me sentei - estou cansada, e não gripada
- tudo bem - ironizou

O fuzilei com o olhar e ele foi direto para o banheiro.
Desci as escadas e fui até a cozinha. Peguei um pedaço de bolo, coloquei um pouco de suco no copo e me sentei no balcão.
Não demorou muito para que Zayn aparecesse na cozinha já de terno, provavelmente iria sair.

- tem cadeira aqui, sabia?
- não enche - mostrei a lingua
- quem mostra língua pede beijo - riu
- hum... não é meu caso
- duvido bastante - se gabou e tomou um pouco de suco
- não sou nenhuma vadia iludida por você
- não disse nada
- mas sei que acha isso
- ótimo, além de complicada, é louca
- e você um chato ignorante - revidei
- tenho comunicado pra você
- lá vem... o que é?
- amanhã vai ter uma grande festa, e você é minha acompanhante - se aproximou
- ah não Zayn, odeio essas festas de empresários
- não é o tipo de festa que seu pai vai - me encarou - é o tipo de festa que eu vou
- que é...
- amanhã você descobre - piscou
- quer saber? não faço questão nenhuma de ir
- mas vai, quero estar bem acompanhado
- e eu sou sinônimo de boa companhia? não sabia disso
- sorriu - você me entendeu, quero estar acompanhado de uma garota bonita, ainda por cima filha do Diamond
- acha que minha irmã vai estar lá? - perguntei
- não sei
- espero que não - coloquei o copo na bancada
- por quê?
- vai contar pro meu pai que estava com você, minha família vai ficar brava comigo, e por aí vai
- nem estamos na metade do mês e já estou te trazendo problemas

Ficou mais próximo, e me beijou, mordeu meu lábio inferior, e voltou a me beijar.
Posso comparar o beijo dele a nicotina, aquele péssimo vicio que eu não deveria ter.

- rompi o beijo - eu já esperava por isso
- ser minha?
- que você é um problema, e não sou sua
- sério?
- com toda certeza, Zayn
- não é assim que a banda toca, Skyler
- a banda toca como eu quero
- ah, vai nessa - ironizou

O puxei pela gola e o beijei. Senti suas mãos na minha cintura, e quando as coisas iam esquentando, o empurrei e saí do balcão.

- qual é, Skyler
- eu avisei - ri
- vou te livrar dessa vez
- ah claro - ironizei
- porque estou atrasado, se perguntarem estou na empresa - arrumou a gravata
- okay

Ele iria me beijar porém eu desviei.

- insuportável - ele disse
- se sou insuportável, por que quer um beijo? você nem tem nada comigo
- me beijou - porque sim... fui - disse saindo

Acabei rindo, já desisti de ficar nervosa todo o tempo com ele. Terminei meu café da manhã, subi as escadas, e já que estava sozinha iria mexer na casa.
Comecei pelos quartos, o primeiro estava vazio, o segundo também estava vazio, e o terceiro, não.
Era um grande quarto, as paredes estavam grafitadas, e vários desenhos espalhados pelo chão, eu olhei em volta, seus grafites eram exatamente no estilo dele urbano, e os desenhos espalhados no chão eram várias caricaturas, ou desenhos aleatórios, e achei um inacabado, era metade de um rosto, o meu rosto... por um acaso estava lindo. Sorri e fiquei olhando por um bom tempo.
Também gosto de desenhar , então peguei um de seus cadernos de desenho, um lápis e fui até o jardim.
Decidi desenhar o próprio, comecei pelo gramado, depois as plantas, as flores que enfeitavam, o céu, e por último, a visão que podia ter do resto da cidade, e finalizei com detalhes.
Obviamente isso durou mais de horas, mas não me importei afinal, agora não tinha nada pra fazer.

- desenhando?

Larguei o caderno, afinal levei um susto.

- ai que susto - reclamei
- não foi a intenção


Louis, sorriu e se sentou do meu lado. Pegou o caderno e olhou para o desenho.

- pelo menos nisso você e o Zayn são compatíveis - riu
- talvez - sorri - achei o quarto de desenhos dele
- notei, e ficou bem bonito
- obrigada, Louis... você entra aqui do nada?
- as vezes, mas eu já tinha falado que ia passar aqui... meu está aqui, tinha emprestado pro Zayn à um tempo.
- ah, entendi
- você fica nesse tédio?
- pois é - dei de ombros
- hum... não gosta de praticar nenhum esporte?
- ah, gosto de futebol, basquete...
- me cortou - futebol - se levantou - vamos
- aonde?
- na quadra, jogar
- sério que você é o mais velho do grupo? - brinquei
- vamos logo - riu

Ele me puxou para me ajudar a levantar e fomos até a quadra (quando eu tinha dito que a casa é enorme, não tinha exagerado).
Ao chegar, Louis pegou uma bola de futebol.

