2 de fevereiro de 2015

♠ Rocket Love- Capítulo 21: Sorrindo...♠

~Liam ON~ 



Já estava tudo certo, nem acreditava que depois de apenas cinco dias planejando com o Detetive Jonhson, tudo já estava acertado.
Haviam se passado mais de dez dias desde que voltamos das férias. Aparentemente estava tudo tranquilo no Internato. Aquilo que faríamos seria sem dúvida uma reviravolta. Acabei confidenciando ao detetive tudo de suspeito que eu ouvira do clã, mais precisamente de Drew.

Porque apesar de toda hora ele falar sobre Amélia Rose González, eu mudava de assunto e tirava o foco dela. Okay que a um tempo quando eu vi ´´ homicídio culposo´´ em sua ficha, realmente achei que fosse ela a assassina de Josh. Mas depois de ter a conhecido um pouco, não sei. Acho que ela não teria grandes motivos para fazer isso. Acredito que quem fez isso foi mesmo Chadwick, e ele seria pego, e parte dos meus problemas e da minha vingança estaria perto do fim.

Eu agia normal com Angel, claro que disfarçávamos muito. Ela até era grossa comigo... Chegou a me humilhar outra vez na frente de seus amigos. Depois que eu ajudei eles com os gabaritos, pararam de me agredir fisicamente, mas as chacotas verbais continuam. Por um lado acho melhor, assim não tenho motivos para desistir dos meus planos.
Havia me afastado de todos, menos de Angel, os garotos chegaram até a dizer na minha cara para que não os procurasse mais.

Em um fim de tarde, estava na biblioteca ajudando a minha inimiga, secreta de certa forma, estávamos frente a frente. Eu falava algo sobre química mas percebi que ela não estava prestando atenção no que eu falava.

- Você entendeu essa parte? - eu falei, tocando em seu braço para chamar sua atenão, acho que ela despertou. E sorriu.

- Desculpa, desculpa, eu me distraí. - Ela pediu desculpas? Inédito. Nunca pensei que ouviria aquilo sair de sua boca, até mesmo por um motivo tão banal.

- Se não quiser estudar agora, tudo bem. - Não queria mesmo ficar explicando para o vento.

- Eu só estou um pouco aérea, você faz isso comigo... - ela falou timidamente e baixo.

Era assim toda vez que ia expressar seus sentimentos, falava tão baixo como se fosse algum pecado o que dizia. Talvez fosse. Um dêmonio gostar de um anjo. Se bem que, a essa altura do campeonato, eu já não era tão angelical assim. Ao contrário.


~Narradora ON~



Tudo já estava armado, Liam sabia onde o clã se reunia, sabia que eles já sabiam que ele sabia de algo, sabia que era um alvo, sabia que corria perigo porém mais do que nunca sabia que valia a pena correr o risco.
Era final de tarde de uma quinta.

O coração do garoto pulava dentro do peito, suas veias pulsavam sem controle. Chegou o momento. Levava consigo um gravador que estava devidamente colocado em suas roupas, perto dali, dentro de um carro na garagem, o Detetive ouviria tudo e gravaria em seu notebook na medida que as palavras fossem ditas.

Respirou fundo e chegou onde deveria estar. Lá estavam Zayn e Drew conversando na pequena salinha. Jake jogava em seu videogame portátil, coisa que ele achasse ser proíbido e era porém o que representam as regras para o clã? Nada. Em um cantinho ela estava parada, estática, somente trabalhava com os olhos.

Quem o viu primeiro foi Niall que fumava um cigarro sentado no chão.

E aí Payne, o que faz aqui? - ele falou simpático e alegre. Até demais. Então Payne soube que aquele cigarro não era comum. Todos os olhos se viraram para o garoto. Se sentiu sozinho mas lembrou não estava.

