20 de setembro de 2014

Viva se conseguir ou morra tentando - interativa



Viva se conseguir ou morra tentando









Capítulo 1


   

P.O.Vs

       Hoje com certeza é o dia mais feliz da minha vida! Casei com meu grande amor e estamos de partida para nossa Lua de Mel. Vai ser tudo maravilhoso tenho certeza que sim, vamos aproveitar o máximo. Pego minhas malas no nosso quarto porque  já me espera lá embaixo.

: Vamos amor, o voo sai daqui 2 horas. - gritou -
: To chegando benzinho. 


     Trouxe as malas quase caindo e tropeçando nos meus pés, quando  viu foi correndo me ajudar com aquela cara de bobo que ele faz toda vez que está perto de mim. Eu sorrio sinceramente pra ele e digo irônica:

: Está se saindo um bom marido deixando as malas pra mim trazer. Se continuar assim serei uma mulher de sorte.
: Ha.Ha.Ha. Engraçadinha você não? Pois fique sabendo mocinha que eu vou ser o melhor marido do mundo!
: Eu sei que vai bebê - beijei ele -
: Agora vamos.
: Calma, calma. Vamos tirar uma foto primeiro.
: Ta bom, tudo por você.
: Ao dia mais feliz de nossas vidas!
: Exatamente.

        Coloquei a câmera em cima do carro e programei pra tirar a foto depois de 10 segundos. Fizemos uma pose e tiramos nossa primeira foto de casados.


: Agora Vamos!
: Ai homem é tudo apressado mesmo.
: - sorriu -

      Tiro isso pelo meu pai, quando era menor ele vivia me apressando pra ir pra escola, ficava lá buzinando de segundo em segundo. Eu sou uma garota poxa! Preciso arrumar cabelo, maquiagem. Isso leva tempo!  dirigiu até o aeroporto onde um chofer levou o carro de volta pra casa. Eu não poderia estar mais feliz.  comprou entradas pra um Hotel que ele diz ser o melhor das ilhas Caraíbas. Pra quem não sabe são ilhas que ficam no Caribe.

   Vai ser ótimo não fazer nada, passar o dia na praia com meu amor, ter jantar pronto na hora que eu quiser, bolos, massagens, cabeleireiro, manicure, pedicure. Ain isso é muita mordomia pra uma pessoa só, ainda mais se essa pessoa for eu. Depois de exatas 7 horas de voo, finalmente chegamos.  O lugar realmente era incrível, o fuso horário mudou então aqui deve ser umas 05:50 hrs da manhã. O dia está clareando.

     alugou um carro perto do aeroporto e a partir daqui vamos de carro até o hotel. Não estou certa de que  conhece o caminho então acho melhor eu perguntar.

: Amorzinho você sabe como chega no hotel?
: Não, mas eu tenho o mapa em mãos.
: Acho melhor pedirmos informação. Estamos na Cidade mesmo.
: Informação? De jeito nenhum! Eu consigo chegar lá sem ajuda.
: O que vocês homens tem contra pedir informação?
: Nada, só sabemos que somos completamente capazes de conseguir isso sem ajuda.
: -sorri forçado- Vamos pedir informação!
: Mas.... Ei volta aqui, não se atreva a descer desse carro! É ela já desceu!

     Desci do carro e perguntei a um senhor que estava em uma barraca de frutas aonde ficava o Hotel Stanley:

: Com licença senhor, pode me dizer aonde fica o Hotel Stanley?
Senhor: - arregalou os olhos - O Hotel Stanley?
: Ér... Sim, algum problema?
Senhor: Você é tão jovem, vou te dizer uma coisa querida. Cuidado.
: Porque?
Senhor: Aquele lugar esconde segredos jamais desvendados, corra, fuja. Fique longe daquele lugar! - Ele falou em um tom de voz mais alto -
: Eu não estou entendendo o que o senhor quer dizer.
Senhor: Morte, desgraça, choro.
Xx: PAI - gritou -

       Levei um susto, um rapaz forte e alto chegou gritando com o pobre velhinho.  O que ele quis dizer com morte e desgraça? O velhinho olhou pra mim uma última vez antes de ser mandado ir pra dentro pelo seu filho, o qual tomou o lugar dele e me perguntou de cara feia.

