25 de março de 2015

Rocket Love- Capítulo 25: Invisível

~Angel ON~

~ EU sei que se você for directioner, nem vai ler meu capítulo hoje porque o que estamos passando dói muito, sem o Zayn... ai,está doendo muito~  

Eu não sabia o que a diretora pretendia mas ela parecia tão ansiosa que acabou contagiando a todos. E de repente tudo pareceu estar se modificando em Wolver. Os dormitórios poderiam ficar abertos a visitas mistas até as dez horas, os alunos ganhariam uma lanchonete, teríamos aulas extracurriculares novas, lutas, artes, música... Ela começou a dizer que queria nos motivar para que voltássemos a ser referência em ensino e aprendizado. Não sei bem como eu fiquei feliz com isso mas estava. Por mais que possivelmente não pudesse aprontar mais quanto antes, não me importava, eu tinha a Liam e quem sabe poderia ter uma vida normal. A forma como ele me olhava nos olhos e me fazia sentir protegida era mágico, não queria parecer melosa e me esforço para isso porém estar com ele me faz derreter completamente.

Nós saímos da palestra e fomos para o refeitório, não vi Liam, caminhei para comer sozinha em algum canto já que meus amigos de ´´máfia´´ estavam me ignorando, Niall mal olhava para mim, Jake e Zayn só me encaravam para demonstrar o ódio deles com o olhar. Não queria isso, não mesmo. Mas foi assim que quiseram.
Nos últimos dias as coisas entre mim e Liam mudaram, não sei, ele parece tenso demais e sempre fica repetindo que gosta de mim de verdade. Não sei o que está acontecendo.

Logo no primeiro dia de aula vimos que Wolverhampton estava realmente se transformando, muitos alunos foram trocados de turma, inclusive eu. Por que será? Porém isso foi mais que perfeito, já que apesar de não sermos um casal nem nada, ia estudar com o Payne. Aliás não sei mesmo o que diabos estávamos fazendo, nos beijávamos no meu quarto ou no dele todos os dias, era bom não termos colegas de quarto. Ele por ser um looser completo e eu por ser um perigo completo.
Os horários estavam em perfeita ordem, minha semana inteira estava descrita em um papel que recebi da assistente da diretora.

Óbvio que sabia que não cumpria nem metade das novas regrinhas que foram colocadas. Nada de festas sem permissão da Direção Geral... Ah tá bom, onde venderia meus contrabandos de bebidas e drogas? Assim meu negócio quebra dona Úrsula.
Não sei mas acho que fiquei viciada nisso, em trabalhar e conseguir dinheiro dessa forma, era tão fácil. Não acho que um pedaço de papel vai fazer isso mudar. Os alunos vão querer doces para divertir a vidinha lixo que tínhamos dentro daquela prisão e eles sabem que os melhores docinhos estão nas minhas mãos. Ou estavam. Drew foi embora e isso cortava grande parte de tudo, ele quem fazia as encomendas. Não sei nem porque estou pensando tanto nisso porque pela cara dos meus ex parceiros, estou fora do negócio. Eles só se esquecem de quem manda mais na parada.

Lá estava eu, Niall e os irmãos Malik no bosque, nosso mais antigo escritório, já que o último, aquela sala minúscula da qual tenho muitas recordações, foi transformado em depósito para alguma coisa.

- Para que nos chamou aqui González? - Zayn falou com a voz firme e senti traços de mágoa. Ele nunca havia me chamado assim...

- Sabem que as coisas vão ficar mais difíceis para o nosso lado, depois que Drew foi pego, eles estarão de olho em cada um de nós. - falei olhando para todos.

- A gente já sabe que você não quer mais fazer o trabalho e não tem problema porque nós vamos continuar - Jake pronunciou e eu o cortei.

- Vocês acham que vão fazer as coisas pelas minhas costas? Chadwick deixou o comando comigo. - quase gritei. Zayn riu e Jake o acompanhou em seguida.

- Drew não falou nada disso e fora que... - os três se entreolharam e riram, menos Zayn - Você está ocupada demais ficando com um otário. Não consegue cuidar nem de você quanto mais dos negócios - dei dois passos para frente quando Jake disse isso, ele me observou.

- Seu moleque estúpido, quem acha que é para falar assim comigo? - cheguei mais perto, meu sangue já fervendo - Sai das fraldas antes de falar comigo, com quem eu estou, é problema só meu. E vocês são uns burros... Sabem quanto dinheiro ganhamos com aqueles gabaritos? E vocês nem sequer agradeceram.