Quando os olhos da única garota o atingiram ele se sentiu estranho como se aquele fosse o momento mais importante de sua vida, se sentiu determinado, era agora ou nunca, ele pensou e puxou o máximo de ar que pode para dentro de seus pulmões. Alguns cerraram os olhos para ele mas Zayn apenas olhava a cena com curiosidade, sabia que daqui a poucos minutos o nerd estaria no chão sendo chutado repetidas vezes mas só tentou raciocinar no porquê ele procurava por aquilo. Como não encontrou respostas, apenas fixou o olhar na situação.

Eu vim falar sobre o Josh... - Drew revirou os olhos e Angel sentiu um calafrio percorrer sua espinha. Assunto delicado, sem dúvidas, ficou atenta e o garoto continuou- Sei que... foi um de vocês que... - ele gaguejou e Chadwick ergueu seu corpo e andou em sua direção, pairando à sua frente, encarando Liam como se pudesse sugar sua alma.

Foi um de nós o que? Que matou seu amiguinho? E se fosse? O que você faria? Hein? Otário! - Liam somente sentiu as mãos pesadas do loiro o acertarem no peito e perdeu o equilíbrio dando alguns passos desajustados para trás, mas logo Drew estava perto demais outra vez.

Payne sentiu seu coração se encher do mais puro ódio que ele guardava em seu interior, seus olhos arderam. Por mais quanto tempo aquilo duraria se ele não fizesse algo? Antes de entrar em Wolver nunca sentira pena de si mesmo ou nunca pensasse em somente morrer... naquele lugar experimentou o que é ter ódio por si mesmo, pela pessoa que era, pelas fraquezas que possuía. E sabia que os responsáveis majoritários por aqueles sentimentos repugnantes por si mesmo eram os membros daquele grupo. Eram o terror da sua vida. Fechou suas mãos em punho e encarou Drew que só aguardava as próximas palavras para começar a agredi-lo outra vez.

Eu sei que foi você que o matou Drew. -Liam disse firme e Chadwick deu uma risada debochada.

Sim, fui eu ! Quer ser o próximo da minha lista Payne? Pode deixar que resolvo isso agora.

Liam nunca pensou que se sentiria bem ao levar tantos socos, pontapés e chutes. Mas foi o que sentira. Só pensava no depois. Viu quando a garota dos seus pesadelos empurrou Drew para longe e ele pode se ajustar no chão, levando sua mão até sua boca cortada que agora latejava, assim como seu coração que vibrava em silêncio.

Por que está sorrindo idiota? Você está apanhando! - ouviu o grito nervoso de Angel penetrar seus ouvidos e só então percebeu que sua vibração não estava em tão completo silêncio no momento – Sai logo daqui! - a voz o alarmou.

Os olhos dela estavam com uma fúria sem tamanho e ao mesmo tempo pediram em segredo para que ele saísse e não piorasse as coisas para ambos os lados. Liam se levantou vitorioso apesar do corpo inteiro doer. Antes que pudesse virar as costas, sentiu a presença de cerca de quatro homens fardados chegarem e tomarem o lugar, cercando todos ali. Os policiais mandaram todos ficarem onde estavam, Payne celebrou quando viu os rostos surpresos de todos ali.

´´ Senhor Chadwick, você está preso! Tudo que você fizer e disser pode e será usado no Tribunal´´ - Sem muita demora, Drew foi algemado e perguntava o que estava acontecendo e porque estava sendo preso.

´´ Pelo assassinato de Josh Devine, não se faça de desentendido´´ - O Detetive Jonhson disse por fim e Drew sentiu seu rosto queimar de raiva, antes de ser levado para fora da salinhas escondida nos fundos do internato, captou a sombra de Liam e mentalmente o matou, era essa sua vontade no momento.

Todos do clã correram junto aos policiais e o amigo, todos estavam chocados pelo que acabara de acontecer, nem parecia o mundo real. Pela primeira vez, eles se deram mal de verdade. Antes de entrar no carro, pode se ouvir súplicas do garoto preso, ele pedia para falar com alguém e chamava seu nome.

´´Angel´´ - ele gritou e pela primeira vez ela via seu amigo/parceiro de gangue chorar, ele estava desesperado.

