1 de janeiro de 2015

FLAWLESS 2º Temporada - 4


But if you close your eyes
Does it almost feel like
Nothing changed at all?
And if you close your eyes
Does it almost feel like
You've been here before?
How am I gonna be an optimist about this?
Pompeii - Bastille


Peguei as chaves, e todos me olharam como "você tem problemas" mas apenas saí de casa e fui até meu carro.
Consegui o endereço dela, e fui até la. 
Toquei a campainha, e não demorou para que a porta fosse aberta.

- sorriu maliciosa - sentiu falta, senhor Malik? 

A empurrei pra dentro de casa, fechei a porta e a encarei.

- se q...
- cala boca! Porque eu juro que abro uma exceção de não bater em mulheres com você 
- já vi que veio para outra coisa - se sentou 
- a única coisa que quero é a verdade 
- que verdade? Você traiu sua namoradinha comigo, e é isso
- aquele drink, você colocou alguma coisa
- eu não coloquei nada - cruzou os braços - você só fez o que quis

FLASHBACK

Subi pelo elevador até minha sala, Mark disse que faltava um papel, e como gosto de resolver meus problemas logo, fui até minha sala. Eu já estava meio bêbado, mas acho que conseguiria resolver. 
Ao chegar na recepção, Jesy estava ali.

- o que faz aqui? - perguntei 
- terminando uma coisinha
- então me ajude, venha 

Fomos até minha sala, separei duas pilhas de papel. 

- preciso de um papel que falta no relatório, tenho certeza que está feito
- tudo bem - disse enquanto procurava 

O tempo passou e nenhum sinal.

- quer algo pra beber senhor Malik? 
- acho que preciso 
- um momento 

Ela pegou um copo colocou bebida e depois me entregou, estava com sede, então acabei virando o copo (sim eu fui um idiota).
Com o tempo eu procurava o papel, mas já bem sabia bem o que estava procurando comecei a ficar tonto, minha cabeça girava, senti a mão de Jesy sob meu ombro, e dai pra frente não lembro das coisas com muito clareza só quando Skyler chegou.

FLASHBACK 

- entenda garota, é impossível, mas já que não quer contar do jeito fácil - me sentei - que seja do difícil 
- como assim? Você não vai...
- te bater? Olha não seria uma má ideia, mas ainda respeito as mulheres
- então...
- você brincou com a pessoa errada, okay? Sabe que posso fazer bem mais do que te demitir? 
- tipo... - disse debochada 
- Jesy, ou melhor, Jeny Hall, além de demitir, já procurei pelo seu nome, na verdade pedi pra procurarem isso é um caso a parte, sabe que pode ser presa por largar mais de um ano de alugueis não pagos, por usar nome falso, quer que eu continue? A lista é grande
- está blefando - disse desconfiada
- você trabalhou comigo um pouco sabe que sou um homem que cumpre o que faz... Se você admitir e me contar o porque de tudo, posso ter um pouco de pena de você 

Eu adoro sempre ter uma carta na manga, a cara de surpresa e medo das pessoas é incomparável.

- olha, não faz isso eu.. Me dê um tempo 
- pra você fugir? Não mesmo, 
- suspirou - se eu te contar eles podem acabar comigo 
- olha.. Eu te odeio, mas se me contar, posso te ajudar com eles quem quer que seja 
- Mark e senhor Diamond

Esperava isso do Diamond, se tem alguma coisa que ele mais deseja na vida é me ver longe da Skyler mas.. Mark? considerava ele um dos mais confiáveis da empresa, isso que dá ter confiança em alguém que se conhece a um ano.

- me explica
- o quê?
- tudo! agora, vamos


- respirou fundo - trabalho como atriz essas coisas, senhor Diamond me contratou e me deu uma grana, e mais uma grana pro Mark pra me colocar dentro da empresa, depois da notícia da festa, achamos que seria perfeito, então pronto
- suspirei - você tem noção do que fez? - perguntei nervoso
- não - respondeu simples
- vou te falar, fez a garota que eu amo, você sabe o que é isso? alguém já te amou? acho que não, pois bem, a garota que eu amo, morreria por ela, ir embora e me tratar como um lixo, isso que você fez - me levantei
- já está feito... não posso reverter nada
- mas não vai ficar assim... pega seu celular e liga pro Mark, fale pra vir pra cá
- mas...
- eu sei que vocês tem alguma coisa
- o que ganho com isso?
- não ligo pra polícia agora - sorri cínico

Ela revirou os olhos e ligou pro Mark, não demorou para que o idiota caísse e viesse logo pra cá.
Me sentei na poltrona, Louis estava me ligando, porém estava ocupado, então deixei o celular encima da comoda no silencioso.

-o que vai fazer com ele? - ela perguntou
- sorri - só te dou uma dica, não se intrometa, ou grite, não esqueça que também está nas minhas mãos
- você adora isso não é?
- o que?
- o poder nas suas mãos, - respondeu - por isso gostei de você, somos parecidos
- ri debochado
- é sério, também gosto do poder
- não, você gosta do dinheiro que te dá poder, conheço o seu tipo, já fui rodeado de garotas feito você
- por que vai querer aquela garota que parece o oposto?
- se eu gostasse de mim mesmo, comprava um espelho e me casava com ele, quero um oposto, uma garota forte, inteligente, que se dá o valor, e ainda sim não perde toda a inocência
- isso é impossível
- também pensava assim - a campainha tocou - vai pro seu quarto, quero conversar a sós com ele
- tudo bem, mas só prometa que vai me livrar dos policiais
- seja uma boa garota, e posso pensar bem no seu caso

Ela saiu nervosa da sala, fui até a porta, e abri puxando Mark pra dentro da casa pela gola. Tranquei a porta e o encarei.