- então... aquele é o meu gol - apontou - e outro é o seu... tente marcar um gol, apesar que eu acho que vai ser impossível
- veremos, Tomlinson

Louis chutou a bola, o driblei e corri até o gol, porém ele me barrou, tentando pegar a bola, o driblei de novo, e chutei para o gol.

- GOOOL! - gritei
- aonde você aprendeu a fazer isso?
- ter pai brasileiros é pra poucos - me gabei
- agora não deixo mais

O tempo foi passando, e continuamos jogando, até que estava bem divertido.
O sol já estava se pondo e eu cansada, me deitei no chão mesmo.

- nossa, cansou? - riu
- cansei, fazer gol em você cansa - brinquei
- acho que o Zayn chegou e não gostou muito do jogo

Me sentei e olhei para a janela, Zayn se aproximava.

- e aí? pensava que só viria pegar seu carro
- oi cara, mas ela estava no tédio, decidi fazer caridade - riu e me encarou
- vai se ferrar, idiota - ri

Louis esticou a mão e me ajudou a levantar.

- que cara é essa, Malik? - Louis riu - quer um abraço?
- não, os dois estão suados
- ah ele quer um abraço sim, Louis

Corremos até ele e o abraçamos.

- ah seus nojentos! isso que dá deixar duas crianças juntas - Zayn reclamou

Rimos e depois de muito ele reclamar, o soltamos.

- vou tomar banho
- bem, acho que já vou - Louis disse
- okay - o encarei - valeu por me tirar do tédio - sorri 
- por nada - piscou 

Ia mexer no Zayn mas ele bateu na minha mão, e eu acabei rindo de novo, entrei em casa e fui direto para o banheiro.
Tirei minhas roupas, e dessa vez, usei a banheira. Me deitei na mesma, liguei a água, quando estava cheia, desliguei a mesma. Até que chega ser relaxante ficar na água morna, cheia de espuma.
Porém para estragar a calma, a porta foi aberta, ótimo, esqueci ela aberta.

- privacidade eu não vou ter nunca né? 
- casa é minha - ironizou 
- e o corpo é meu, Malik - o encarei 
- infelizmente, poderia ser de uma garota menos complicada 
- sai daqui - e joguei espuma nele 
- você adora me sujar viu, sorte que não sou apegado a esse terno - disse afrouxando a gravata 
- ser apegado a roupa é uma coisa muito idiota, Zayn 
- prefiro me apegar a roupas do que pessoas 
- que poético - ironizei 
- será que minha querida Skyler deixaria alguém legal feito eu entrar na banheira 
- não estou vendo nada seu aqui - ri
- chata - revirou os olhos 
- estou de bom humor, então fique a vontade se quiser 

Zayn logo, tirou aquele terno que parecia estar o sufocando, a meia, e por ultimo sua cueca box, e se deitou de frente pra mim na banheira.

- estou acabado - disse recostando a cabeça na banheira 
- sério? O que fez hoje? 
- quer mesmo saber? - riu e me encarou 
- quero, fala 
- eu assinei papéis, fechei contrato com uma nova empresa, e assinei mais papéis 
- que vida divertida a sua - ironizei 
- e você? Parece que roubou meu amigo 
- ele apareceu por aqui, é bem divertido 
- é uma criança isso sim - riu 
- mas eu gosto dele, bom humor é ótimo 
- indireta bem direta - resmungou 
- sorri 
- eu daria encima de você, mas estou cansado demais até pra isso 
- ri - vem aqui 
- agora você vai dar encima de mim? - ergueu uma sobrancelha 
- não, idiota... Vou te fazer uma massagem 
- sério? não vai me enforcar? 
- ri - não, vem logo, antes que eu desista

Ele virou de costas pra mim, toquei seu ombro e comecei a massagem.
Zayn fechou os olhos e abaixou a cabeça.

- até que sua massagem não é nada mal 
- é ótima, admita
-riu - muito delicada pra uma garota como você 
- apertei com força 
- au! Brincadeira - riu 
- muito engraçado - ironizei 
- até que você está mais simpática 
- eu sou até que simpática, mas você não merece minha simpática 
- e por que está sendo melhor? 
- porque por mais que você não mereça, lá no fundo, acho que você ainda deve valer alguma coisa 
- riu - uau, alguém ainda acredita nisso 
- se eu não acreditasse já teria te enforcado 
- faz sentido
- você poderia pelo menos tentar mostrar que vale alguma coisa 
- não...
- por quê? 
- vai dar alguma coisa errada, como antes
- o que aconteceu antes? Além do seu tio 

Zayn se virou e segurou minhas mãos.