- O que? Você tem noção do quanto é patética? - a voz de Malik 1 rugiu, Zayn estava mesmo nervoso e minha paciência já estava se esgotando - Agradecer? O que você tem? Antes você chutava aquele garoto todo dia, humilhava, socava, o que aconteceu? O que mudou?

Meu passado me condena, sem dúvidas. Pensei em todo o mal que fiz para Liam, realmente eu poderia ser descrita facilmente como um monstro. E pela primeira vez soube que teria que pedir desculpas a ele uma hora ou outra.

- Você me decepcionou Angel. - Niall enfim falou. O que ele sabia? Por favor, nenhum deles entendia nada.

- Não é porque Drew foi embora que vocês podem querer mandar em tudo.

- Em tudo o que? Tudo está acabado. - Zayn desabou, suas palavras profundas e fortes.

- Nós estamos devendo seu idiota. Chadwick não te contou isso? Não falou? Pois é isso, devemos uma grana ao fornecedor porque alguns membros gastam e consomem mais do que devem - Certo, eu meio que me incluía em parte nisso. Mas precisava daquilo.

- E como diabos vamos conseguir pagar? - Horan tremeu nas palavras.

- Não sei, não tenho ideia. Eu tinha esquecido completamente disso, até poucos dias, recebi essa mensagem. - Mostrei o celular velho a eles. A mensagem ameaçadora.

- É muito dinheiro, se tívessemos o que vender seria fácil mas sem isso é quase impossível conseguir. - Zayn esbravejou.

Não estava com muita paciência para ficar ali quebrando a cabeça pensando naquilo. Uma ideia me veio a cabeça.

- Vocês são ricos, podem pagar. - soltei.

Já previa aqueles olhares, que mãos de vaca. Eu era a única realmente pobre dali, sabia que os Malik e Drew só faziam isso por diversão porque eram realmente endinheirados, Niall estava para uma classe média acomodada e confortável mas ainda sim eu que não tinha condições de pagar nada.

- Muito engraçadinha você Angel, são quase dez mil euros, e que eu saiba você é a única que economiza seu dinheiro, todos nós apenas gastamos tudo que ganhamos. - Jake falou e sim, era verdade.

- Realmente não quero continuar fazendo essas coisas, então essa será a última vez. Acho que devemos roubar dos mais ricos. Tipo o Luke e outros de Wolver. - disse na lata.

- Como vamos fazer isso? Eles tem contas, não guardam dinheiro no colchão. - Niall ironizou.

- Temos que dar nosso jeito.

Isso foi a última coisa que disse antes de me afastar deles e seguir meu rumo. Não queria ficar discutindo isso várias vezes, era bem simples, precisávamos arrumar aquele dinheiro para ontem. Do contrário poderíamos ficar muito encrencados.


~ Liam ON~ 



As coisas mudam. A pessoa que eu mais sentia medo, raiva, mágoa, e tantas outras coisas, é o ser que eu mais me abri sentimentalmente falando, Angel é a maior surpresa da minha vida. Sempre soube que não devíamos julgar as pessoas antes de conhece-las, mas nesse caso tudo levava a crer que meu julgamento estava correto. Mas não completamente. Não existem apenas seres totalmente bons ou totalmente ruins.
Por várias noites tentei identificar o que eu era nessa linha, entre bom e mau, e não, eu não me encontrei. E talvez não exista essa resposta, ela pode nem ser tão importante.

Não consigo me recordar de quando meu olhar para Angel passou de raivoso à apaixonado. É um grande salto, imenso, quase impossível, uma troca total de sentimentos. Porém aconteceu, isso foi vivido dentro do meu coração.
Hoje eu pensei em Katherinne, de maneira nenhuma posso dizer que o que tínhamos era pequeno ou superficial, mas comparando com o turbilhão de coisas sentidas com Angel parece que sim. Não queria ser grosso, nem faz~e-la sofrer mas é óbvio que preciso acabar com meu ´´namoro´´ oficialmente.

Enquanto estava dentro de uma vingança, uma farsa, eu acabei vivendo muito mais intensamente e me descobrindo muito mais do que na minha vida comum. Enquanto estava atuando eu fui o mais verdadeiro para mim do que jamais fui. Descobri que fui covarde tantas e tantas vezes com González, que deveria ter gritado e reagido mais, talvez tentado conversar pelo menos uma vez com ela, nós dois sozinhos, até imaginei se não poderia ter beijado ela muito antes. Queria eu ter tido iniciativa do nosso primeiro beijo.