Xx: Em que posso te ajudar?
: A... Ér... O que seu pai quis dizer com morte e desgraça?
Xx: Ele é só um velho, não sabe o que diz! Diga logo o que você quer!
: Amor, vamos eu sei que posso chegar. Ah oi? -sorriu pro rapaz que não falou nada-
: Só estamos tentando chegar ao Hotel Stanley.
Xx: Sigam essa estrada e então vire na segunda rua de terra que aparecer a esquerda. Então siga reto por uns 15 Km e vai chegar lá.
: Obrigada -sorri gentilmente apesar do medo-.

       Saímos dali e  passou os braços envolta da minha cintura andando comigo até o carro, então me falou:

: Não gostei daquele cara. O que ele te disse?
: Ele nada, mas o pai dele sim.
: O que?
: Ele disse pra fugirmos, e falou de morte, desgraça. E algo sobre um segredo jamais desvendado naquele hotel.
: Que velho bizarro. Não liga não.
: É - abaixei a cabeça -
: Amor, não vai ficar com medo de uma coisa dessas não é? Isso é conversa pra boi dormir.
: Mas ele parecia tão sério.
: Esquece isso tá? Essa vai ser a melhor semana de todas, nada vai estragar nossa felicidade.
: Ta bom - sorri –

        Depois de seguir todas as instruções finalmente chegamos. O hotel realmente é incrível, tanto por fora quanto por dentro. O sol ainda ainda não estava totalmente no céu o que indica que temos o dia todo pra nos divertir depois do almoço porque claro agora iremos descansar.     

    2 Horas depois....

P.O.Vs

      Depois de descansar não há nada melhor do que uma praia. Tem uma bem aqui pertinho que e eu vimos no caminho. Pego um biquíni dentro da minha mala enquanto faz não sei o quê.

pega meu protetor solar, não quero ficar toda queimada.
: Aonde que está?
: Na minha bolsa de mão. Vou colocar um biquíni já volto.

      Entro no banheiro e coloco meu biquíni, já me viu milhares de vezes não sei exatamente porquê inventei de trocar aqui no banheiro, enfim coloquei o biquíni e saí. Ele me olhou de cima a baixo com um olhar reprovador.

: Qual o problema? Estou muito ruim?
: Você está muito boa isso sim. Boa até demais com esse micro biquíni.
: Já sei, vai me fazer tirar ele?
: Tá brincando? Claro que não! Você é só minha e quero que todos os homens sintam inveja. Eles tem que ver isso.
: Às vezes eu acho que me casei com um louco.
: Ei! Mais respeito com a minha pessoa.
: Perdoe-me senhor .
: Assim está melhor. Agora ‘vambora porque a gente precisa aproveitar nosso primeiro dia de lua de mel.
: Querido?
: Fala amor.
: Seja um cavalheiro e leva minha bolsa!
: Ah sim. Por que não me pediu antes?
: Por que você deveria saber que devia levá-la. Agora anda vai logo.
: Sim senhora bravinha.
: O quê?
: Nada não amor, vamos?

    Ele pegou minha bolsa e nós fomos pra praia. Ah o dia está lindo. E com esse sol vou conseguir pegar um bom bronzeado. quando viu a água saiu correndo e me deixou sozinha. Que ótimo marido ele é hein. parece mais um menino de 14 anos. Eu gosto desse jeito dele, é assim que eu me apaixonei por ele. Mas poxa eu queria que alguém passasse bronzeador em mim! Como vou fazer isso sozinha?