- por que quer saber tanto? -soltou minhas mãos 
- você é um mistério, e eu quero descobrir
- não vai ser tão fácil 
- não confia em mim? 
- não confio em ninguém 
-duvido, você parece confiar nos meninos 
- não se deve confiar em ninguém 100%
- sei...
- revirou os olhos - não me lembro de conhecer alguém tão curiosa feito você 
- sorri

 Zayn se aproximou e olhou fixamente nos meus olhos.

- morre aqui, okay? 
- assenti - tudo bem 
- quando tinha 14 anos minha mãe morreu, meu pai entrou em depressão, e eu também fiquei abatido por isso, a empresa estava falindo, e meu pai tentou se suicidar, mas ele queria que eu tivesse um futuro 
- então te mandou pro seu tio?
- sim - assentiu - então foi outro inferno, depois quando completei 18 anos, eu estava quase louco, porque eu era mais... Sensível, então fiquei completamente abalado, mas meu pai se reergueu, porém estava doente, então, no meio dessa loucura que eu estava, me tranquei no quarto com todos os livros de economia, e empresas que você pode imaginar, então montei um projeto e reergui a empresa, mas pra isso, tive que deixar todos os meus sentimentos de lado, e - suspirou - ter uma nova vida
- Uou 

Então talvez eu esteja bem enganada sobre o Zayn, okay, completamente enganada.

- imaginava que eu era o maior filhinho do papai não é? - riu 
- sim, dessa eu estava enganada
- sorriu de canto - acontece nas melhores famílias
- por que não visita seu pai? 
- ele esta preso em casa, a depressão voltou, não quero vê-lo daquele jeito 
- posso ir? 
- oi? Enlouqueceu? 
- eu vou 

Peguei uma toalha e me enrolei.

- você é louca? Ele vai falar sobre minha mãe, e dizer que ninguém é melhor que ela, então vão dar remédio pra ele dormir e pronto 
- Zayn você fica na zona de conforto de ser um cara frio, seu pai não é igual você, vamos 
- não mesmo - cruzou os braços 
- você me prendeu na sua casa, fez minha família e eu mesma te odiar, e eu te fiz massagem, quebra essa, vai 
- revirou os olhos - não é esse seu estilo de "quero ajudar todo mundo" que vai melhora-lo 
- vou tentar? Já pensou em fazer isso? 
- Eu já tentei de tudo! - praticamente gritou 

Zayn puxou uma toalha e enrolou na cintura.

- psicólogos, médicos...
- já tentou você fazer alguma coisa? 
- Skyler, não, isso não é a droga de um filme que tudo vai melhorar com amor e carinho! Amor não existe! 

Fiquei em silêncio, enquanto Zayn empurrou uma vasilha no chão, com toda a raiva que ele tinha.
Me aproximei dele, e toquei seu ombro, ele se virou e me encarou.

- não deveria ter falado nada 
- mas disse, eu quero te ajudar Zayn
- por quê? Você me odeia, e já disse isso 
- você pode ser melhor que isso - suspirei - só não quer tentar, não estou tentando tornar isso um clichê de filme, mas... Seu pai pode querer apenas o filho dele de volta
- eu estou aqui 
- tem certeza? 
- maldita hora que obriguei uma pirralha insuportável entrar na minha casa
- tarde demais
- eu não vou, é sério 
- vamos, por favor, não fica bravo, relaxa, como você levar as coisas a sério 
- meu pai é assunto sério 
- porque você quer, Malik
- riu baixo - você tem problemas 

Fui até ele, fiquei na ponta dos pés e o abracei.
- o que é isso? 
- é carinho, viu? existe - ri 

Pra minha enorme surpresa, Zayn correspondeu ao abraço. 

- nem dói - brinquei 
- agora, depois pode doer
- ri - não vai, a não ser que eu te arranhe - o soltei 
- riu - estudei economia, não "como ser carinhoso" 
- revirei os olhos - idiota, vamos amanhã ver seu pai, e você sabe que não aceito um não 
- okay, posso te considerar uma amiga, porque confio em você, apesar de ser quase obrigado a isso - saiu do banheiro 

Acabei sorrindo, e depois sai do banheiro. 
Coloquei uma roupa, e ao sair do closet, encontrei Zayn já vestido.

- amanhã vamos na festa, no dia seguinte, meu pai, fechado? 
- fechado - dei de ombros - essa festa... Tem certeza que é uma boa idéia? 


- tenho - piscou - qualquer lugar comigo é uma boa ideia
- revirei os olhos - convencido, até demais 

continua... 