Angel, por favor... você precisa me ajudar – ele dizia e a garota apenas tocava em seu ombro somente chocada demais para dizer algo de positivo. Na verdade, não se tinham coisas positivas ideias para se dizer quando alguém estava sendo preso por homicídio. - Não fui eu! Eu sou inocente!!! - ele gritou, a garota não acreditava naquilo. Apenas devia ser alguma cena dele para os policiais e o detetive. Não soube o que dizer outra vez. Não tinha o que dizer;

Jonhson fez sinal para o amigo policial colocar logo o suspeito confesso no carro. Angel estava com uma expressão de susto e ao mesmo tempo tentava acalmar Drew e então antes dele entrar, ela ouviu algo que a fez tremer.

Não fui eu Angel... na real. - a última imagem que viu foram os olhos azuis de Chadwick agora avermelhados a olharem desesperados.

´´Na real´´ Essa pequena expressão ocupou todos os espaços cerebrais dela e assim que o carro se fechou e deu partida ela quase caiu para trás. Era isso que ele dizia quando estava realmente falando a verdade, o que era raro. Mas ele dizia para Angel, um código dos dois, ´´na real´´. Sentiu as mãos de alguém a abraçarem de lado e sentiu todo seu sangue se esvair.

Hey Angel, você está pálida, o que... - Zayn começou a dizer preocupado e surpreso, porque apesar de ser um momento extremamente tenso, sabia que González não era o tipo de pessoa que demonstrava tanto suas emoções.

Z... Não foi ele. - ela falou com os olhos arregalados e Malik entreabriu os lábios... e pela primeira vez em muitos meses, abraçou ela o abraçou, de verdade, buscando forças naquele aperto.



Zayn ficou completamente atônito porque para ele e todos do clã, o assassino de Josh era Drew. Não quis fazer mais perguntas já que outra coisa que o deixava tonto é que a garota que ele gostava estava em seus braços finalmente, aproveitou o momento apesar de sua cabeça estar a mil. Logo seu irmão paira de braços cruzados ao seu lado, olhando para a mesma direção que ele, a trilha de pneus que se formava indo pela estradinha que dava para o grande portão do Internato. Se entreolharam e Jake balançou a cabeça negativamente.

Tudo por causa daquele garoto... - ele falou com perigo em sua voz.

Ele me surpreendeu, não pensei que fosse tão corajoso, mas não sabe onde se meteu – Zayn completou em tom de ameaça.

Angel permaneceu calada ainda encostada em Zayn mas em seu peito nutriu certo ódio pelo garoto que entregara seu parceiro. Não que conseguisse verdadeiramente odía-lo. Olhou para os olhos de Niall que estavam um pouco afastados deles e se sentiu realmente péssima pela tristeza do amigo. O chamou em um gesto mudo e os quatro se olharam em silêncio.

Isso não vai ficar assim. Liam Payne pode se considerar morto a partir de hoje – Zayn disse. Sua voz saiu sobressaltada e furiosa. - Farei isso com as minhas próprias mãos! - Angel sentiu uma pontada em seu coração.

Olharam ao redor e uma pequena multidão se espalhou pelo pátio nos poucos minutos daquela operação secreta. Alguns cochichavam e olhavam discretamente para eles, desviando o olhar em frações de segundos para não se tornarem alvos. Agora eles eram temidos muito mais porém se sabia que não eram imbatíveis.

 Angel balançou a cabeça e disse ´´vamos´´ para os meninos, a medida que andavam as pessoas indo abrindo espaço e saindo da frente. Suas cabeças estavam baixas, haviam caído, falhado...quebrado.
Só tiveram tempo de entrar no prédio até que um dos Inspetores direcionasse todos à sala da diretora.

Os olhos de Úrsula eram pura angústia, nervosismo, inquietação. Ajeitou a armação de seus óculos acima de seu nariz e fez sinal para que os quatro jovens se sentassem nas cadeiras à sua frente. Não falou nada por alguns minutos, tentando encontrar um jeito menos tenso de começar aquela conversa, não era fácil. Era grave.

