29 de janeiro de 2015

♠ Rocket Love- Capítulo 20: Nada seria igual ♠

~ Narradora ON~ 



As férias foram sem dúvidas surpreendentes para alguns alunos de Wolverhampton, nada havia sido como o planejado e talvez isso tenha feito com que fosse inesquecível.

Mallu viveu os dias mais loucos de sua vida, depois que Louis se juntou à dupla, os três aproveitaram juntos. Ficaram na casa de Harry, saíram todas as noites. A menina ligou para sua família um dia após ter saído de casa, levou a maior bronca de sua vida mas apenas disse que estava bem e desligou. Não ligou mais durante uma semana inteira.

Não conseguira ficar sozinha com um ou outro por muito tempo, sempre estavam os três, os três no cinema, os três escalando no fim de semana, os três acampando no quintal de Styles, os três curtindo suas férias sempre juntos. Como amigos. Apesar que por parte deles isso já não era a mais tão verdade. Os olhares dos garotos para Malu não deixavam sair de sua lembrança que sim, não era ilusão, nem mais um de seus pensamentos que a perturbavam, ela havia se envolvido romanticamente com ambos amigos.

Um dia após fazer uma maratona de filmes de terror na sala, os seus amigos adormeceram e ela os observou por muito tempo. Pensando em como seria sua vida se nunca tivesse os encontrado. Provavelmente uma grande porcaria. Apesar dos pesares foi no internato que pode os conhecer e viver diariamente com eles. O único lugar que permitiria isso. Então apenas foi até o telefone da residência e ligou para seus pais. Comemorou internamente quando seu pai atendeu, ele era exigente também mas nem se comparava ao modo que sua mãe a cobrava. Rapidamente disse firme:´´ Vou voltar para Wolverhampton depois das férias.´´

Seu pai obviamente estranhou já que a garota havia anteriormente lutado contra voltar. Porém a entendeu, e como sabia que seu lar sempre estaria em pé de guerra até que ela voltasse para o internato, concordou prontamente. Até mesmo disse que arrumaria as malas da filha e enviaria para Wolver e que conversaria com a diretora. Por mais que para ele e sua mulher May Lucianne fosse um caso extremo de rebeldia, suas notas no internato diziam o contrário. Ela sempre manteve suas médias e isso talvez a ajudasse a retomar sem tantos problemas.

Após a ligação, May voltou para a sala, olhando para aquelas duas faces que amava tanto, desejou os ter daquele jeito para sempre, somente os dois e ela, sem mais ninguém entre eles, isso não seria possível em Wolver, ela sabia. Mas era lá o lugar deles. Não se esquecera em parte alguma do que viveu lá, porém estava disposta a voltar, se isso fizesse com que ela estivesse perto de quem mais ama.

Outra coisa veio em sua mente, era oficial, ela estava entrelaçada a Louis e a Harry. Havia beijado e os enfiado em uma trama de sentimentos amorosos. Eles nunca iriam perdoa-la por ficar com os dois ao mesmo tempo. Porém já mentira outras vezes. E se fosse para ficar com os dois ela o faria. Mentiria. Não estava disposta a abdicar da companhia de um ou de outro. Eram os dois. Não  dava para escolher. E assim seria até que não fosse mais.



~ LIAM PAYNE ON~ 

spoiler, Liam está deixando de ser um garotinho indefeso


Não era fácil esquecer das agressões, dos xingamentos. Não era fácil lembrar daquelas palavras ´´Assassinato culposo´´. Não era fácil pensar no sofrimento. Não era fácil fazer isso e mesmo assim beijar aquela boca. O que não era realmente fácil era suportar o temor por mim mesmo por gostar daqueles beijos, por ficar sedento por mais. Estava beijando a fonte do veneno da minha vida. E queria mais? Só podia estar louco.

Louco por vingança.

Não consigo entender o porquê dela parecer outra pessoa quando estamos sozinhos aqui dentro desse internato. Os dias ao seu lado eram como se nós não fossemos realmente a caça e a caçadora. Fazíamos coisas comuns, assistimos filmes, lemos em voz alta, na verdade eu fazia isso até que ela dormisse.

