21 de março de 2015

FIRE ☣ 2 PROBLEMA?





Head in the clouds
Got no weight on my shoulders
I should be wiser
And realize that I've got

One less problem without ya


 -Lindsey - respondi
- nova aqui? - perguntou o loiro
- apenas estou de volta a cidade - sorri - Lindsey O' Sullivan
- oh, você é a Sullivan? Aquela louca que já quase colocou fogo num parque? - disse a loira sarcástica

Nunca lembravam da Sullivan, aquela que tirava notas medianas, a Sullivan que já ajudou a limpar a cidade, que já participou de ajuda comunitária. Só a Sullivan que se meteu em alguma briga, ou colocou fogo em algum lugar (quase colocou).

- sim, eu mesma - respondi com desinteresse
- pode nos dar uma dica então... estamos preparando um trote para os nerds, vai ficar pra história - o moreno respondeu sorrindo
- me levantei - trotes ficam pra história, quando todos forem lembrar como algo bom, com os nerds, não vai ser bom - revirei os olhos
- mas e a do Malik? Que eu saib...
- não fui eu! Que merda! Vão se ferrar, idiotas! - comecei a andar

Pude ouvir xingamentos, mas não me importava. Mostrei o dedo do meio, e voltei a andar. Fui para um beco, pouco iluminado e me sentei. Recostei-me na parede, procurei e achei um cigarro. Traguei o mesmo, pude ouvir passos, olhei para o lado, e pude ver uma silhueta vindo em minha direção. Tentei me acalmar, mas ele passou por mim, ficando do meu lado, e abriu uma porta, olhei para cima, sob a luz que vinha do apartamento, pude ver seu pequeno sorriso no rosto, um topete um pouco bagunçado, até chegar em seus olhos castanhos, pensei um pouco... logo o reconheci, Zayn Malik. 
- você parece meio nova pra uma mendiga, e não quero ninguém na minha porta... bem - sorriu - analisando, pode entrar na minha casa se quiser
- não vou querer entrar na sua casa, idiota
- te conheço?
- talvez...
- sua voz é familiar
- eu sei
- me conhece?
- conheço
- quem é você?
- suspirei - estou cansada de falar meu nome completo 
Me levantei, assim ficando na frente da luz que vinha de sua casa. Ao me olhar nos olhos, ele continuou me encarar, e seu olhar ia cada vez mudando mais. 
- você... - ele sussurrou
- sim, Lindsey O' Sullivan, blá, blá, blá
- suspirou - queria te matar agora
- por quê?
- porque você é uma vadia
- o que?! Ah não.. você ainda lembra daquele trote? Olha... NÃO FUI EU, tá legal?
- ah, não - disse sarcástico - vai embora daqui!
- vou mesmo! - joguei o cigarro no chão - você é um merda - saí andando 
Senti seus passos fortes atrás de mim, provavelmente o deixei nervoso, mas ao notá-lo perto me virei. 
- o que você falou?
- acho que deu pra escutar muito bem
- não sou mais aquele nerd idiota, - segurou firmemente meu rosto - agora eu sei me cuidar muito bem
- pode não ser nerd mas continua um idiota
- soltou meu rosto - não sabe o que te aguarda
- o que você vai fazer? Nossa estou morrendo de medo - eu disse sarcástica -  você é um idiota por ainda pensar que fui eu que fiz aquilo, mas NÃO FOI!
- você é muito hipócrita e ridícula, pelo menos admite o que fez.
- se eu de fato tivesse feito aquilo, teria orgulho, porque provavelmente estava merecendo isso... mas, não humilho as pessoas.
- okay... você é um anjo
- suspirei - vou embora e você, me deixa em paz 
Virei-me novamente e saí daquele beco indo para uma rua movimentada. Andei em passos rápidos até minha casa. Ao chegar abri a porta, as luzes estavam apagadas, então meu pai ainda não chegara. Subi as escadas até meu quarto, tomei um banho rápido, e coloquei um moletom, prendi meu cabelo em um rabo de cavalo, e abri minha cortina. Porém, a luz do quarto da casa ao lado estava ligada, me lembro de ninguém morar, lá, olhei mais um pouco, notei um garoto levantar, cabelos pretos, estava sem camiseta e parecia falar sozinho. Notei ele mexer no rádio, então provavelmente estava cantando. Ele tinha uma garrafa de bebida junto as suas coisas, se virou e me viu. Pensava que ia ficar com vergonha, mas me olhou da forma mais pervertida existente e sorriu. Eu poderia ter ficado com medo, porque ele me olhava de tal forma, mas deicidi sorrir.