Xx: Olá - sorriu -
: Oi - sorri de volta -
Xx: Precisa de ajuda com o bronzeador?
: Ah não obrigada.
Xx: Sou o Colin.
:  
Colin: Está sozinha?
: Na verdade....
: Não ela ta comigo. - fez cara feia -
Colin: Tudo bem. Não deveria deixar alguém tão bonita assim sozinha. 
: Tá eu vou me lembrar disso. Agora se me der licença.
Colin: Claro.
: Credo , por que ser tão grosso com o rapaz?
: Ele tava de olho na minha mulher mano.
: - sorri - Aproveitando que você está aqui. Passa em mim?
: Será um prazer.

      passou o bronzeador em mim e ficou o resto da tarde ao meu lado. Engraçado como ele não me desgrudou mais. Sinceramente foi muito bom receber um elogio de outro cara, aliás sempre é bom receber um elogio. No fim da tarde voltamos para o hotel e meu Jesus Cristinho! Como aquele lugar ficava medonho nessas horas.

Capítulo 3

          Entramos e fomos direto tomar banho. Eu e tomamos banho juntos e não vou contar das partes intimas pra vocês, enfim nos vestimos e fomos até onde a comida era servida. A variedade de comidas era incrível. Eu não sabia o que pegar de tanta coisa que tinha, por fim acabei pegando um pouco de cada, mais , está me fazendo passar vergonha. Ele encheu o prato dele com tudo e depois repetiu. Eu realmente não sei pra onde vai tanta comida.  

        Seria muita coincidência dizer que Colin é do mesmo hotel que a gente? Incrível, logo quando o viu fechou a cara. E ficou mais emburrado ainda quando Colin veio conversar comigo na nossa mesa. Claro que eu sorri e conversei com ele porque sou uma pessoa educada!

Colin: Heyy, parece que o destino está nos cruzando.
: É parece que sim.
: Infelizmente.
Colin: Posso me sentar com vocês?
: Não!
: Claro! - me fitou de cara feia - 
: Mais já estávamos quase de saída. 
: Quase, porque eu ainda não terminei meu jantar.
Colin: Que ótimo, podemos terminar juntos.

        Colin se sentou à mesa conosco e começamos a conversar. Eu e ele claro porque não disse uma palavra a não ser 10 minutos depois me chamando pra ir embora pro quarto. De tanto ele insistir eu fui. O que foi uma pena porque a conversa estava tão boa, Colin parece ser uma ótima pessoa.

: Eu não gosto dele! - falou abrindo a porta do quarto -
: Para de implicar com o rapaz .
: Implicar? Ele dá em cima de você e você chama isso de implicar?
: Ele não dá em cima de mim, e podemos fazer outra coisa ao invés de falar nisso?
: Tipo o que? - sorriu maliciosamente -
: Eu não sei mas, comprei uma lingerie nova.
: É mesmo?
Aram.
: E será que eu posso ver?
: Claro, mais vai ter que tirá-la de mim porque estou com ela.
: Isso será um prazer.

        me jogou na cama beijando-me selvagemente e tirando minhas roupas, estava tudo indo bem até que o abajur cai no chão espatifando-se. Paramos com o susto e se levanta de cima de mim pra acender a luz do quarto já que ficou tudo escuro.

: Como ele caiu?
: E-Eu não sei, vai ver estava na ponta.
: Na ponta ? Ele tava aí a horas porque só caiu agora? - meu coração batia forte-
: Amor, você não ta pensando no que um velho falou está?
: Ele foi bem claro pra mim .
: Esquece isso. É só um abajur, vou pegar a vassoura pra limpar e depois pagar pelo prejuízo.
: Vai me deixar aqui sozinha?
: Qual o problema?
: Nenhum - suspirei - Vou tomar um banho pra quando você voltar a gente terminar. O que começamos.
: Eu ia adorar. - sorriu -

        Ele saiu e eu entrei no banheiro, liguei o chuveiro no mais quente que podia ficar e comecei a me lavar, quero ficar bem cheirosa pra quando voltar. Confesso que fiquei meio assustada com o que acabou de acontecer mas tem razão, foi só um abajur e além do mais a gente tava sacudindo bem ali perto. Escuto a porta do banheiro se abrir e sorrio involuntariamente. Deve ser que chegou pra tomar banho comigo. Ele foi rápido.

