8 de fevereiro de 2015

♠Rocket Love- Capítulo 22: Garotinha Assustada ♠

~Narradora ON~

só eu morri com esse new hair?


Assim que pisara para fora do dormitório, sente uma presença. Quando vira os olhos e encontra aquele ser... Queria bater nele, queria socá-lo, queria abraçá-lo, beijá-lo, fugir com ele para algum lugar seguro... Mil coisas.

- Angel, eu precisei fazer isso. - A voz de Liam saiu firme.

Os olhos de Angel o atingem furiosamente. Ele não podia ter agido em suas costas, não mesmo. A garota estava possessa de raiva.

- Você não podia, eu pensei que éramos amigos. - assim que ela acaba de dizer, agora é o garoto que deixa transparecer todo seu ódio.

Sua risada irônica se desprende de seu corpo e toma todo o ambiente. Ri e ri alto.

- Que grande piada, amigos? Você está se ouvindo? Drew me odiava, me tratava mal sempre, por que eu iria protege-lo?

- Eu sei Liam mas eu pensei que... por nós, você deixasse isso pra lá. - fala magoada.



- Por que está tão abalada assim por causa disso? Por acaso você amava o Drew? Você gostava dele, é isso não é? - Payne perguntou ácido e deixou claramente traços de ciúmes em sua frase.

- Não viaja tá legal? - ela reviro os olhos- Eu só preciso te dizer que você prendeu a pessoa errada. Não foi Drew quem matou Josh. - responde firme.

Então a cabeça de Liam deu algumas voltas, ele a olhara com deboche, como se tivesse certeza que sim fora Drew quem matou. Mas algo na firmeza das palavras da garota o deixa na dúvida. Por que ela tem tanta certeza? - ele pensa.

- Angel, ele afirmou que matou. Várias e várias vezes. - somente disse.

- Ele era assim, não pensava antes de falar, queria amendrontar as pessoas... Estúpido. - balbuciou.

- Se você tem tanta certeza de que não foi ele, talvez você saiba quem foi. - falou desconfiado.

- Liam... Por que você tinha que se meter nisso tudo? Eu só queria que você estivesse a salvo, mas não, você apenas se jogou dentro dessa sujeira toda.

- Eu sempre estivesse dentro de tudo isso. Desde a primeira vez que você olhou pra mim e começou a me perseguir. - ele deixou escapar as palavras com tanta amargura que foi como um chute no estômago de González.

- Desculpa... Desculpa ter me apaixonado por você. - ela diz e somente sai dali deixando ele sozinho com aquelas palavras que o deixavam tonto.



Liam se senta nas escadinhas em frente a ala e fica ali pensando em como aquela garota não se parecia mais com o monstro de seus pesadelos. Como havia em diversos momentos demonstrado o quanto era frágil e carente. E em como ele havia ocupado o lugar de protetor daquele ser.
Como o destino seria cruel com Angel, saber que seu maior inimigo estava bem ao seu lado todo esse tempo.

- Olha quem está aqui... Que grande coincidência - a voz de Jake soa debochada.

Lá estava ele e seu irmão, Zayn não havia falado nada, ele apenas olhava para Payne e sentia seu sangue ferver, suas mãos se fecharam em punho. Não deu tanto para muita coisa, algumas batidas fortes no peito, as veias incharam, os olhos se semicerraram. E somente uma grande luta se formou.

Malik avançou para Liam e começou a socá-lo, os dois começaram a trocar socos e pontapés, Jake entrou no meio e começou a tentar segurar Payne. Perto dali Louis, Harry e alguns amigos viram a cena e se uniram para separar.

- Seus dias aqui estão contados seu otário! - Zayn gritou ameaçador e raivoso. Seu nariz sangrava.

Harry segurava Liam que estava com o lábio cortado, mas nada além disso. Estava nervoso e queria acabar com a vida de Malik. Mas sabia que tinha meios melhores de fazer isso do que pela violência. Ele sabia o ponto fraco de Zayn e iria usar isso se fosse preciso.

- Droga de Internato, não tem nenhum segurança... - Louis reclamou - Estamos mesmo por nossa própria conta e risco.


~ Malu ON~



Não podia acreditar que finalmente aquilo estava acabado. Estávamos seguros? Por algum motivo me senti assim. O sentimento de ver Drew, a pessoa que tanto me fez mal, sendo levado como um criminoso no carro da polícia era sem igual. Eu queria que ele pagasse e acredito que iria pagar. Afinal era maior de dezoito e seria punido como adulto.

