9 de maio de 2016

HAUNTED 29 - Wrong Way


- Mas tem uma condição.
- Pode falar, faço qualquer coisa. 
- Vai ter que me contar tudo mesmo, cada detalhe sobre todos, inclusive você... e vai ficar preso - Eu disse mostrando as algemas - eu estou confiando porém ainda não enlouqueci 
- Bem, eu não tenho outra opção. 
- Não tem mesmo - Eu disse o algemando - agora me diz tudo que você sabe. 

(...) 



LOUIS P.O.V. 

Quando terminei meu trabalho decidi sair até uma lanchonete próxima pra comer um lanche, estava morrendo de fome. 
Já estava na "Fast" quando me lembrei que Franky traria a lasanha, mas já fazia mais de duas horas que ela havia saído só pra pegar o celular. 
Enquanto comia, decidi ligar pra ela, por um momento estou até preocupado. Chamou algumas vezes e logo caiu na caixa postal, liguei de novo e nada. 
Terminei meu lanche logo, mandei uma mensagem pro Liam falando que iria sair e peguei meu carro indo direto pro apartamento, ao chegar olhei pro carro dela que estava parado na porta e suspirei mais aliviado. 
Subi pelo elevador e entrei no apart chamando ela pelo nome, segui até a cozinha e ela falava com nada menos que Mike um dos caras que eu mais odiava nessa investigação, o mesmo estava algemado com as mãos sob a mesa. 

- O que é isso? - Me aproximei dos dois 
- Bom te ver, Louis - Ele disse cínico 
- Tenho certeza que não falei com você - O fuzilei 
- Mark comprou alguns policiais, estavam tentando matar ele. 
- Não seria uma má ideia - Resmunguei 
- Louis - Ela chamou minha atenção 
- E você confia nesse cara, Franky? 
- Olha... sei que você me odeia - Mike suspirou - mas eu só não quero morrer e eu não faço mais parte da facção, tenho muitas informações e eles sabem que se precisar eu vou dizer tudo... um policial tentou me matar, eu só quero ajuda. 
- O problema é que não confio em você, Mike, não importa o que você diga. 
- Você não tem ideia das coisas que ele me falou, Lou... - Franky se levantou 
- E ele não pode estar te manipulando? 
- Não nasci ontem - Ela revirou os olhos 
- Vamos mesmo brigar por causa dele? 
- Não, mas eu acredito nele, o que ele me contou faz total sentido. Mark tem dinheiro pra comprar um policial, o que achamos nas contas no nome dele é muito pouco pro tamanho da facção. 
- Então se ele estiver certo, o que vamos fazer? Não dá pra manter esse cara aqui e fora que já devíamos ter ligado pro Benjamin à muito tempo. 
- Confia em mim - ela se aproximou - tenho uma ideia. 
- E eu tenho medo dessa ideia. 
- Vai dar certo - Me beijou 
- Podem me poupar do casal feliz? - Mike resmungou 
- Você não tem moral pra falar nada - O fuzilei - olha... acho que devíamos falar com o Liam e o Thomas, eles são de confiança. 
- Chama os dois aqui - Beijou meu rosto - vai lá, eu fico de olho nele. 
- Tudo bem. 

***


Quando abri a porta já estava preparado para os trezentos sermões do Liam. 

- Eu realmente espero que vocês dois estejam se confundindo e achando que hoje é primeiro de abril - ele disse entrando no apartamento 
- Tenho que concordar com o Liam - Thomas coçou os cabelos nervoso - se o Benjamin descobrir mata a gente. 
- Podem parar de reclamar e escutar o cara? 
- Pensava que odiava ele? - Liam ergueu uma sobrancelha 
- Só quero fazer o que é certo, quando acabar quero ele apodrecendo na cadeia. 
- Agora parece o Louis que a gente conhece - Thomas debochou 

Levei os dois até a cozinha, fui obrigado a ver a cena da Franky dando água pra ele. 