Tudo ainda é confuso em minha mente, claro que sei que as coisas são complicadas, ela é a pessoa mais difícil que já conheci na vida porém a mais interessante, a mais intrigante, a pessoa que mais gosto de ficar do lado. Isso é tão estranho. Afinal eu já quis literalmente matá-la tantas vezes.
O amor e o ódio estão lado a lado, e podem um dia se chocar e fazer essa loucura.

Em meio a uma aula de física II mandei um papelzinho para Katherinne, não sei a que pé estava nossa ´´relação´´, a verdade é que não sabia qual seria a reação dela. Nas últimas semanas ela só fala comigo sobre como estava indo a minha vingança, eu claro disfarçava. Dizendo que tudo estava indo bem, que eu estava enganando bem Angel... Eu sabia que estava me enganando ao dizer isso. Percebi ela ler e depois olhar para mim afirmando com a cabeça como se concordasse. Pedi para nos encontrarmos depois da aula.

Como marcado lá estava eu esperando ela próximo ao bosque, ela sentou-se ao meu lado em toco de árvore. Percebi que era o certo a se fazer, ela nem me beijou. Acho que já terminou a muito tempo.

- Kath... Eu quero falar sobre algo muito sério. - falei calmamente iniciando o assunto - Sobre nós e todo o resto. - ela me olhou medindo minha expressão.

- Okay... - ela respondeu soltando o ar - Você não quer mais se envover com aquele monstro né? - Meu deus... Como ela estava enganada. - Entendo, mas é para nosso bem Lee... - ela fez carinho em minha mão, nosso primeiro contato em muito tempo.

- Na verdade, acho que não vai funcionar mesmo, não posso mais fazer isso, e nós... - a olhei, ela me acompanhando atentamente - Nós mal nos falamos, tudo passou a ser só sobre o clã.

- O que está tentando dizer? - sua voz saiu calma mas vi sua veia saltando na lateral de sua testa. - Não quer mais a vingança?- eu assenti, ela revirou os olhos. - Só isso?

- Quero terminar. - fui curto e grosso, ela cerrou os olhos, depois abaixou a cabeça, senti que ela respirou uma, duas, três vezes. Estava me preparando para ser xingado ao máximo, até apanhar, não que eu achasse que fosse o estilo dela. Porém vai saber o que uma garota rejeitada é capaz de fazer.

Eu acho que esperei uns dois minutos por uma resposta. Depois dessa imensa pausa, ela apenas olhou para mim e acenou. Como se dissesse ´´tudo bem´´. E foi só, não conhecia aquela pessoa que estava ao meu lado, essa era a verdade. Pareceu nem se importar, não demorou muito para ela dizer que tinha que ir e me deixar lá naquele bosque sozinho.
Fiquei ali pensando em como eu sentia mais leve apesar do clima tenso. Agora eu me sentia livre para enfim começar a viver o que eu sentia. Um recomeço para mim.


~ Narradora ON~ 



Os dias se passaram, os alunos estranharam as novas regras mas logo a maioria já estava adaptada. Dentro daquele imenso internato, uma pessoa se sentia ainda mais pequena do que pensava ser possível. Não falava com ninguém durante todo o dia, fazia suas refeições sozinhas em algum canto qualquer do refeitório ou então nem comia, muitas vezes preferia. Seus dias estavam limitados a acordar, fingir prestar atenção nas aulas e voltar para seu quarto e dormir. Malu sofria, era perceptível. Qualquer pessoa que a olhasse perceberia que não estava bem, o problema é que parecia que ninguém prestava atenção nela, ninguém a observava ou se importava. Era isso que ela pensava e em grande parte estava certa. Era invísivel para praticamente todos ali.

Apenas duas pessoas pareciam guardar a garota em seus pensamentos diários, Harry e Louis. Não que eles compartilhassem isso com alguém, guardavam para si e tentavam viver suas vidas normalmente. Styles se dedicava aos estudos e agora começara aulas de violão e canto, graças às novas atividades extracurriculares de Wolver, já o outro se entregava aos esportes, futebol e natação, eram os hobbies de Tomlinson, um meio de escapar de pensamentos confusos que o afligiam. Os dois não estavam se falando até uma tarde no fim do treino de Louis, quando ele chegou em seu quarto e encontrou Harry com uma foto em suas mãos e lágrimas nos olhos.
Assim que viu o colega de quarto tentou disfarçar e limpar o rosto mas não adiantou. Dando alguns passos o garoto percebeu que na foto estavam três amigos risonhos...