SPOILER DO PRÓXIMO CAPITULO
- Zayn! - eu gritei - para com isso 
Eu estava tentando apartar a briga, porém parecia impossível. 
Zayn deu um novo soco no cara, que por um acaso estava tão bêbado quanto o próprio, então acabou caindo. 
- Skyler - me encarou - eu... 
- você tinha razão, Malik - suspirei - você não deve ter mais nenhuma salvação
Pra minha surpresa, Zayn ficou em silêncio e desviou o olhar. 
- já que sou obrigada a voltar com você... te espero no carro 
Saí caminhando, mas ele pegou em meu braço e eu voltei a encará-lo. 
- eu fiz isso pra te proteger, e eu estava certo quando disse que depois o carinho iria me machucar, e eu não estou falando de nenhum soco que aquele idiota me deu - me soltou



CONTINUO COM 20 COMENTÁRIOS 

--------------------------------------------------------------------------------------------

OI OI!!
Demorei? foi mal amores <3 espero que tenham gostado desse capitulo "amorzinho" (mas daqui a pouco acabo com isso, or nah kkk, zoas)
Gente, estou em pleno 4º bimestre, perto do SARESP (uma prova que se eu for mal pode me reter) e estou fazendo várias provas em escolas diferentes tentando um bolsa de estudos que é provavel que eu não consiga, mas okay. 
ENTÃO por favor me entendam se eu demorar um pouco mais que eu devo, vou falar a real, ainda não tenho pronto nem o próximo capitulo de FLAWLESS ou THG, mas vou escrever, quando estiver mais de boa escrevo um monte pra voces, na realidade eu iria fazer um capitulo maior, porém como esperado, SEM TEMPO, me entendam amores, e beijo - mi

28 comentários:

  1. Michele não precisa ter pressa , a gente espera (eu pelo menos kkk) boa prova que você consiga pensamentos positivos vou esta torcendo por Vc aqui bjs

    ResponderExcluir
  2. Que capítulo perfeito ❤ continua

    ResponderExcluir
  3. Capítulo Lindaaao *-* continua!
    E você vai conseguir uma bolsa, se concentre e deixe nas mãos de Deus!
    Beijos
    ❤❤

    ResponderExcluir
  4. oque aconteceu com a sky?quem é essa menina carinhosa?
    pensa positivo vc vai conseguir a bolsa e vai bem no saresp, força pra vc
    n precisa ter pressa eu vou esperar pelo menos é até mais legal tipo vc fica pensando mil coisas :D
    BOA SORTE !!!
    BJS

    ResponderExcluir
  5. Michele ta perfeito e não precisa ter pressa ah
    Boa sorte nas provas

    ResponderExcluir
  6. perfect continuaaa pliss

    ResponderExcluir
  7. Que perfect Mi!! Adorei o spoiler no final!! Continua pelo amor!!! Entendo a sua demora, mais essa fic tá lacrosa!!! Ñ consigo mais viver sem ela!! Então dá pra m geitinho de postar logo plese!!♥♥
    XxIza.

    ResponderExcluir
  8. Nossa que perfeito, Continuaaaa

    ResponderExcluir
  9. caraca eu adorei continua to louca pro próximo capitulo ahhhh xx maria

    ResponderExcluir
  10. Capitulo super perfect gata, nao precisa ter tanta pressa, ta ficando tudo perfeito , boas provas

    ResponderExcluir
  11. Continua pfffff anciosa aki... Mds ele xono

    ResponderExcluir
  12. Continuaa quando puderes

    ResponderExcluir
  13. Contiinua ta mto prft q pena q vai demorar :( maa n tenha pressa vc vai passar na saresp se Deus quiser haha ta otimo *---* Ashiley xx

    ResponderExcluir
  14. Spoiler caraii vai ter porrada😍😱 .
    Amei ,amo futebol tbm💓.
    Ta lindo.

    ResponderExcluir
  15. Arrasoooou, bora p próximo ����

    ResponderExcluir
  16. Ele se apaixonou né? OMG, continua please

    ResponderExcluir
  17. Ta perfeitooo, cara vc escreve super bem e essa fic meu deus ela er otimaaa. Espero q voce consiga postar logo...

    ResponderExcluir
  18. Tá perfeitooo!!
    Nem precisa ter pressa, eu tenho certeza que todas que estão lendo vai entender o caso de você demorar!!
    E você vai conseguir a sua bolsa,e vai passar no SARESP...
    -Patryne Jhenyffer

    ResponderExcluir
  19. Que perfeitooooooo *-*
    Boa sorte, você vai conseguir.

    ResponderExcluir
  20. Me tornei uma leitora desse imagine tão aaarg mds n sei nem expressar parece a história perfeita feita pelos caminhos errados e isso é tão divertido eu amo mt esse imagine me fez chorar hahaha é tão lindo como é inocente e maldoso,fofo e ousado histórias assim são as melhores e boa sorte com sua bolsa de estudos hein haha malikisses liamda

    ResponderExcluir
  21. wendy styles malik horan payne tomlinson2 de janeiro de 2015 12:12

    pft amei

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*