O que aconteceu hoje... - ela falou travando- Eu nunca pensei que um caso de homício como o de Josh, tão cruel e frio pudesse vir por parte de um aluno... eu estou – antes dela continuar, os punhos de Angel bateram na mesa de madeira com força, chamando a atenção de todos na sala.

Vocês estão errados! Não foi ele! Drew é inocente, isso tudo foi um erro! - sua voz gruniu alto como um animal que lutava pela segurança de seus filhotes. Talvez suas intenções não fossem tão semelhantes à proteção materna ou paterna mas ela tinha raiva por saber que a prisão de seu comparça era uma injustiça.

Não foi isso que fiquei sabendo Senhorita González, sei que ele era seu amigo mas a verdade chegou, enfim.  - a garota se ajeitou tão furiosamente na cadeira que Zayn teve que a olhar tentando acalmá-la. Pousou sua mão sobre a dela e sentiu quando esta impediu muito rápido o contato.

Angel se encostou mais na poltrona e olhou para o teto tentando raciocinar tudo o que podia. A poucas horas atrás estava certa sobre o assassinato de Josh, e agora sua cabeça dava mil voltas. Ainda mais pelo último olhar de Chadwick em sua direção, e ela sabia que devia isso a ele. Apesar de não serem os melhores amigos do mundo, entendia que sem ele, não sobreviveria por muito tempo naquele lugar. Ele a acolheu e agora chegou o momento de retribuir. Como... ela não fazia ideia afinal para as investigações, o que eles tinham era uma confissão por parte do suspeito.

Olha, nós não temos tempo a perder, diz logo o que quer da gente. Vai nos expulsar? - a voz de Zayn saiu com raiva, apesar dele nunca ser assim tão agressivo, sentia que devia dividir um pouco daquele peso todo com Angel. Ela não deveria sentir que estava sozinha. Pois não estava.

Só chamei vocês aqui para dizer que as coisas no Internato vão mudar. Eu não estou mais sozinha na direção, depois de um caso como o que tivemos, as autoridades decidiram enviar reforço. - ela parou e nos olhou.

Reforço? - Jake falou pedindo maiores detalhes.

Sim, mais profissionais especialistas em educação, na verdade tiveram uma sequência de reuniões para decidir sobre o rumo dessa instituição. - ela disse com um meio sorriso no rosto.

E o que nós temos a ver com isso? - Niall perguntou franzendo o cenho.

Ela se levantou da cadeira, deu duas voltas na sala olhando para as paredes cheias de diplomas e troféus antigos ( Muitos anos antes Wolverhampton já havia sido um sucesso. Hoje só era o que era). Pairou novamente sobre os quatro. Balançou os lábios de um lado para o outro como quem pensasse com aquele gesto.

Vocês não são um grupo muito amigável com os outros internos e isso causa muitos problemas. Preciso que vocês tentem se separar um pouco para que... - logo uma sombra se ergueu na sala.

Separar? - Zayn falou nervoso – Não podem nos obrigar a nos separar! - ele disse em um tom magoado.

Se senta Malik. Vou ser direta, isso daqui não é um joguinho. As autoridades mais poderosas da Inglaterra e de outros lugares tem interesse nesse lugar. Muitos são filhos de políticos... - Jake revirou os olhos ouvindo Úrsula. - Vocês vão parar com o que é que estavam fazendo e aí tudo vai dar certo. Fui clara?

Não. Ela não tinha sido suficientemente clara. Porém os quatro não disseram mais nada, apenas se levantaram e foram embora quando viram que tinham sido liberados. Não entenderam o que especificadamente a diretora faria com eles mas sabiam que era um momento delicado para todos. Todos estavam por um fio mais do que nunca.

Amanhã antes do café, eu quero todos vocês na frente da ala XX. Estejam lá. - Angel falou pesadamente antes de sumir da vista dos meninos.