Na verdade, não entendi muito bem quando ela disse que não dormia de noite. Quem não dorme de noite? Então passei a lhe fazer companhia e li para que ela dormisse. Como se fazem com crianças. Eu a via como uma criança as vezes, o que parece não fazer sentido se fosse pensar nos seus olhos selvagens e nas crueldades que ela fez.

Porque eram sim crueldade, por mais que quando nas poucas vezes que falamos disso, ela apenas disse, era o que precisava fazer por dinheiro ou era só brincadeira. Não, não era. Quando ela machucava as pessoas parecia ter uma satisfação interna e particular em fazer aquilo. Como se provocar a dor fosse o que gostasse. Bem, o que ela não sabe é que eu a farei sofrer do mesmo jeito que ela fez com tanta gente.

Tenho conversado pouco com Katherinne, e quando falamos é somente sobre os planos de vingança, sei que eles a fizeram sofrer tanto quanto a mim, não na mesma quantidade, mas Kath é mais frágil que eu e guardou isso em seu peito e isso a fere sempre que lembra.

- Oi Liam - vejo Angel acenando para mim enquanto ela sobe até a superfície da piscina.

E a ensinei a nada, foi difícil mas consegui. Certa vez que ela boiava pensei em afoga-la... Porém não queria ter a mesma acusação que ela em minha ficha. Por mais que ela merecesse isso.

Ela sai da piscina, está com um maiô, fica bonito nela. Seus cabelos molhados pendem para a lateral de seu rosto e vão até metade sua barriga. O corpo dela é bem atlético, deve ser de tanto correr atrás de mim para me bater.

Só senta ao meu lado. Não nos beijamos a cada minuto. Ainda é difícil para mim fazer isso e digamos que ela não é a pessoa mais afetiva e grudenta do mundo. Então graças ao bom lord na maior parte do tempo apenas conversamos e vou ganhando sua confiança e entrando na vida dela a cada momento.

- As férias acabam daqui a três dias. - ela diz parecendo ter algo a mais em sua voz. Ela me olha como se me perguntasse algo.

- Está animada para voltar? - eu falo aleatoriamente.

- Não mesmo. - ela balança a cabeça - Aulas chatas, pessoas chatas, se eu pudesse...

- Se você pudesse... - eu a encorajo e por algum motivo estranho, me sinto nervoso, realmente nervoso com o que ela vai falar porque de certa maneira já sei o que é.

- Queria que fosse desse jeito pra sempre. - ela fala baixo, bem baixo. E apesar de depois pensando bem achar que aquilo seria um inferno. Na hora eu apenas concordo e a abraço de lado, sem palavras para dizer.

Podiam não ser os piores dias da minha vida mas me sentia mal na maior parte do tempo por estar vivendo uma mentira. Então acho que não fui eu que passou esses dias ao lado de Angel, foi outra pessoa, coberta de desejos por vingança que apenas encenou. Quando eu era fofo e tirava flores para lher dar, não era eu. Quando eu a olhava de um jeito admirado, não era eu. Quando eu beijava sua boca, não era eu. Quando eu me declarava, definitivamente não era eu.

As férias acabaram, não falei sobre isso com Angel. Eu prometi que iria ficar com ela. Aparentemente ela acreditara e estava feliz com isso.
Queria aumentar seu nível de felicidade ao máximo que podia, assim quando a verdade viesse a tona, que tudo que disse era mentira, e ela estivesse tão envolvida que se sentiria perdida, eu a destruiria. De verdade. O seu nível de felicidade se converteria em tristeza ao cubo.

Tudo estava em linha reta, cada detalhe do plano. Porém um dia recebeu uma ligação que mudaria o rumo de tudo.

´´ Sim, sou Liam, quem deseja?´´

´´Detetive Jonhson falando´´.

Nada seria igual.

No dia que os alunos chegaram, meus olhos estavam atentos, estava ansioso, esperava por ela. Assim que a vi, seus cabelos claros, seus olhos doces e inocentes, quase não me aguentei dentro de mim. Lá estava minha Katherinne, a garota que eu tinha que amar, a garota que amava e que eu deveria proteger.

Corri até ela e a abracei.

- Liam, pare, e se a Angel ver? Tudo vai acabar e não é assim que queremos - ela falou logo se livrando do meu abraço e olhando para os lados.