Ele abriu a janela, e começou a gritar, porém eu não escutava, então abri minha janela também. 
- Não te escutei! 
- sorriu - quem é você?! 
- antiga moradora, voltei hoje! Lindsey!
- sou James Cook, me chame de Cook! 
Então alguém entrou em seu quarto, parecia seu pai, brigou um pouco com ele, porém, James, melhor, Cook, falou qualquer coisa e acho que o "seu pai" saiu. 
- meu velho está implicando, deve ser porque estou gritando! - riu - amanhã nos falamos gatinha! - sorriu 
Então ele fechou sua janela, e eu não fiz diferente. Em menos de um dia, conheci várias pessoas, incrivelmente já me sinto adaptada.
Me joguei na cama, e como estava cansada logo dormi.  
Dia Seguinte < 
Narração: Zayn Malik 
Estava tentando lavar a louça, moro sozinho em um mini apartamento térreo, herança do meu avô, e as contas pago com o dinheiro que ele também me deixou, mais o dinheiro dos "bicos" que faço. Voltando a louça, quando finalmente consegui acabar, já estava desanimado, então desisti de pensar em arrumar tudo.
Me deitei no sofá, e me veio a mente Lindsey... não sei qual é esse sentimento que sinto por ela, mas só de olhar no fundo daqueles olhos azuis, sinto tudo voltando, tudo o que eu passei, voltando... nunca consegui esquecer, porque foi o pior dia da minha vida, com certeza. Quero uma vingança, algo que também a faça lembrar de mim da pior forma, como lembro dela. A porta se abriu, olhei a mesma, era Liam, Niall e Louis entrando. Liam se sentou na poltrona, Niall e Louis no chão. 
- já soube da super novidade? - Louis perguntou
- que a "bomba" voltou?
- exato - respondeu Liam
- sabia, já até encontrei com ela... estava pensando nela agora
- pensava que você a odiava - Niall disse
- sim... estou pensando em alguma vingança
- já pensei em várias, quer dicas? - perguntou Louis
- pensava que era o "fã" dela, só pelo que ela fez com a Melanie
- sim... mas você é meu amigo certo? Então, tive algumas ideias
- então fale
- coloque a cabeça dela no vaso, dê descarga, depois tira uma foto de recordação
- não.. muito simples
- mandar as vadias que odeiam ela, acabar com ela? - sugeriu Niall
- sem violência
- hum... se apaixonar?
- como assim? - perguntei sem entender
- fazer ela se apaixonar por alguém que com certeza vai magoá-la, mas não se apaixonar um pouco... se apaixonar perdidamente entende? Então, simplesmente dar um pé nela - explicou Liam
- uou, sua mente é mais perversa do que eu pensava - ri - parece pouco
- na verdade - pensou Niall - minha mãe disse que uma vez um cara magoou ela muito, quando ela tinha 15 anos, ela ainda lembra ...
- hum... - pensei - parece perfeito então..
A porta se abriu e Harry entrou. 
- Parei na praça... estavam falando sobre ... - se sentou ao lado do Niall
- vingança contra a Sullivan - disse Louis
- e aí?
- Liam disse que faze-la se apaixonar pelo Zayn, então partir o coraçãozinho dela - disse Niall
- eu gostei dessa ideia - sorri e me sentei - ela sempre é durona, os namorados que teve, ela que acabava com tudo e deixava o cara triste e "sem chão" - sorri - isso é perfeito
- vocês são horríveis - Harry fez uma careta
- calado, você está com uma garota diferente todo dia... isso que eu vou fazer, as aulas voltam daqui dois dias e vou começar com isso.
- será que vai dar certo? - perguntou Niall
- claro que vai - sorriu - eu mudei, não sou um idiota igual a antes... quando vocês menos perceberam terei ela nas mãos 