Ela seguiu atordoada pelos corredores amadeirados do prédio, como tudo mudara de uma hora para outra? Estavam em um daquele dias tediosos, mais calmos por terem interrompido as atividades por conta dos policiais, ao se lembrar disso suspirou aliviada por não terem falado sobre os negócios, isso estragaria tudo de vez para todos.

Chegou no seu quarto, olhou o espaço quase vazio, só preenchido pela sua cama, uma poltrona perto da janela e alguns objetos aleatórios. Não tinha apegos materiais e nem bens para se apegar. Na verdade, tinha uma foto de seu irmãozinho em um porta-retratos velho do lado de sua cama. Só isso. E este nem possuía mais vidro já que um certo alguém o quebrou... Seus pensamentos voaram para Liam e ela só conseguiu pensar que talvez não pudessem mais ficar juntos. Já que todos seus amigos o odiavam verdadeiramente agora. Não que isso diminuísse a intensidade de seus sentimentos mas dificultaria muito as coisas.

Tirou suas roupas e se direcionou para o banheiro, entrou no chuveiro, a água quente atingiu seu corpo, era relaxante mas não conseguiu relaxá-la. Encostou sua cabeça no box de vidro e sentiu um vazio a preencher.

É verdade quando dizem que só sentimos falta de algo quando o perde. Naquele momento solitário, ela sentiu falta de Drew, não que ele fizesse falta em si. Mas ao pensar em todos os anos, em tudo o que fizeram e passaram juntos. A garota fria derreteu-se um pouco.

´´Nós éramos amigos... agíamos com frieza mas quando um precisava de ajuda lá estava o outro para ajudar. ´´- falou em voz alta tentando compreender o que seu coração lhe dizia.

Eram parceiros de crime, de negócios e na vida, porque as suas vidas se resumiam aquilo. Estavam lado a lado sempre e agora ele seria preso. Na real. Colocou uma de suas camisas velhas e se sentou na poltrona matutando o assunto. Uma pergunta não saía de sua cabeça: ´´Se não foi Drew, então quem o matou? ´´ Sem respostas obviamente.

Mais um dia viu o sol raiar, se ajeitou na poltrona, se livrando mais uma vez da sensação de dormência nas pernas. Foi no armário e pegou o uniforme preto com detalhes amarelos. Era composto por calça preta, uma blusa de malha e um blazer de mesma cor. Ela nunca usava o blazzer, a maioria das meninas nunca usava. Essa era a única semelhança com elas já que a maioria absoluta ou usava a saia tradicional ou alternava entre calça e saia. Angel sempre usava calça.

Em alguns minutos, já estava encostada no muro sentindo a brisa matinal enquanto aguardava seus... amigos. Ela nunca soube o significado  de amizade, por isso sempre negou que o clã fosse um pacto entre amigos, mas desde a noite passada passou a aceitar mais essa definição.

Assim que pisara para fora do dormitório, sente uma presença. Quando vira os olhos e encontra aquele ser... Queria bater nele, queria socá-lo, queria abraçá-lo, beijá-lo, fugir com ele para algum lugar seguro... Mil coisas.

- Angel, eu precisei fazer isso. - A voz de Liam saiu firme.

CONTINUA...

Minha nossa sem ora do amor impossível, socorroooo
O que fazer com Langel? Eu sou muito apaixonada por esses dois, jesus.

No próximo capítulo tem mais, e Marry e Malouis também

Malikisses <3

18 comentários:

  1. OMG! não creio! o que será que vai ser de Langel?!?! 100 OR tô morrida aqui
    Continua logo Drica, pelo amor de Deus!
    Malikisses pra vc Liamda! :*

    ResponderExcluir
  2. Ain josh, agr to com uma peninha do drew!
    Meu Deus o que será de Langel, esses dois nunca vão ficar juntos não? U.U
    Dri esse cap ta perfeito como sempre, aa que bom que você postou hoje, eu já tava com saudades de Rocket Love <3
    Continua logo more, já to curiosa haha
    Malikisses >Carol<