- Eu não vou soltar a mão dele - Se defendeu notando meu olhar 
- Bem... - Tentei ignorar - a questão é que tentaram matar ele e segundo o Mike tem policiais corruptos. 
- Isso é sério - Franky se aproximou - qualquer momento Mark pode escapar. 
- Vocês estão se escutando? - Liam perguntou indignado - o cara foge, fala que tem policiais corruptos e a gente aceita? 
- Faz sentido pra mim - Thomas deu de ombros 
- Qual é? - Liam revirou os olhos 
- A gente tem uma denuncia de um cara, mas não teve nenhuma credibilidade... só que é de um cara da mesma prisão do Mike - Thomas comentou 
- Tá... e o que a gente faz? - Perguntei 
- Tive uma ideia - Franky interviu 

***


- Todas as imagens da prisão 260? - Benjamin olhou pra mim confuso - por quê? 
- Achamos que tem policiais corruptos naquele lugar. 
- Fisk é da minha confiança, lá só tem homens escolhidos por ele, não se preocupe - 
- É sério, Benjamin, se eles não tem as imagens, já é um motivo pra desconfiar
- E por que dessa desconfiança? - Se levantou 
- Tem uma denúncia e eu não acho que é em vão... 
- Não vai desistir não é mesmo? 
- Não vou mesmo... 
- Tudo bem, tem autorização pra ir checar tudo e leva alguém com você. 
- Obrigado. - Eu disse saindo 
- Louis - me chamou 
- Sim? 
- Não está sabendo de nada que eu não saiba certo? 
- Nada que o senhor deva saber 

Sai antes que ele me enchesse de perguntas, na realidade eu não menti, apenas omiti o que eu de fato sei. 

***



- Nenhuma imagem? - Perguntei pro policial
- Tivemos um problema no sistema 
- Mas as cameras e computadores foram renovados à menos de um ano - Thomas comentou 
- Essas coisas tecnológicas - O policial deu de ombros 
- Essas coisas tecnologicas muitas vezes ajudam a pegar certas pessoas fora da lei - Tive que mandar a indireta 
- O que quer dizer? - Perguntou se levantando 
- Eu? Nada... apenas constatando fatos... senhor Fisk - Li seu crachá 
- Não ache que seu distintivo da FBI tem algum peso nesse lugar. 
- Eu realmente não acho isso. 
- Enfim - Thomas cortou a discussão - iremos investigar
- Por que? Está tudo em perfeito estado. 
- Só queremos checar - eu disse cínico 

Ouvimos um barulho e logo a porta foi aberta por Benjamin, que merda ele veio fazer aqui? 

- Com licença.
- Benjamin - Fisk sorriu indo até ele - quanto tempo. 
- Sim, vim verificar sobre o Mike, que fugiu. 
- Ah sim... e esses dois trabalham com você? - Perguntou 
- Sim...
- Pensava que os agentes da FBI eram mais controlados. 
- Louis o que você fez? - Benjamin me encarou 
- Por que eu? 
- Acho que é meio óbvio - Thomas sussurrou 
- Seu agente parece meio desconfiado - Fisk comentou 
- Sim... estou desconfiado mesmo, muito estanho um cara fugir, não ter nenhuma imagem da camera de segurança. 
- Foi apenas uma falha, Louis... sabe que isso é comum - Benjamin ignorou a desconfiança 
- Na minha opinião isso é sabotagem. 
- Louis - Thomas tentou me chamar a atenção 
- Espera, garoto... está desconfiando da minha integridade? 
- Estou, algum problema? 
- Tomlinson acho que é hora de você tirar o resto do dia de folga. 
- Mas... 
- É uma ordem, Louis - Benjamin disse e se aproximou - está com a cabeça cheia. 
- Ou você não quera acreditar que seu amiguinho Fisk é um corrupto de merda - O encarei 
- E que provas você tem?! - Elevou a voz 
- Ainda nenhuma, mas quando eu tiver... 
- Sem provas, sem culpados. 
- As vezes me pergunto porque você é meu chefe. - Me afastei. 
- Louis vai embora antes que eu tenha que tomar decisões drásticas. 
- Vamos, logo - Thomas o puxou. 

Sai da sala e entramos direto no carro, comecei a dirigir esperando Thomas dizer algo, mas só houve silêncio. 

- Não vai falar nada? - Perguntei 
- Você sabe que vou falar que quase arruinou tudo
- O Benjamin tá cego por causa desse idiota que é amigo de infância dele. 
- Talvez não seja ele o corrupto 
- Por favor, Thomas... - O olhei rapidamente - ele é o cargo mais alto daquela prisão de segurança máxima, se tiver algo acontecendo, ele é o primeiro a saber. 
- Cara, vai descansar... amanhã a gente vai resolver isso melhor, okay? 
- Tudo bem. 