Eu estava feliz ontem, muito feliz. Então decidi comemorar com meus dois amigos. Porém para a minha total surpresa eu acabei me decepcionando com os dois.

Fui até o pátio e obviamente tinham muitos alunos ali, ainda comentando sobre o assunto, todos estavam fervendo por dentro com tudo aquilo. Era um fim de um ciclo de pavor e tenho a impressão que o clã e todas as babaquices que eles faziam havia sido finalizado ali. Afinal seu chefe estava preso e longe de Wolverhampton.

Olho para a massa de alunos procurando aqueles rostos, a gente tinha esse ódio em comum pelo Drew e nossa, parecia um sonho o que estava acontecendo até que...

Meu queixo cai ao ver aquela cena. Lá estava Louis e Harry perto de um pessoalzinho mais popular...Louis beijando quem? A Carly. Até aí eu sabia que ele era um babaca que dizia que ia terminar mas não fazia isso. Mas o que me deixou mais raivosa foi ter tomado um golpe duplo porque o Styles beijava a Ellen... A Ellen, a irmã do Luke, aquele cafajeste argh Meu estômago embrulhou.

O que ele está fazendo com aquela garota? Aquela oferecida? Ahhh que belos amigos eu tenho, ficam com minhas piores inimigas. Na verdade as ficantes se tornavam minhas inimigas, mas isso não importava. Eu só queria bater nos dois e na Ellen e na Carly, para que todos pudessem sentir o que eu sentia no momento. Aquela dor que consumia meu corpo inteiro. E ataca mais meu coração.

Não Não Não Malu, você não precisa ser tão pretenciosa, como acharia que aqueles dois iriam ficar só com você? Eu que estou confundindo tudo. Não posso. Tenho que me livrar desses sentimentos melosos e dramáticos... melodramáticos. Existe uma palavra para me descrever: Melodramática.

Não quero ser assim.
Eu disse que era outra pessoa não foi?
Por que ainda parecia a mesma garotinha assustada?
Por que ainda me sentia tão insegura? Tão fraca?
Por que não me sentia como alguém que pudesse ficar com seus dois melhores amigos lindos?
Porque sim, era isso que estava acontecendo, eu tinha esse poder. Era eu. Não uma melodramática qualquer.



Na minha cama eu percebi que talvez eu refletisse e pensasse demais nas coisas, talvez o melhor fosse apenas fazer. Tirar as ideias da mente e colocar na prática. Eu tinha feito uma listinha. Okay, não é o primeiro passo para deixar de ser uma garotinha boba, ao contrário, faz eu parecer ainda mais com uma. Mas sim eu fiz.

Eram dez metas e sim irei cumpri-las.

1- Ser feliz.

Que estúpida, mas não consegui pensar em nada mais importante para estar no primeiro lugar, Afinal é o primeiro lugar. E acho que ser feliz resume tudo. 

2- Fazer meus dois amigos se apaixonarem por mim.

Esse dois é extremamente um ponto fixo. Só não sabia como iria acontecer. 

3- Ser notada por toda Wolverhampton.

Agora eu sei que fui estúpida. Mas apenas escrevi. Não é como se eu quisesse ser um fantasma para o resto da minha vida no internato. Quero que se lembrem do meu nome. 

Os outros sete tópicos da minha lista podem realmente ser mal interpretados pelo teor polêmico que está embutido neles. Não é como se eu ia ficar com meus dois melhores amigos e não quisesse fazer coisas a três, muitas coisas a três.

Não citarei agora. Por enquanto os três primeiros estão na minha mente, foram as primeiras coisas que pensei. Por que será?

Quando eu vejo Katherinne entrando no quarto, vejo que talvez precise incluir mais uma meta na minha listinha. *Fazer novas amizades. É porque desde que voltei das férias minha colega de quarto não fala comigo. Eu nem sei o que fiz de errado. Eu sumi e nem dei notícias? Sim. Mas isso é motivo para parar de falar comigo?

Se bem que não vejo quem poderia ser minha amiga nesse lugar.
Acho que sou eu e eu mesma. Como sempre foi.

Não totalmente.

- Você está estranha. - disse Harry quando estávamos andando para o refeitório jantar.

- O que? Eu não. - falei sem paciência para relembrar os motivos pelos quais eu fiquei brava.

- Está sim, no almoço você não falou nada. - revirei os olhos.

- Eu só estou nervosa com minhas provas, estou toda atrasada tendo que fazer segundas chamadas por causa da minha ausência no fim do semestre. Você sabe. - ele concordou ao me ouvir.