- Me desculpe, eu só estava com saudades. Muita. - eu falei quase a repreendendo.

- Eu sei meu amor, também estava, resumo minhas férias a pensar em você - ela disse e eu senti meu peito se encher de amor.

- Vamos para um lugar reservado então? - eu pedi, quase implorei. Precisava tê-la em meus braços. Ela concordou com a cabeça.

Então logo estávamos no seu quarto, onde ninguém nos veria. Então pude beijá-la. Comecei devagar sentindo cada parte de seus lábios e logo aprofundei. Me senti estranho. Não parecia certo. E então aquele rosto apareceu em minha mente, logo depois aquelas lábios avermelhados e carnudos sendo mordidos, uma mania tentadora. Eram os lábios de Angel.Isso não podia estar acontecendo. Parei o beijo.

- Que foi? - Katherinne perguntou desapontada, me senti um idiota.

- Nada, me conte de suas férias. - falei mudando de assunto.

E então conversamos um pouco e logo a deixei sozinha para que tomasse banho e descansasse, afinal as aulas começavam na manhã seguinte.
Segui para meu dormitório.

Entrei no meu quarto, me sentindo vazio de alguma forma mas aquilo acabou quando a vi em meu quarto, me assustei mas logo passou quando vi seu sorriso. Ela rira de meu susto. Sempre sádica. Estava deitava em minha cama.

- Desculpe... - aqueles lábios se mexeram- Não queria assustá-lo - o modo como os lábios se movimentavam, como ela falava... Eram como imensas chamadas e chamavam, clamavam por meu nome.

Eu fui, atendi a chamada, me joguei em cima dela sem esperar que mais nenhuma palavra saísse daquela boca tentadora. Beijei-a como se minha vida dependesse daquele simples beijo.




Nossas línguas bailavam um som suave e cheio de paixão, era lento, entorpecente, não queria parar, queria que todo o oxigênio do mundo participassem daquele momento para não ter que parar.

Porém o ar faltou, obviamente. E então respirei e a beijei novamente com a mesma ou até mesmo maior intensidade. Meu corpo sentia e se movimentava e eu já não tinha mais consciência de nada. Passei a mão nos seus quadris e logo depois a apalpei, ela tremeu sob mim. Comecei a distribuir beijos e mordidas por seu pescoço e seus gemidos baixos já haviam despertado minhas partes mais baixas. Logo depois passei a mão em seus seios mas algo aconteceu. Ela me empurrou tão rápido que me assustei.

- Vai com calma. - ela falou brava e eu me arrepiei. Fazia tempo que ela não falava assim comigo. Então ela olhou para minha calça, mais precisamente para meu membro super acordado embaixo dela. Era visível que queria mais. - Olha Liam, acho melhor eu ir.

- O que foi Angel? Vai me deixar assim? - eu falei irritado, eu estava excitado demais- Vai dizer que é virgem? Você só anda rodeada de garotos. Por favor...

Okay, foi uma estupidez dizer aquilo e qualquer garota me xingaria e me bateria com tapas sei lá. Mas o modo como Angel me olhou, era quase o mesmo olhar de quando falei do assassinato, ela parecia quebrada por dentro. Era como se eu tivesse falado a pior coisa para ela. Seus olhos ficaram vermelhos, de raiva talvez e lágrimas, muitas lágrimas, que não desciam, apenas se acumulavam ali. Ficamos uns três minutos em um silêncio tenso.

Ela se levantou para ir embora mas eu a segurei pelo braço.

- Me desculpa Angel, por favor, eu não quis dizer isso. - falei com peso nos meus ombros - Não vá embora por favor. - eu implorei. Mas ela não disse nada, se livrou do meu toque e foi embora.

Tinha estragado tudo. E não foi porque Angel me viu com Katherinne ou algo assim. E sim porque não consegui controlar meus desejos? Não consegui me manter consciente, não consegui resistir? O que eu estava fazendo? Decidi não pensar mais nisso. Tomei um banho e fui dormir, amanhã começavam as aulas e precisava estar bem disposto.



