8 de agosto de 2015

Unbreakable Connection - 1° Temporada - Capítulo 03 - A Strange Car With a Known Boy

"- Você também parece ser legal, Harry."

Capítulo Anterior

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Harry acena a mim, ao nos separarmos no corredor, o resto das aulas foi tranquila. A única em que me deixou apreensiva foi à aula prática. Assim em que a aula matutina teve seu termino, caminho até a saída do edifício, onde Alice e Holly estavam a minha espera.

- Oi! – Sorrio enquanto digo.





- Olá – Diz Alice. – Vamos?

- Sim! – Diz Holly com certo entusiasmo.

- Então, Alice – Começo a falar. – Como foi seu primeiro dia?

- Foi bom. – Ela diz. – Tem algumas garotas legais na minha sala e tem alguns garotos bonitos. – Ela diz sorrindo, como se aquilo fosse o que ela sempre quis.

- Uuh, garotos! – Holly diz em tom de brincadeira enquanto sorri.

Alice sorri, assentindo.

- E... Seu pai aceita que você... – Tento dizer em alguma forma que não diga nada de errado.

- Não irei dizer que está tudo bem... Mas ele aceitou parcialmente que eu fique.

- Então quer dizer que você está morando sozinha? – Holly pergunta.

- Na verdade não – Ela ri enquanto atravessamos a rua. –, Ele ficara comigo até quando puder.

- Entendi... E sua mãe, está bem? – Pergunto.

- Sim, mas ela não poderá vir para Bradford tão cedo. – Ela diz enquanto Holly empurra a porta do restaurante, fazendo o sino que anuncia nossa chegada ecoar pelo recinto. – Ela não está tão bem de saúde e precisar ficar por causa do trabalho.

- Ela não pode pedir um recesso? – Holly pergunta.

- Eu não sei muito bem como as coisas funcionam. – Alice diz. – Mas é muito provável que eu tenha que visitá-la e não ela me visitar.

- Ah sim. – Diz Holly com o olhar baixo quando nos sentamos.

Ela deveria estar preocupada com a mãe dela, como me disse ontem.

- Sua mãe está bem, Holly? – Pergunto

- Na medida do possível – Ela diz com certa calma, sorrindo fracamente com o canto da boca, enquanto Alice faz o pedido, assento com a cabeça vendo a conversa fluindo novamente.




~*~

Assim que o sino da ultima aula toca, eu caminho até a saída do edifício, convicta de que Kyle estaria procurando por mim, apresso meus passos, mesmo estando no meio de todas aquelas pessoas, não encontro Holly e nem Alice na saída, então faço meu caminho até o carro estacionado num lugar bem mais próximo a porta de entrada.

Entro no mesmo depois de destravá-lo, coloco a mochila no banco ao meu lado e faço meu caminho diretamente para casa, onde eu poderia finalmente ficar sozinha.

Saio do carro quando chego, fecho a porta e a mesma faz certo barulho, caminho até a portaria calmamente, já me sentindo um pouco mais segura, mesmo ainda não estando em casa. Aceno com a cabeça ao porteiro que cuidava daquele turno e sigo até o elevador, o mesmo se movimenta quando eu indico o andar, e logo eu apareço no corredor número 10, caminho até o final do corredor, e dobro o mesmo, distraída olhando para o chão, ergo minha cabeça quando me deparo com aquele que eu estava evitando.

Lá estava Kyle, encostado na parede com um dos braços, olhando para mim, com uma expressão facial na qual não consigo decifrar, engole o seco e reviro meus olhos, desviam o contato visual que ele iniciou.

- O que você está fazendo aqui? – Pergunto de braços cruzados, num tom seco.

- Temos assuntos inacabados, se ainda não percebeu. – Ele diz quase no mesmo tom de voz que eu, porém, subitamente calmo.

- Eu não quero conversar com você, Kyle, se ainda não percebeu. – Falo arqueando uma das sobrancelhas, caminhando até minha porta, invadindo o seu espaço, mesmo querendo estar a mil metros de distancia dele. Coloco a chave na porta.

- Você não escutou aquilo que eu te disse ontem? – Ele diz como se fosse meu pai. – Olhe o jeito que você fala comigo.

- Eu não devo nada a você, então, portanto, eu falo do jeito em que EU quiser. – Tento parecer calma, mesmo dizendo naquele tom de voz.

Empurro a porta e me impulso para dentro, o mais rápido possível.

- Maya Lawrence! – Kyle exclama do outro lado a porta, logo após de eu tê-la fechado.

- Cale a boca, Kyle. E faça-me o favor de sumir. – Falo num tom sério, realmente esperando que ele fosse embora, depois que minha voz se sobressai, não se ouve mais nada.

Afasto-me da porta, jogo a mochila sobre o sofá e então se ouve a voz de Kyle novamente.

- Apenas lembre-se de que aquele garoto, não te protegera de mim.

Engulo o seco, elevando as a testa, e pela segunda vez seguida, sentindo medo de Kyle subir pela minha espinha. Aquele garoto me vem a cabeça, e pelo resto do dia, ele fica martelando em minha cabeça.

~*~

Zayn Malik P.O.V



(Não sei vocês, mas o Zayn ainda me destrói)


Tyler nos fez parar em uma cidade vizinha de Bradford, da qual eu não me lembrava o nome no momento, ele disse que tinha um cliente que precisava o pagar, e iria passar para pegar o dinheiro, em seguida seguiríamos a viajem para o sul.