Louis largou a bolsa e sentou-se em sua cama, olhou para o chão assim como Harry que estava sentado em sua própria cama.

- As coisas não deveriam acabar assim... - Tomlinson disse acabando com o silêncio no recinto.- Todos nós erramos muito mas sei lá... Isso não está legal. Essa situação...

- Eu sei - a voz rouca e magoada disse - Sinto falta da gente - estendeu a foto.

- Não sei se dá para ser como antes. - a voz saiu firme.

- Mas Louis, o que temos ou tínhamos era algo forte, eu sei que você contou coisas a ela que nunca disse a ninguém, assim como eu. Eu contei meu segredo a ela, uns dias depois de voltarmos e nunca falei nada para ninguém. Só para vocês dois.

O segredo de Harry era algo perturbador, foi o que levou ele até o Internato. Styles foi morar com seu pai a alguns anos antes, ele tinha uma madrasta. No começo eram apenas olhares que para uma criança que era não significavam nada, depois foram toques, ele não entendia porque a mulher de seu pai estava fazendo aquilo, depois foram beijos e mais toques, e ele era apenas uma criança coagida. Os anos se passaram os desejos de adolescente surgiram e um dia seu pai o pegou no flagra. Não teve conversa, a madrasta conseguiu inverter toda a situação e destruiu a relação entre pai e filho. Na verdade o pai de Harry o odiava. Rejeitou-o totalmente e fez com que ele fosse despejado em Wolver.

- Você tem noção do que aconteceu Harry? Ela agiu como uma vadia... - o coração do garoto doeu ao pronunciar aquelas palavras. - Não sei se consigo perdoar.

- Eu quero ela Louis. - Styles soou decidido.

- O que? Como assim a quer? Está louco?

- Talvez, eu não consigo controlar, o que eu sinto por ela chega a doer, eu me senti destruido quando soube do que estava acontecendo mas não consigo evitar sentir isso - levou à mão ao seu coração- Quero ficar com ela.

A cabeça de Tomlinson girou, aquelas palavras o pegaram completamente de surpresa. Ele não queria se sentir um lixo contando que se sentia da mesma forma porém não queria esconder e esmagar tais sentimentos dentro do seu peito. Então decidiu ser honesto.

- Cara, você sabe que eu te amo, você é meu melhor amigo a tanto tempo... Eu preciso dizer que, eu também estou apaixonado pela Malu. - os olhos verdes se arregalaram em resposta.

- Então está tudo mais fudido do que eu achei. - Foi uma frase simples, seria cômica se não fosse trágica.-O que faremos? Vamos tentar esquece-la com outras?

- Eu terminei com a Carly. Você ainda está com a Ellen?

- Nunca estive com a Ellen, eu só estava tentando me distrair. - Harry falou.

- Quando começou isso com a Malu? - perguntou curioso.

- Sei lá Louis, ela tentou me beijar e eu me vi completamente assustado porque ela era a única garota que eu não pensava daquela forma. Então fui ver que nossa, ela tem tudo que eu sempre quis em uma companheira e... - Harry parou quando viu a expressão do amigo se fechar - Desculpa, esqueci que as coisas são realmente diferentes agora, já ficamos com as mesmas garotas, mas nenhuma delas era a Malu. - Triste constatação. - E você? Quando percebeu?

- No começo eu só queria experimentar algo, confesso que agi por impulso, não pensei muito nas consequências e nem em estragar a amizade, foi só pele, só atração. Mas então vi que era impossível ser só isso com ela, quando eu a olhava na aula, só queria protege-la de todo o mal, e quando estávamos juntos, queria que durasse para sempre. - Louis olhou para Harry - É amigo, estamos ferrados.

Não demorou muito para que os dois se entendessem e entrassem em um acordo. Seria dolorido para uma das partes ou para todas, já que uma pessoa saíria bem mal dessa história. O trato era o seguinte, conversariam com a garota desejada em questão, May Lucianne Black, seriam francos e quem ela escolhesse, seria o ponto final. O ´´rejeitado´´ não poderia mais dar em cima ou insistir, claro que os dois admitiram que não seria fácil mas acharam que seria a melhor maneira para resolver a situação, resolver de maneira prática o que era extremamente complicado.

O dia da conversa chegou, lá estavam Louis e Harry esperando Malu na porta de sua sala, a menina era a última a sair, queria que ninguém a percebesse, então esperava e logo depois saía. Levou um susto ao encontrar os dois à sua espera. Os meninos viram na expresão cansada que não estava sendo fácil para ela também.