~ Narradora ON~




Angel saiu do quarto de Liam e fora direto para seu dormitório, se sentia uma idiota por estar chorando por aquela besteira. Mas é que as palavras de Payne a levaram para um lugar sombrio que ela odiava voltar. Sabia que ele não falara por mal porém aquilo a destruía de certa maneira. O garoto por quem era apaixonada dizer aquilo, faz com que se sinta perdida e abandonada outra vez.

Logo na porta a ala XX, lá estavam seus parceiros. Eram Drew, Niall e os irmãos Malik. Estavam até mesmo bronzeados, a garota enxugou os olhos antes de chegar até eles.

- E aí seus loucos? Como foi as férias? - ela disse falando com todos. Antes que pudesse dar mais dois passos, sentiu braços rodearem seus corpos. Era Zayn. Sabia só pelo perfume.

- Morri de saudade de você. - ele sussurrou em seu ouvido.

- Sei. - ela falou descrente. E cumprimentou os outros garotos. Menos Chadwick, a relação deles estava estranha.
Haviam brigado por telefone durante as férias porque Drew ligou para perguntar se ela ainda tinha drogas porque tinha um cliente. E a garota disse a verdade, que não tinha. Porém o loiro ficou furioso porque sabia que sozinha ela não conseguiria consumir, então achou que ela estava mentindo.

O que não sabia é que ela dividira drogas com Liam em um dia, e durante as férias ela jogou tudo no vaso sanitário. Porque ela não sabia. Somente fez.

Não foi só isso, Angel aumentou  briga com Chadwick, disse para ele não ficar arrumando briguinhas estúpidas no corredor quando voltasse das férias, senão mais uma vez eles teriam ênfase. Foi o bastante para que os dois se atritassem mais uma vez, a verdade é que eles já não se bicam faz tempo. Tinham objetivos de vida muito diferentes e tinha algo em Drew que Angel não suportava, sua grande capacidade der ser um mentiroso.

Nos primeiros meses que passou a andar com o clã, os dois criaram um código, algo que só os dois entendiam. Apesar deles passarem a maior parte o tempo lutando por mais poder, ele a respeitava, por ser a única garota que ele conheceu na vida que falava mais alto que ele em um briga. Então toda vez que Drew disse algo e usasse o ´´na real´´significava que ele estava falando a verdade. Apesar desse laço os problemas entre os dois eram numerosos e cresciam a cada dia.

 - Oi Angel, não vai falar comigo? - disse Drew sarcástico.

- Se eu não estou falando com você tem motivo. Por que vem me ligar e perturbar minhas férias? - ela falou brava.

- Ah qual é? Eu só queria fechar mais um negócio. Quanto mais grana melhor, precisamos dela. - piscou ao dizer.

Vocês precisam? - riu irônica – São todos uns filhinhos de papai, cheios da grana...Por favor – ela bufou

E para que você precisa? Nem sai desse lugar, nem compra roupas novas, nem compra produtos de beleza, não compra nada. Para que precisa? - Jake se meteu e questionou a garota.

Cuida da sua vida, Malik 2. - Angel falou por último, virou as costas e entrou na sua ala.

- Angel espera! - ouviu Zayn a chamar e logo ele estava ao seu lado. - Não fica assim com a gente, precisamos ter união, agora mais do que nunca.

- Por que Zayn? Quer saber eu acho que essa escrotice de ´´clã´´ já está na hora de acabar. Eu quero viver minha vida em paz. Já tenho uma grana guardada, acho que vou sair dessa.

- Para você é só isso né? - disse com a voz magoada.

- Z... Não fale como se fossemos amigos de infância. Nunca fomos, nunca vamos ser. - falou revirando os olhos e entrando em seu quarto.

- Você sabe que nós somos tudo que tem nesse lugar, nós que te protegemos, nós que ficamos do seu lado... E se isso que está dizendo tem alguma coisa a ver com aquele otário do Liam, juro que mato ele - falou sem entrar no quarto.

- O que? Não ouse ameaça-lo! - ela gritou - Eu só estou cansada de tudo! Dessa vida! Não quero mais. - desabafou.

Zayn se sentia fraco, não conseguia mais dizer nada. Só queria sair dali. Os sentimentos estavam um turbilhão e quando esbarrou com uma certa professora de francês no corredor, já sabia exatamente o que fazer para parar de pensar em Angel.

