7 de setembro de 2016

♥Unknown - Cap - 23♥

Imagem de morning and me

Antes

Desligo o telefone e sinto lágrimas inundarem meus olhos. Como Zayn pode ter uma mente tão fechada? Como pode implicar de tal maneira com o Will? Eu jurava que passaria a noite toda pensando nessa conversa, mas por incrível que pareça, logo peguei no sono e dormi. 

Agora

Segunda-feira 16:30hrs

             Era o meu primeiro dia de trabalho no boliche e me sentia tremendamente animada apesar de tudo o que aconteceu. Quero dizer, a briga com Zayn. Faltam três dias para o natal e ele não me ligou desde a nossa última conversa -discussão- e me sinto péssima por não saber se ele chega a tempo. Coloquei meu uniforme de trabalho e joguei um grosso sobretudo por cima pra espantar o intenso frio de dezembro. Um cachecol envolta do pescoço e voilá, estava pronta. Peguei minha bolsa e fui ao encontro de Lena que ainda não tinha sequer tomado banho.

- Você não ta pronta? -pergunto.
- Ham... -ela checa o relógio de pulso- No meu relógio é 16:40 e o boliche só abre às seis então, acho que você se adiantou.
- Sim, mas eu pensei que fôssemos pra você me explicar algumas coisas...
- Qual é o segredo em anotar pedidos e depois levá-los até a mesa certa? Você aprende com cinco minutos. Estaremos lá 17:50. Porque não liga e fala com Zayn enquanto isso?
- Eu... Não sei se devo...
- Por que não?
- Tivemos uma discussão antes de ontem e desde então ele não me ligou, acho que não quer falar comigo.
- Discutiram o quê? -ela pergunta curiosa- Oh espera! É sobre você trabalhar no boliche?
- Exatamente! Por que ele tem que ser assim?
- A especialista em homens não sou eu. -ela encolhe os ombros.

               Suspiro pesadamente e me jogo no sofá.

- Mas se quer saber, -ela continua- o Zayn gosta muito de você, mesmo. Você devia ligar.
- Eu não sei...
- Se não quer ligar por ele, então ligue por si mesma. Você fica péssima quando estão brigados. 

             Então ela se levanta e sai em direção ao banheiro. E eu, fico sentada ainda pensando se devo ou não liga pra Zayn enquanto as palavras de Lena fazem um coro em minha mente. Então pego o celular e ligo, com o coração na mão e sem saber ao certo o que vou falar quando ele atender, mas ligo. Só que não foi preciso me incomodar muito porque ele não atendeu. Ele não atendeu! Enfio o celular de volta na bolsa e não sei se fico brava ou preocupada. Decido pela primeira opção e concentro toda a minha paciência em esperar Lena terminar de se arrumar.

[...]

               Chegamos no boliche exatamente às 17:50 da tarde, entramos pelos fundos pois Will ainda não tinha aberto as portas da frente. Tirei meu sobretudo, pois o lugar era repleto de aquecedores e coloquei em uma salinha que era exclusiva para os funcionários. Lena me explicou tudo o que eu precisava saber e começou a me arrastar para conhecer o pessoal da cozinha.

- Esta, é a nossa garota das bebidas! -ela fala animada me apresentando pra uma menina alta e esguia com uma cabeleira preta e pele morena. Linda!
- Sou Betty. -ela sorri e estende a mão pra mim.
- (Seu Nome).-retribuo o sorriso.
- Este é Colton, o carinha que faz os melhores hambúrgueres da cidade! -Lena diz.
- É um prazer te conhecer Colton, sou (Seu Nome). -dessa vez eu estendo a mão e sorrio.
- O prazer é todo meu. -ele pega minha mão e deposita um beijo me surpreendendo.
- E, esqueci de dizer, o maior tarado de toda a cidade também. -Lena acrescenta e todos rimos.

               Ela me apresenta pra mais duas pessoas e então para colocando as mãos em meus ombros e olhando fundo em meus olhos.