- O que vocês querem? Vão me xingar de novo? Não obrigada. - ela se encaminhou para o corredor.

- Precisamos conversar seriamente, vamos - Harry pediu olhando profundamente para a garota.



CONTINUA...

Vou tentar ao máximo postar no fim de semana e terminar o mais rápido possível
Estou na faculdade, fazendo Biomedicina, então eu estudo o dia todo, vocês não tem culpa, eu que sou irresponsável por não conseguir cumprir minha obrigação com vocês
Mil desculpas

Eu estou chorando a umas três horas

ZAYN... :( MAL TENHO PALAVRAS, MEU CORAÇÃO DÓI DE UM JEITO QUE NEM CONSIGO DESCREVER

















19 comentários:

  1. My heart tá todo quebrado!! Putz, ver o nosso Zayn desse jeito :'( </3 da vontade de chorar até se afogar nas lágrimas

    ResponderExcluir
  2. Está ótima essa fic simplesmente perfeita! Hoje foi o dia em que meu coração parou de bater...

    XxxBeatrizBarbixxX

    ResponderExcluir
  3. olha a fic ta perfeita, e eu tenho uma ótima notícia pra vcs!! atenção todas directiners
    Uma entrevista feita com o cantor zayn malik hoje no dia 26/03/15 foi confirmado que zayn malik n saiu e nem foi expulso da boy band one direction.sua gravadora n permitiu que nenhuma resvista fosse postada com esta entrevista.A irmã mais velha de zayn malik falou que a produção so esta fazendo isto para chamar a atenção do público jovem, e também por motivos de saúde do adolescente .Então foi confirmado que zayn malik n saiu da boy band, e também n pretende sair......o cantor disse "eu prometi para todas vocês que nunca desistiria dos meus sonho, então é isto que irei cumprir"

    ResponderExcluir
  4. Zayn... fiquei sabendo quando Cheguei da escola lá pra 18:30 , só parei de chorar quando era 22 e pouco quando dormi, foi uma facada! E hoje com a entrevista que o "cara normal " deu acabou com às minhas esperanças... vou apoiar os meninos ao máximo. Pode parecer egoísmo meu mais tô sentido como se ele tivesse nos abandonado

    ResponderExcluir
  5. Amei, muito bom, Dri nós entendemos pois na faculdade não é fácil, não tem tempo pra nada, acho melhor você escrever o resto dos capítulos e quando terminasse, ia só postando

    ResponderExcluir
  6. Drica, desculpa só ler agora, mas naquele dia não dava mesmo e os dias se passaram e minha vida na escola também não tá fácil :/ Só quero dizer que o cap tá ótimo, Langel é vidas, mas acho que uma certa garota rejeitada pode se vingar, e que se eu fosse a Malu ficaria com os dois e não dava atenção pra opinião das pessoas e eles teriam que aceitar ;)
    Temoa que seguir em frente né? É difícil, mas conseguimos :3
    Bom, beijo :* Até o próximo Xx

    ResponderExcluir
  7. Drii amei o capítulo, sem palavras pra descrever oq sinto em relação ao Zayn

    ResponderExcluir
  8. Driquinha pfv continua eu to simplesmente amando suas fics amei Little things e to amando essa

    ResponderExcluir
  9. Drica do céu continua.. Por favor <3

    ResponderExcluir
  10. Drica, se você for parar de postar avisa, porque eu sempre venho aqui pra ver se tem capitulo novo e adivinha? Não tem! Então, mesmo que as pessoas não estajam gostando dessa fic como gostaram de little things e tem que ser você! Obrigada por me decepcionar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou uma frase, mas eu quis dizer pra vc continuar mesmo que não estajam gostando, pq eu estou como várias outras pessoas

      Excluir
  11. dricaaaaaa e a continuacao ? essa fic ta muito pft

    ResponderExcluir
  12. Drii.pfv Eu não aguento mais vir aqui todos os dias e não ver o cap novo então se vc não for mais postar entao avisa logo eu não estou julgando é que eu amo sua fic assim como amo little things então pfv posta drica tá tão perfeito! Continua pfv. Se não postar então dá apenas um sinal de vida! 😍😍😍😘😭😭😢😖😖 keroooo mais rlcket love 😭😭

    Letícia Styles ♥♡♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rocket Love ** desculpa os erros é o corretor 😉😉

      Leticia styles ♥♡♥

      Excluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*