Realmente aquele estresse das provas também me deixava tensa, não era só isso. Mas piorava em cheio as coisas. Quando sentamos na mesa, eu só não sentia fome. Fiquei mexendo no risoto de frango com brocólis na minha frente e só conseguia pensar em como aquilo parece ter sido vomitado.

- Come Malu. - a voz de Harry soou firme. Foi como uma ordem. Ele nunca falou assim comigo.

- Não tenho fome. - resmunguei afastando o prato.

- Essa tarde você está livre não é? - ele perguntou e eu assenti. - Pois bem, eu faltarei minha aula para ficar com você. - O que? Que lindo, eu queria isso, muito. E então ele completou- Isso se você comer tudo.

O que? Ele estava mesmo me tratando como uma criança? Eu ri em pensamento, dei meu belo dedo do meio para ele. E parti para a sobremesa. Era uma tortinha de amora. Aí sim. Não sou obrigada a comer uma coisa que parece ter sido cuspida.

E então chega Louis com aquela cara... Aquela cara que eu sabia o que significava e por isso me deixava tão chateada. Ele devia estar em algum muro na parte de trás do colégio enquanto aquela desgraçada da Carly estava ajoelhada fazendo a única coisa que mantem ela calada .
Ele simplesmente tem tanto risoto no prato que parece que nunca viu comida. Come por inteiro e ainda pede para comer o meu resto. Aquilo já estava frio. Que fome é essa?

- Preciso recuperar minhas energias, se é que me entende - ele disse e soltou uma piscadela para o Harry, os dois bateram as mãos. What? Eu estou mesmo aqui igual otária vendo essa cena?
Solto o ar, me levanto, pego minha bandeja e somente saio dali.

Ainda ouço quando Harry pergunta o que deu em mim e Louis não responde, deve ter apenas dado de ombros. Sonso.

Vou para meu quarto, agradeço mentalmente por minha colega de quarto e ex amiga não estar ali. Não era legal o clima pesado quando ela estava. Tomo um banho quente e visto um shortinho e um moletom preto com melancias. Finalmente eu tive uma tarde livre, bendito professor de física que teve que faltar. Resolvi dormir um pouco e depois acordar e estudar para minhas duas últimas provas.

Quando estou prestes a dormir, batem na minha porta. Lembrei de quem seria. Harry Edward Styles.
Levanto da cama com pesar. E quando abro a porta, surprise!!! Como tudo na minha vida. Imprevisível.

- Oi... Louis. - eu falo sem graça.

- É, você está mesmo estranha, como eu notei. - ele não esperou eu falar mais nada, apenas entrou e pulou na minha cama. - Humm estava dormindo, seu cheirinho está no edredom - ele falou, tirou os sapatos e simplesmente se enviou embaixo das cobertas.

- Alguém pode entrar. - eu disse porque era a verdade.

- Sempre existe a velha desculpa do ´´estamos estudando´´. - falou travesso com um sorriso mais travesso ainda.

- Estudando embaixo do edredom, claro. Anatomia.

- Exatamente. Se você permitir. Quero muito aprender mais dessa matéria, vem - sua voz soava manhosa e eu fechei a porta. Sentindo toda aquela atração que partia dos seus olhos, me chamava como um imã.

Logo já estava sentindo as mãos dele passearem por dentro de meu moletom, percorria minhas curvas, chegava em meus seis. Louis começou a beijar meu pescoço e eu gemia só com seus toques. Era meu vício.


Esses beijos eram como uma droga para mim, um paraíso infinito, uma fonte de desejo, um desejo que só crescia. Corações batiam forte, nós dois parecíamos estar pulsavam por dentro. Era algo imenso. A boca de Louis buscava a minha e eu só me afundava naquele mar de prazer.
E então a visita que eu esperava bate na porta. Minha mente não precisa pensar muito,  apenas largo Tomlinson e sua boca vermelha e me xingo mentalmente. Ahhhh Agora fudeu tudo!

- É o Harry! -  falo espontaneamente e assustada.

Logo a voz de Harry me chama na porta. Socorro!!!!

- Já vai Harry! - gritei desespero na voz, maldita voz desesperada. Andei de um lado pro outro arrumando meus cabelos, puxando Louis de minha cama.

- Para!!! Você está parecendo uma louca. É só o Harry. - Só o Harry??? Só o Harry?

Pronto, agora eu estava perdida. Não, tinha que ter um jeito.

- Louis, eu te disse que não quero que ele saiba. - falei nervosa.

- Mas acho que ele nem liga, sério. Ele por algum motivo me pediu para não te contar mas... - Ele para e me olha receoso.