***



Cheguei em casa batendo a porta, joguei a chave sob a mesa de cento e me sentei no sofá soltando um suspiro alto de decepção. 

- Então... - Franky apareceu 
- Ah... está aí? 
- Eu e Liam deixamos Mike em um lugar seguro, com uma tornozeleira pra acharmos... cheguei faz uns vinte minutos - Sentou-se do meu lado. 
- Hum. 
- O que houve, Lou? 
- Briguei com o Benjamin. 
- Deixa eu ver, perdeu o controle? 
- Exatamente - A encarei 
- Não vamos falar disso agora. 
- Não? 
- Não, já fizemos mais do que devíamos hoje, não acha? 
- Com certeza. 
- Então - Me beijou - contei pra minha mãe que você me pediu em casamento. 
- E ela? 
- Surtou, nem quero ver a cara do meu pai. 
- Tenho certeza que ele também vai surtar só que de forma diferente 
- Também acho - Riu - obrigada. 
- Por? 
- Ficar do meu lado, mesmo lá no fundo querendo matar o Mike 
- Acho que não estamos na FBI atoa, não é? 
- Sim - Sorriu
- Mas quando tudo isso acabar, quero várias recompensas. 
- Você é abusado, Tomlinson 
- Eu sou merecedor isso sim - A beijei - você não acha o Mike nada atraente né? 
- Ele só é bonito 
- Han? - A encarei 
- Eu falei bonito não que me atraio por ele. 
- Sei. 
- Para de ser idiota - Riu - se caras como Mike fossem meu tipo eu não estaria na FBI provavelmente. 
- Tá, não vamos falar mais desse babaca, tenho assuntos mais importantes pra tratar com você 

Ela sorriu e eu a beijei ficando por cima dela, beijei seu pescoço e senti suas mãos abrindo meu cinto, quando estava abrindo o ziper de sua blusa escutamos o interfone. 

- Merda - Resmunguei 
- A gente vai se casar, vamos ter tempo de sobra... já temos na verdade 
- Fala isso pro meu amigo aqui embaixo - Eu disse me levantando 

Atendi o interfone e voltei pra sala. 

- Pediu pizza? 
- Pedi... demorou tanto, pensava que tinham desistido 
- Queria muito que eles tivessem desistido. 

Fui até a porta e não demorou para o entregador aparecer com a caixa em mãos. 

- Vinte e sete doláres...  
- Toma - entreguei o dinheiro - fica com o troco - Fechei a porta. 

Deixei a caixa na mesa de centro e na mesma hora Franky atacou, parecia morrer de fome. 

- Não fica assim. 
- Até quando eu posso relaxar me atrapalham. 
- Se você comer um pouco e melhorar essa cara faço qualquer coisa que você quiser. 
- Qualquer coisa? 
- Minha palavra 
- Mais que fome, hein - Eu disse pegando um pedaço e sorrindo 
- Louis você não vale um centavo 
- Eu sei disso - Ri 

DIA SEGUINTE -

CONTINUA... 





11 comentários:

  1. Kkk amei esse final kkkk ouh, acho q estou desconfiando do Benjamin..... Okaay . vlw por postar beijao e até algum dia

    ResponderExcluir
  2. Tipo assim não seria nada mal uma maratona né? ����

    ResponderExcluir
  3. 1° pq o nome do capítulo é esse? Pq errado? 2° sdds mih! Te love garota, eu n comentei direito pq estava sem tempo, como vai as coisas? 3° concordo com o anônimo, boto por uma maratona. 4° q perfeição pra escrever ein mulher? Já disse o quanto admiro esse dom q vc têm? E q vc me inspirou mt? E 5° vc tem perfil no Wattpad?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mistériooo
      sdds sam <33
      tenho sim é michelemaia mas ta desativado haha

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obg amor (opa a gente tem o mesmo sobrenome haha)

      Excluir
  5. Gente cadê vocês??????

    ResponderExcluir
  6. Lembrando aq da época q esse blog n ficava com nem uma semana sem postagem. Agr vai fazer 1 mês

    ResponderExcluir
  7. Comecei a ler hj e amei . Quero mais eps não vou aguentar !!!!!

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*