- Agora vou te apresentar ao chefe da cozinha, não olhe nos olhos dele ou poderá se perder para sempre, acredite, eu fiz isso e ainda tremo só de pensar naquelas mãos em meu corpo. E também não sorria pra ele, nem olhe quando ele estiver sorrindo, pode ser fatal! -Lena fala tudo rápido e muito séria, o que me faz rir.
- Ficou louca? -continuo rindo.
- Fiquei! E você também vai ficar se não seguir esses conselhos que dei. Acredite, o chefe é quase um kriptonita! E aqueles lábios... Deus... Se chegarem a encostar em sua boca pode ter certeza que não verá o outro dia nascer.
- Você já conheceu os lábios dele? -pergunto.
- Todas que trabalham aqui já conhecerem! E não foram só os lábios que conhecemos...

Resultado de imagem para gifs miley cyrus

- Lena! -dou risada do modo como ela fala.
- Que é? O cara é divino! Sério, quando você experimentar vai saber do que estou falando.
- Eu não vou experimentar nada! E você sabe disso.
- Ah claro, porque você está totalmente na do Zayn. -ela revira os olhos.
- Não é só por isso...
- Ta ta, você vai negar até a morte, vamos logo.

                Ela me puxa pelo braço e nos aproximamos de um homem largo nos ombros, alto e cabelos pretos. De costas pra nós, mexendo em algo na cozinha. Lena o chama pelo nome de Carlos e ele se vira. Os olhos de um verde lindo e a barba por crescer, Carlos nos recebeu com um sorriso muito bonito, mas de jeito nenhum fez minhas pernas tremerem como o Zayn conseguia fazer só com uma piscada.

- Esta é (Seu Nome), hoje é o primeiro dia dela aqui com a gente. (Seu Nome), este é Carlos, o chefe da cozinha.
- É um prazer te conhecer Carlos. -sorrio.
- Eu digo que o prazer é todo meu. -ele me encara e eu encaro de volta.
- Então, vamos ao trabalho né?! -Lena declara e me puxa de volta para o salão principal.

               Ela me dá uma caneta e uma caderneta e fica me olhando com uma cara engraçada.

- Que foi? -pergunto.
- Você ignorou todos os conselhos que eu falei.
- É, e não aconteceu nada do que você disse que aconteceria.

Resultado de imagem para gifs lucy hale

- Você tem problema. -ela declara e sorri.
- Olha quem fala! -retruco.
- Bom, preparada pra atender sua primeira mesa? Os primeiros clientes da noite estão chegando.
- Preparada! -falo animada.
- Então vai lá, vou ficar olhando daqui.

               Respirei fundo e caminhei em direção à minha primeira mesa. Era um casal muito bonito e os dois me receberam com um sorriso, o que me encorajou e tranquilizou ao mesmo tempo. Anotei o pedido dos dois e levei até a cozinha, e assim que ficaram prontos, me encarreguei de levar até a mesa deles. Parece que fiz isso a vida inteira de tão fácil que foi.

- Você se saiu muito bem! -Lena disse logo que voltei da mesa.
- Você acha mesmo? -pergunto animada.
- Parece que fez isso a vida toda!
- Foi exatamente o que eu senti! -concordo.
- Bom, bem vida à família! -ela sorri e eu agradeço.

               Sabe aquela sensação de que você finalmente está fazendo algo certo e útil em sua vida? É exatamente como estou me sentindo agora! Parece que pela primeira vez na vida estou finalmente encontrando o meu caminho e no lugar certo! Assim como a unica coisa boa quando se está no fundo do poço, é que só tem como melhorar, a única coisa ruim em se estar tão bem e feliz, é que sempre vai ter algo pra te deixar pra baixo de novo. Só espero curtir minha felicidade por um bom tempo...

Demorei mas postei de novo. O próximo vou tentar postar mais rápido, prometo.Amo vocês! -Deh♥


6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Tente não demorar please,amo essa fic de paixão��

    ResponderExcluir
  4. Olá! adorei o blog, queria saber se há vagas para postadoras? escrevo fanfics há muito tempo também e há mais ainda sou directioner! beijos

    ResponderExcluir
  5. Sério, estou literalmente amando esse blog... O seu talento me cativa, continue assim e você terá um imenso futuro como escritora...

    ResponderExcluir
  6. Posta logo esse capitulo, eu nunca te pedi nada!!
    obs: Concordo com a Fernanda Marçal

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*