- Fala! - peço nervosa e então ouço a voz lá fora chamando de novo. - Harry, estou só me trocando - grito tentando disfarçar. - Fala - falo como se fosse um sussurro

- Ele está a ponto de pedir a Ellen em namoro. - ele fala e eu sinto meu sangue se esvaiar, meu coração dói e eu sinto isso fisicamente. Tenho vontade de me deitar no chão. E apenas me encolher e esperar aquela dor passar.

Olho com uma expressão de nada para Louis, nós já estamos recompostos. Peço para que ele saia pela janela.

- Sério? - ele fala mal humorado, bufa e apenas vai.

Caminho até a porta e a abro. Vejo aqueles olhos verdes maliciosos... Tenho vontade deixar o redor daqueles lindos olhos bem roxos, de socos.

- Que demora, se não fosse pela minha maldita saudade, eu já teria até ido embora - ele entra e ao mesmo tempo suas mãos vão para a minha cintura. A porta se fecha. Estamos a sós, seu cheiro me embriaga mas eu só não estou mesmo no clima. Afasto-o.

- O que foi? - ele pergunta sem entender.

- Olha Harry, sei que nunca pedi exclusividade mas foi você quem disse aquelas coisas nas férias, eu não pedi para que me dissesse aqui, eu não pedi para me iludir, mas você somente fez, e isso foi cruel - sim, eu devia parecer uma idiota no momento mas não queria mesmo ficar guardando o que sinto.

- Do que está falando? - ahhh isso me tira do sério, ele sabe muito bem do que eu estou falando.

- Harry, sai, vai embora, por favor - as lágrimas começaram a sair dos meus olhos, que droga - Isso não vai mesmo dar certo.

- Malu... Por favor, me explica o que está rolando - ele disse com a voz nervosa mas contida.



- Harry, Louis me contou. Eu sei que está praticamente namorando a Ellen. - então a expressão dele mudou.

- Sabe, eu só ... ahhh - ele passou a mão nos cabelos - Você não quer assumir o que temos, do que está reclamando?

- Eu não quero? Ah pfvr - revirei meus olhos

- Se eu te pedisse em namoro você aceitaria? - falou olhando bem no fundo dos meus olhos.
E agora?


CONTINUA...

Genteeee, estou pirando com essa história. Comentemmmm
No próximo capítulo acho que a Angel já descobre a armação do Liam

8 comentários:

  1. OMG... Ain eu aceito Harry <3
    Malu sua sortuda tem Harry e Lou aos seus pés, cara que confusão tá maravilhoso mesmo Dri .3
    Tadinho do Lee, não gostei de ele ter brigado com o Zayn, É ZIAM NA VEIAA
    hahaha continua Dri to amando mesmo ta maravilhoso como sempre #anciosa
    Malikisses Nathi

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus tadinha da Angel, fico morrendo de pena do Drew, mas fazer o que né, ele mereceu.
    Drica, eu fico indignada de você conseguir escrever tão bem, nossa é incrível, eu me apaixono cada vez mais pelas suas histórias. E esse pedido de namoro do Harry assim de repente?? Cheesuss não há Malu que aguente, sei lá eu acho que ela ficaria bem com os dois, são tão lindos <3
    Continua logo heim dona Adrille Fernandes, por que se não me mata de curiosidade!!
    Malikisses ;)

    ResponderExcluir
  3. Ain que lindooo, tô amando
    Continua *-*
    Malikisses

    ResponderExcluir
  4. Mininaaaa!!!!! OMG!!!!! Uou!!!!!
    Quero que a Angel descubra logo esse plano, pro Liam saber que magoou ela e entender que ama ela :33
    E esse "pedido" de namoro hein? Ai sem or!!! É muita emoção pra um cap só!!!!
    Continua logo Drica, please ;)
    Beijo :*
    Angélica Styles - Xoxo

    ResponderExcluir
  5. Senhor morta estou! Nossa tô até com dó do Payne, sério, Angel descobre e ele morre... que lista ousada essa da Malu. Tomará que ela aceite o pedido do Harry, mais acho que não vai.
    Louis seu safado, Harry seu tarado.
    Tô fazendo rima hoje hahahaha
    Drica perfeita como sempre e esse cabelo do Zayn tá incrível!

    ResponderExcluir
  6. Driiii eu to morrendo aki!!! Pfv continua logo, ta muito perfect !!!

    ResponderExcluir
  7. Está simplesmente PER-FECT continua a Driicaa sual lindaa! 👏😍

    ResponderExcluir
  8. Nao curto muito essa historia da malu e dos dois na pegaçao , MALU VC É MUITA EGOCENTRICA VIU VEADA

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*