    ResponderExcluir
  3. Que capítulo perfeito, o que seria de mim sem você Dri?
    Adorei mesmo, mas to com uma duvida, quem será que matou o josh? Se não foi o Drew?
    Ai, eu queria ter um pouquinho de Zangel, o Zayn vive atrás dela tadinho kkk!
    E Malou, Marry, to morrendo de saudades desses loucos haha
    Vê se posta logo em Dri, ou vai me deixar morrendo de curiosidades?
    Malikisses more, continua <3

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAA Tá per-fect Drii
    Continua to amando akie -----<3

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Continua, ficou lindo.
    *-* tô curiosa, coitadinho do Drew! o que a Angel vai fazer?( confira nos próximos capítulos de rocket love!)
    Continua Linda Malikisses :3

    ResponderExcluir
  7. Ahhh está muito gostoso de ler Drica.Mas estou curiosa pra saber quem matou o Devine e tenho até suspeitas rsss.Tbm que saber mais sobre Larry e May haha..Beijos ♡
    Lorena Bernardinelli

    ResponderExcluir
  8. Omg!!!!!! Adorei Dri ;) continua logo please :3
    Angélica - Xoxo

    ResponderExcluir
  9. OMG! Langel é vida! Marry é vida! Malouis também é vida! Não consigo saber qual é o meu casal favorito, só sei que a semanas não paro de pensar com quem a Malu vai perder a virgindade ( acho que com o Harry ), e tá perfeito como sempre!

    ResponderExcluir
  10. Ain meu Deus essa fic tá perfeita, e não precisa de muitos hots pra isso haha
    #Malou #Marry #Langel esses casais são demais mesmo, <3
    Continua Drica, posta logo Prvf :*
    Malikisses da Feh

    ResponderExcluir
  11. Per-fect Amei e to tipo, com muuita pena do Drew :'(
    O que será que a Angel vai fazer, espero que não seja nenhuma bobagem com o Lee.
    Quero maiss Malou e Marry hahaha continua Dri :*
    Malikisses Any

    ResponderExcluir
  12. Acho que quem matou o Josh foi aquela namorada do Liam lá, a Katherinne, pois ela mesmo namorando o Liam sempre incentivou ele a ficar com a Angel pra descobrir as coisas, e prender alguém que não fez o crime só pra não descobrirem que foi ela. Eu acho isso.

    Continuaaa! Ta Lindão ❤❤❤

    ResponderExcluir
  13. Continua logo tá, estou apaixonada por essa Fic, pois um mistério, espionagem, drogas, tudo ótimo, mas eu ESTOU REALMENTE CURIOSA PRA SABER QUEM MATOU, tenho minhas dúvidas sobre a namorada do Liam(sem ser a Angel), pois tipo ela é bem quieta, sempre compreendendo o Liam sobre destruír o clã, mas isso tem algo atras, se não foi ela, ai fica difícil.

    ResponderExcluir
  14. Continua Por Favor ! ~ Laura ~

    ResponderExcluir
  15. Continua poe favor... Concordo com a menina do comentario acima, eu acho que foi a namorada do Liam, ela foi pra la ppr causa fo TOC dela... Mas ela è quirta demais e compreende Liam. E quer ajuda-lo a acabar com o clã... Ai tem coisa... Mas Langel eu AMO Langel... Assim como amo Marry
    Drica continue logo essa Fic estou in love por essa fic❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  16. Continua poe favor... Concordo com a menina do comentario acima, eu acho que foi a namorada do Liam, ela foi pra la ppr causa fo TOC dela... Mas ela è quirta demais e compreende Liam. E quer ajuda-lo a acabar com o clã... Ai tem coisa... Mas Langel eu AMO Langel... Assim como amo Marry
    Drica continue logo essa Fic estou in love por essa fic❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  17. Continuaaa pelo amor de Deus!!!Estou in Love por essa fic 😍

    ResponderExcluir
  18. Malouis >>>>>> marry

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*