- Ahhh Zaynnnn, vão acabar nos pegando aqui - Madeleine gritou ao ser arrastada aos beijos para a salinha da limpeza por Malik.

- Cala a boca e fica de quatro! - ele mandou e ela obedeceu prontamente- Isso, sua piranha! Seja obediente, agora vou te fazer gemer meu nome até você desmaiar.

Então Zayn subiu a saia de sua professora e começou a acariciar suas partes por cima da calcinha e logo a tirou. Não demorou muito e ele já estava a penetrando, com força, ela gemia seu nome assim como ele previra anteriormente.

- Ahh vai come sua professora, vai! Vai! Vai! Assim! Ai gostoso! - A professora séria e dedicada gemia como uma profissional em outro ramo e isso fazia Zayn delirar. Pelo menos assim se distraia da realidade de suas emoções. Ele estava completamente iludido e apaixonado por Angel.

~ MALU ON~ 


Não consigo descrever a emoção de pisar nesse lugar novamente, alguns flash vem até minha mente me fazendo se arrepender da minha decisão de voltar, mas quando dois braços me seguram de um lado até outro sei que fiz a coisa certa.

Harry e Louis prometeram nunca se desgrudar de mim, eu não contei a eles toda a história. Fiquei com medo, medo deles irem atrás dos culpados, sei que é isso que eles fariam, mesmo sendo em menor quantidade e mais fracos. Iriam lutar por mim assim como eu lutaria por eles. Por hora, apenas disse que estava cansada do clã fazendo mal a nós e a falta de segurança em Wolver. Afinal, não sei se alguém lembra mas um dos alunos morreu a pouco tempo atrás. E parece que ninguém se importa mais. Eu sim. Naquele dia pensei que seria a segunda morte do ano.

Não dava mais para voltar atrás. Lá estava eu com minhas duas pessoas preferidas no mundo todo no meu lugar menos preferido do mundo todo. Mas espero que o que dizer de o que faz o lugar são as pessoas seja real, porque para mim só vou enxergar as pessoas que amo nesse lugar. Harry e Louis. Eu também amo minha amiga Katherinne, mas ela não me atendeu nas minhas ligações nas férias, queria avisá-la que estava bem, que voltaria. Mas não foi possível.

Enfim, Louis disse curtir meu novo visual, falou que pareço uma nova pessoa, mais livre e moderna. E não tenho dúvidas que ele está certo. Sou outra e pretendo aflorar esse meu lado livre e até selvagem. Moderna... Acho que ficar com seus dois melhores amigos ao mesmo tempo demonstra modernidade, ou talvez safadez, mas no fim das contas. Sou toda a mercê de meus desejos de agora em diante.

Eles me deixaram na porta do meu quarto, sei que ambos olharam para mim com algo a mais no olhar, como se dissessem ´´Deixa eu dormir com você´´. Mas não dava. Quanto ao segredo, fiz ambos ~em momentos separados obviamente~prometerem não contar nada um ao outro sobre o que tava rolando. Então se eles realmente honrarem a palavra, nem um nem outro saberá que estou tendo um caso com Larry. Sim, eu estou ficando com Larry. Parece um sonho.

É errado, é proibido. Mas parte de mim ama isso e vou viver intensamente o que está acontecendo na minha vidinha. Muita emoção para meu coraçãozinho, quem sabe se em um futuro eu viveria em uma casamento hiper sem graça com algum garoto santinho da igreja que meus pais arranjarem ~ Nem sob meu cadáver~ . Porém isso me levava a crer e acreditar em viver isso sem limites, intensamente. Não dava para sair disso, eu estava atolada dos pés à cabeça e por mim, me afogaria inteira.


Continua...

Não quis colocar muitos gifs nesse para não demorar mais a postar, eu estava sem internet, só voltou hoje <3

Malikisses, com mais de 25 comentários, eu continuo


28 comentários:

  1. Tá maravilhoso drii.
    Adorei, mas esse Lee mesmo não sabe o que sente, confesso que gosto de Langel <3
    É Larry na veia hahaha Continua amore
    Malikisses #Nat

    ResponderExcluir
  2. Tá perfeito drica <3
    Continua!!