é você? - sorri -

     Eu estava olhando do boxe pra porta e vi uma sombra se aproximar, gosta de ser misterioso. Ela chegava cada vez mais perto e então parou perto do espelho. Porque está com uma faca na mão? Ai Meu Deus. Eu grito e na mesma hora a faca é arremessada contra o espelho quebrando-o, abro o boxe e não há ninguém lá. Apenas a faca ensanguentada cravada no espelho para segurar um bilhete. Pego o bilhete tremendo enrolada no roupão de banho e leio:

    "Nunca ouvem o que o velho tem a dizer não é mesmo? Agora sofram as consequências e saiam vivos se conseguirem. E não tentem fugir, será pior."

: Ah Meu Deus. - sussurrei -

    entrou correndo no banheiro e me olhou espantado contemplando o banheiro. Ele me fitou e me abraçou no momento em que lágrimas escorreram dos meus olhos. Ele tirou o bilhete das minhas mãos e leu, então olhou pra mim novamente e perguntou:

: O que isso quer dizer? O que aconteceu aqui? Você está bem?
: E-Eu não sei, eu só vi uma sombra, de um homem e aí ele ergueu a faca e quando eu gritei ele a cravou no espelho e sumiu.
: Você tem certeza?
: Sim, estou com medo.
: Tudo bem vamos sair daqui agora.
: Mas e o bilhete?
: Dane-se o bilhete, vamos sair daqui. Se troca.
: Ta bom.

      Peguei a primeira roupa que vi e coloquei, não tirou os olhos um segundo de mim, é como se estivesse me protegendo. Ele pegou minha mão e então saímos do quarto. E no mesmo instante nos arrependemos. As pessoas corriam desesperadas e não sabemos porquê. Uma menina passou pela gente gritando que queria ir embora pra casa dela. O que está acontecendo aqui?

      Apertei a mão de e ele me puxou pro quarto de volta fechando a porta, correu até a janela para abri-lá mais estava trancada, por dentro e por fora.

: Que droga! - gritou -
: O que vamos fazer?
: Eu não sei - suspirou -

    Ele me pegou pela mão novamente e saímos no que parecia ser um hospício com gritaria e correria, descemos as escadas e havia um corpo pendurado com uma corda bem no meio da sala de estar, a visão era terrível.

: Não olha pra isso ta?

     Assenti e ele correu até a porta tentando abri-lá, assim como outros três caras tentavam. Onde está Colin? Ah Meu Deus será que aconteceu alguma coisa com ele? Ouvi um grito estridente, e sobrenatural até. Não era o grito de uma pessoa, era diferente, me desesperei e corri até , puxei ele pra cozinha.

: O que está fazendo?
: Eu preciso de uma faca!
: Pra quê?
: Pra me prevenir, não vou morrer sem lutar.
: Morrer? Nós não vamos morrer. Ah Meu Deus isso é só um sonho. Daqui a pouco vamos acordar.
: Eu espero mesmo, mais enquanto isso não acontece vamos nos prevenir.

     Peguei uma faca e pegou outra pra ele, uma menininha muito bonitinha apareceu na nossa frente chorando e falou:

Xx: Mataram minha mamãe, mataram minha mamãe.
: Ah Meu Deus eu sinto muito, quem fez isso com ela?
Xx: O homem mal.
: Homem mal? Que homem é esse?
Xx: O homem mal, muito mal - chorava - Não me deixa sozinha.
: - ela me abraçou - Não vamos te deixar sozinha ta bom. Cadê seu papai?
Xx: Eu não sei, o homem mal pegou ele também.
: Está tudo bem, vamos cuidar de você. Qual seu nome?
Xx: Lindsey.
: Eu sou , e este é . - ele acenou pra ela -

    Puxamos Lindsey com a gente e ficamos na sala, aos poucos todos estavam reunidos na sala, a maioria eram jovens mais também tinha uns 3 idosos, dois senhores  e 1 senhora.

 Os rapazes tentavam um plano de fuga enquanto eu ficava abraçada com Lindsey em um canto mais afastado da sala. Ela me contou sobre sua vida. Lindsey tem apenas 5 anos e é uma menininha bastante esperta. 