Sorri comigo mesmo, sei que não vai ser algo de um dia... mas dúvido muito que seja difícil, ela não é tudo isso. 
Primeiro dia de aula - 
 - Narrador 
Todos os estudantes do terceiro ano estavam no ginásio, seria seu último ano no colégio, e todos sabiam os problemas dos veteranos. Então tentariam alerta-los. A diretora, senhora Campbell estava passando as regras, dicas, etc... mas de fato ninguém estava prestando atenção, quando acabou, todos saíram dali e foram para as salas.
Como Zayn não fez o terceiro ano, ano passado, estava na mesma sala que Lindsey, assim, começando seu plano. Ele fez questão de sentar a cadeira ao lado da garota ao fundo da sala. 
- bom te rever - ele disse e logo sorriu
- vá a merda - ela respondeu e prestou atenção na aula 
Malik revirou os olhos e olhou para a aula. 
{...} 
As aulas foram passando até o horário da saída, Lindsey pegou sua mochila e saiu rápido da sala, foi até seu armário, guardou seus livros, e ao fechá-lo James estava ali, e ela quase gritou de susto. 
- De onde você saiu? - ela trancou o armário
- estou na sala ao lado - piscou - bom te ver de novo - sorriu - agora eu sei quem você é
- eu não sei quem você é, lamento - saiu andando
- quer que eu fale sobre mim, ou você está pouco se fodendo pra mim?
- hum... fale de você, no final te dou a resposta.
- okay - andou ao seu lado - sou um cara de 16 anos, que trafica garrafas de bebida pela escola,e cigarros também... ganho uma boa grana com isso... vou a festas, moro com meu pai idiota, mas isso é um detalhe - deu de ombros - e aí?
- você parece um idiota - riu
- wow...
- gostei disso, vamos - sorriu saindo do colégio
- pra onde?
- sua casa é do lado da minha - disse em tom óbvio
- ah, é - riu de si mesmo
- Lindsey?! 
Ela olhou para trás e lá estava Zayn e seu grupinho. 
- o que foi agora? Vai me jogar no meio do cruzamento pra conseguir sua vingancinha?
- não - sorriu e se aproximou - o que acha de esquecer isso? - alisou meu braço
- tira a mão de mim, e quem tem que esquecer é você...
- o que acha de um jantar?
- que tal, nunca?
- qual é? Um jantarzinho, nada de mais, está com medo? Não mordo - sorriu
- não estou com medo, semana que vem, okay?
- okay - sorriu 
Ela voltou ao lado do Cook e eles andaram um pouco em silêncio... 
- ele está pegando no seu pé?
- não é só... depois eu te explico isso, não é nada demais...
- okay - ele disse desconfiado 
Lindsey e Cook foram conversando até suas casas, ambos eram engraçados e até parecidos em algumas coisas, como estilo musical, drogas, seriados e comida... quando chegaram, Cook estava andando até sua casa, até sair de perto da mesma. 


- algum problema? - ela perguntou
- tem uma gravata na porta
- e...
- meu pai está transando com alguém, me recuso a entrar
- riu - oh, entendi.. vamos, pode ficar na minha

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

OI OI! 
Segundo capítulo, e spoiler de leve no terceiro já vai ter hot rs e o próximo ai ser bem maior <3 espero que tenham gostado beijos - Mi 

11 comentários:

  1. Continuaaaaaaaaaaaaaa muito bom, já li uma fic parecida, que tinha vingança, mas que ela se apaixonava por ele, e depois dela descobrir da vingança, ele se apaixona Pr ela e descobre a burrada que fez, depois vai tentar conquistar e bla bla kk

    ResponderExcluir
  2. Cntt logooo
    ;milaah;

    ResponderExcluir
  3. Awn awnn Cook!!! Podia por uns gifs dele se vc achar?? :) eu tô amando Mi mas ainda quero ler haunted hahahah bjss

    ResponderExcluir
  4. Demais, demais, demais... <3
    Continuaaa! *-*

    ResponderExcluir
  5. I'M COOK ~entendedores entenderão~ haha comecei hoje a ler sua fic encontrei por acaso e to adorando e adorei a referência ao Cook <3

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*