    ResponderExcluir
  3. PERFEITOOOOOOOO CONTINUAAAAAAAAAAAA LOGOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  4. Drica, continua, pelo amorrrr

    Angélica Styles - Xoxo

    ResponderExcluir
  5. Essa fic è simplesmente PER-FECT, eu me imagino na fic, eu não sei mas eu simpleamente AMO essa fic, Langel ❤, mas em que confusão a Malu se meteu em? Eu queria ter a sorte dela fe ter Larry so pra mim😞 kkkkkkkkkkk, continua Drica eata PERFECT continuaaaaa

    ResponderExcluir
  6. OMJ. vou ali morrer e ja volto... pronto voltei. Drica seu talento para escrever é muiti grande e eu nao tenho muitas palavras pra descrever o que sinto toda vez que eu vejo que saiu capitulo novo. Quando eu to em casa e vejo a minha mãe quase me bate de tanta bagunça que eu faço. Ela diz que "uma moça de 16 anos tem que se comportar". Isso é porque ela não lê o que voce escreve. Sério. RL é uma das melhores que eu já li em meus quase 3 anos de Directioner. Posta logo outro capitulo. MALIKISSES. =D

    ResponderExcluir
  7. Perfeito! Posta logo quando puder o próximo...

    ResponderExcluir
  8. Ta perfeeeeeito *---* continua logo Drica!!

    ResponderExcluir
  9. Perfeito, amo sua escrita!!! Continua logo... <33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O corpo dela é bem atlético, deve ser de tanto correr atrás de mim para me bater. Heuheuheuheuheu chorei aqui 😂😂😂
      Drica sua linda ainda bem que vc continuou a história! Tá simplesmente maguinifico!

      Excluir
  10. Precisoo dizeer alguma cooisa?
    *0*
    PERFEITA ♡
    A caada dia mee apaixono maais por essa fiic ♡﹏♡

    ResponderExcluir
  11. Dri ta cada vez mais perfeita... Continua essa semana please!! ����

    ResponderExcluir
  12. Nuss que capítulo perfeito mDs *-*
    Olha Dri vou te dizer bem a verdade, te peço mil desculpas por não comentar mais, pois eu sei o quanto é difícil para
    uma escritora não ter uma fonte de inspiração, que no caso é o comentário das leitoras, acompanho esse blog desde TQSV li e reli várias vezes as suas fics, e todas aqui do blog, por que eu realmente acho que esse é um dos melhores que eu já li, apesar de algumas escritoras não publicarem muito, continua sendo perfeito.
    Te digo que sempre vou estar aqui lendo e acompanhando, por que eu realmente sou muito fã do seu trabalho, acho que você escreve maravilhosamente bem, sei que você é muito ocupada com estudos e tals...
    Mas te digo pra não desistir e nem terminar essa fic com pressa, por que é tão diferente e especial, não é aquelas comuns, sabe em que é uma menina nerd e tímida que se transforma e namora com o pop do colégio, não a tua fic é simplesmente perfeita, tem ação, suspense, e um toque de romance.
    E digo que eu te amo, realmente eu te amo por me fazer sorrir e sentir aquelas 'borboletas no estômago' a cada toque e a cada beijo dos personagens, te amo por ser criativa e correta, por ser sempre gentil e postar toda semana, mesmo estando cansada, por lembrar das suas leitoras que comentam e das que não comentam também.
    Obrigada por fazer o meu dia mais feliz,
    Very malikisses in tua bochecha <3
    >Nathi<

    ResponderExcluir
  13. Nossa maravilhoso continua dricaaas

    ResponderExcluir
  14. Continuaaaaaaaa por favor

    ResponderExcluir
  15. Quero um hot da Malu continuaaaa

    ResponderExcluir
  16. Um hot da Malu com o louis e o harry juntos seria muito gostoso nu

    ResponderExcluir
  17. É esse liam super safado kkkkk adorei mesmo Dri

    ResponderExcluir
  18. Continua continua quando puder

    ResponderExcluir
  19. Eu estou em abstinência de suas histórias Drica estou ficando maluca ja continua por favor amor

    ResponderExcluir
  20. 26 comentários hahahha continua amor

    ResponderExcluir
  21. Sua fic é MUITO PERFEITA!!!����

    Duda

    ResponderExcluir
  22. Eu to torcendo pro casal malu e louis dar certo ps :sem o harold

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*