    Estávamos todos lá, engraçado como nos conhecemos melhor em situações difíceis. Em um momento como aquele consegui quatro novos amigos. Travis, Ludmila, Trenton e Cristina. Eles parecem ser bem legais. Cristina e Trenton são irmãos, enquanto Ludmila e Travis estão em Lua de Mel assim como e eu. Tudo parecia bem, até que o grande lustre que ficava no meio da sala caiu de repente. Haviam três pessoas aonde ele caiu e agora não passam de carne moída. O sangue espirrou por todo meu corpo e minha roupa.

      me olhou preocupado, ele também estava com muito sangue, na verdade todos os sobreviventes ainda estavam, até os mortos no meio da sala óbvio. Puxei Lindsey pra que ela ficasse de pé ao meu lado. Abracei ela que chorava assustada. Era exatamente isso o que eu queria fazer mais precisava ser forte pra passar essa força pra ela.


     De repente a porta se abriu com um vento inexplicável, todos olharam pra ela assustados e esperando o pior, mas nada aconteceu, não na porta pelo menos. Mas aqui dentro com certeza. correu pro meu lado abraçando a mim e a Lindsey. E então algo aconteceu...
----------------------------------------------------------------------------------
Postei essa longfic no MEU TUDO 1D há um tempo atrás e agora estou postando ela aqui como interativa, originalmente eu a fiz com o Harry. Enfim, espero que gostem quem ainda não tinha lido lá. Só quero recompensar vocês por estar sem tempo pra postar Gardênia. Amo vocês

19 comentários:

  1. Ameei .. Continuaa lohoo =)) Yanka xx

    ResponderExcluir
  2. O M G que loucuraaa eu não imagina que teria todo esse terror quando comecei a ler hahah ameiii vc vai continuar ela? Bah muito boa! Bjss
    Isa xx

    ResponderExcluir
  3. eu A-D-O-R-E-I. não achei que escrevessem fanfics de terror, amo terror!!

    ResponderExcluir
  4. ameiii! Vai continuar?

    ResponderExcluir
  5. Finalmente saiu essa longfic de terror!!
    Tava doida pra ler quando vc disse que ia postar!! Ela é PERFEITAAA!!! TO DOUDA PEA SEGUNDA PARTE!! CONTINUAAA!!!♥♥

    ResponderExcluir
  6. Gnte eu tô tremendo aqui >< Ta pfta, continua ! E faz favor d postar Gardênia logo ! E a segunda parte dessa longfic tbm ! ♥

    ResponderExcluir
  7. Quando vc vai continuar?Tá MT PERFEITA.Quero saber oq aconteceu,n me tortura assim n.

    ResponderExcluir
  8. POSTA GARDENIA PELO AMOR DOS CEUS EU NECESSITO

    ResponderExcluir
  9. omg amei ate fekei com medo mais msm assim ta perfeito posta outro logo pf de Gardenia tbm pq eu leio ela

    ResponderExcluir
  10. O MEU DEUS AMEI ATE FIQUEI COM UM POUCO DE MEDO MAS TA PERFEITA CONTINUA PFV!
    XxdudahoranXx

    ResponderExcluir
  11. Ai flor ta perfeito! Continua logo pq eu tô mt curiosa!!!!

    ResponderExcluir
  12. Ai pfv ta muito perfeita posta logo o proximo capitulo eu to morrendo decuriosidade!bjs
    XxdudapayneXx

    ResponderExcluir
  13. Pfv posta logo a segunda parte eu to morrendo drcuriosidade,eu ja li umas 10 vezes essa longifc esperando a segunda parte!bjs

    ResponderExcluir
  14. continua pfv. está muito bom essa fic continua quando puder

    ResponderExcluir
  15. Suspeito que fiquei co. Um poco de medo na imaginação sim...mas tudo bem tudo legal e Continua quero ver mais !!eu espero e não tenho pressa!beijo adorei
    E eu naum sou nova naum sei se tem comentários antigo aqui mas eu era a
    Melzinha Beckman Styles

    ResponderExcluir
  16. Perfeição é a palavra que define sua longfic

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*