Paramos em na frente de um sobrado, pintado em cores claras, e o que restava a mim, e o resto dentro do carro, era apenas esperar, ato que me corroia por dentro.

Enquanto olhava para o asfalto, sem nem piscar os olhos, em minha mente me veio àquela garota, no qual o nome seria... Maya... Era um lindo nome para se jogar fora com um cara daqueles, porém, o que eu estava dizendo? Eu era o mais sujo daquela história toda.

Suspiro imaginando o que ela estava a fazer naquele momento, provavelmente estaria sendo o mais normal possível, enquanto eu escapava da policia. Definitivamente eu não prestava. De modo algum.

Tyler aparece no portão, com uma expressão não muito boa, suspiro, lá vem bomba.

- O que houve? – Pergunto assim que ele adentra o carro.

- O cara não tem todo o dinheiro. – Diz ligando o carro, dando meia volta, em vez de seguir a frente.

- Onde está indo, Tyler? – Pergunto sem entender absolutamente nada.

- Esse cara com que eu acabei de falar, ele é amigo de uns caras da policia, que nem imaginam que ele trafica droga pra toda a cidade, por baixo de seus narizes – Ele diz, eu assinto – Ele disse que a barra já está limpa, dês de que não voltemos pro buraco.

Buraco é onde nós geralmente guardamos parte de nossa mercadoria, porém não toda ela, foi o lugar onde os policias iriam nos pegar, se não saíssemos antes.

- E onde colocaremos nossa mercadoria? – Ouço a voz de Louis.

- Coloquem na minha casa, temporariamente – Caleb diz calmamente.

- Ok. Iremos passar por lá, bem discretamente, um de nós entra, pega o que estiver por lá e ficaremos na casa de Caleb, até que eu encontre outro local.

Assinto com a cabeça, sentindo meus olhos pesarem, e lá vamos nós, voltar para Bradford, uma viajem feita por nada.


~*~


Maya Lawrence P.O.V




Finalmente meus olhos se abrem, lentamente eu me movimento por debaixo dos cobertores, e meus olhos pousam sobre o relógio em cima do criado mudo, no mesmo instante eu pulo da cama como se fosse um gato, faltavam exatamente vinte minutos para minha aula começar.

Prendo meu cabelo rapidamente e vou para o banheiro, faço minha higiene matinal, escolho a primeira roupa que vem pela frente, uma calça jeans escura, uma blusa larga, porém curta, tingida de branco, calço minhas sapatilhas e pego a mochila, colocando a mesma sobre os ombros e saio caminhando até a sala, pego meu casaco sobre o sofá e saio do apartamento, caminhando até o estacionamento em passos rápidos, adentro o carro e dirijo o mais rápido possível.

Estaciono o carro na frente de um café, rapidamente eu saio do carro e entro no pequeno local, decorado com moveis rústicos, vou até balcão, peço um cappuccino de chocolate e em minutos fica pronto, pago pelo mesmo e saio o local, tomando um gole, o sinal estava vermelho, e um carro com os vidros pretos, lataria preta estava parado, continuo caminhando e viro meu rosto para observar novamente.

E então eu o vejo novamente, tão rapidamente que nem perceberia, se não olhasse novamente, ele me encarava do mesmo jeito que eu provavelmente estaria encarando-o, volto a olhar para frente, engolindo o seco enquanto caminho até o carro, logo depois que entro em meu carro, o automóvel em que ele estava passa na minha frente.

Aquilo estava sendo mais do que uma simples coincidência, e estava começando a me assustar.

Depois que perdi seu carro de vista, dirijo até a faculdade tentando manter a calma, mesmo estando atrasada, estaciono o carro e adentro o prédio tentando fingir que estava normal.

Vejo Holly na secretária assim que entro, ela me vê quase que segundos depois, ela corre até mim, seu rosto estava levemente inchado e algumas lágrimas escorriam pelo seu rosto, ela me abraça e por alguns minutos eu tento entender o que estava acontecendo e mesmo sem perguntar absolutamente nada, já havia compreendido.



(Imaginem que ela está abraçando uma garota hauahua)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Oooooi! Tudo bem meninas!?

Desculpem ter atrasado mais do que o dia que prometi postar, sorry! Só consegui sentar pra escrever hoje, enfim, ta ai, espero que tenham gostado do capítulo curtinho, e é isso!

O que acham que acontecem com a Holly?? Tantantan!

Beijinhos Pandas! Comentem pra Mandy?

10 comentários:

  1. Ameiii flor diva lianda. ...Qq dias vc vai postar divaaa?!??espero que seja logo

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que a mae da Holly morreuu. ....continuaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou postar todos os finais de semana amore, obrigada por comentar!

      Excluir
  3. Maria Eduarda Zancanelo9 de agosto de 2015 21:44

    Continua logo. Perfeito.

    ResponderExcluir
  4. A mãe da Holly tá com câncer terminal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez ela esteja kkk obrigada por comentar!

      Excluir
  5. Está perfeito, você escreve muito bem e tem uma ótima imaginação, você é uma ótima escritora, parabéns, espero que quando puder continue... bjs
    Xx juh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada meu anjo, irei postar esse final de semana, já que no outro não pude postar, espero que goste! *-*

      Excluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*