- Zayn... o ... o que faz aqui?- perguntou
- você quer saber? QUER MESMO SABER? - eu disse já perdendo o total controle - te dar um soco idiota

Não demorou para que eu lhe desse um soco certeiro no nariz, que começou a sangrar quando ele se levantou, ele me deu um soco no queixo, que fez um corte, mas não deixaria barato.
O peguei pela gola, e lhe dei um sono, quando o mesmo caiu lhe deu um chute na barriga, e depois outro. Quado ele já implorava, eu parei e me agachei perto dele.

- eu vou te denunciar! - tossiu
- denuncia, vai ser adorável ficar na sua frente com a polícia, te dou outra surra lá mesmo... nunca, NUNCA MAIS, se meta comigo e com minha mulher
- riu debochado - você perdeu sua mulher otário
- lhe dei outro soco - lava essa boca suja pra falar comigo, vou embora, isso é só um recado, se mete comigo de novo, que vai ser bem pior... ah, e se encostar um dedo nessa garota que você chamou, eu te encontro e acabo com tua raça.

Me levantei, peguei meu celular e fui até a porta e saí da casa.
Fui até meu carro, olhei pelo espelho, meu rosto tinha um pequeno corte que sangrava um pouco, mas não liguei.
Meu celular vibrava, e na tela piscava Louis, atendi o mesmo.

- Alô?
- Zayn? onde estava? sabe quanto tempo to te ligando?
- corta o sermão e fala o que é tão urgente
- Skyler está doente, pensava que era ressaca da festa, mas ela só piora, levei no médico, e ele mandou ela de volta com alguns remédios, disse que era emocional, talvez a culpa seja sua
- suspirei - estou chegando

Dirigi o mais rápido que pude. Acendi um cigarro para me acalmar, droga, não acredito que já estou viciado nisso de novo.
Estacionei o carro e subi até o apartamento do Louis, ao chegar, ele abriu a porta, e descendo as escadas? O pai da Skyler, outro cara que eu adoraria dar uns bons socos, mas ainda tenho um pouco de respeito por ele ser pai dela, e mais velho. Porém não deixei de fuzilá-lo com o olhar.

- o que esse moleque faz aqui? - perguntou se aproximando - só faz mal pra ela, não notou ainda?
- ah sou eu que faço isso? ou o pai dela que quer me separar dela a força?
- não precisou da minha ajuda pra trair minha família
- mas a vagabunda que você contratou precisou da sua ajuda pra dar encima de mim, enfim, vou até o quarto dela


Ele estava boquiaberto, provavelmente pensava que eu nunca desconfiaria, parece que ele esqueceu que eu sou bem mais esperto do que qualquer babaca que fica em volta dele.
Subi as escadas, e fui até o quarto. Abri devagar a porta, e ela estava embrulhada pelas cobertas, com os olhos fechados, mas provavelmente não estava dormindo.
Me aproximei, e acariciei sua bochecha  tirando seus cabelos do rosto. Lentamente ela abriu os olhos e olhou pra mim.

- o que faz aqui? - perguntou baixo
- ver como você está
- mal graças a você, idiota - se escondeu debaixo das cobertas

Queria gritar que estava certo, porém eu não tinha provas concretas, começar acusar todos seria fácil demais, e poderia piorar ainda mais me situação.

- você está mal, se dê uma trégua - me sentei - você queria ser egocêntrica só pensar em você e me esquecer não é? - ri baixo - você não é assim, não adianta
- e você é assim não é? - me encarou - então o que está fazendo aqui?
- não conseguiria ser egocêntrico quando o assunto é você - acariciei seu rosto
- me deixa dormir - mudou de assunto
- só se eu puder dormir com você - sorri de canto
- então não durmo tão cedo
- você tá doente, para de ser orgulhosa desse jeito, quero cuidar de você
- agora, Zayn? - ironizou
- vou ficar aqui, porque não fiz nada, se você se sente enganada, eu fui mais ainda, agora dá uma trégua, porque você tá mal... vou pegar uma comida e você vai comer tudo
- mas...
- sem mas - me levantei - espera um pouco só...

Saí do quarto, e desci as escadas, pra minha sorte o pai dela já havia ido embora.

- tem alguma comida ai, Lou?
- tem, mas ela não quis comer
- agora ela vai comer

Coloquei o prato com a sopa no microondas, e deixei esquentar.

- então Zayn, o que descobriu? - ele perguntou
- você acredita em mim não é?
- sim - assentiu
- por que não me ajuda com a Skyler? - perguntei
- porque ela também é minha amiga, e ela veio pra cá procurando alguém pra esquecer a tristeza e lhe fazer rir um pouco... ela só queria um tempo, respeitei isso
- suspirei - eu sei mas.. tá difícil pra porra ficar longe dela
- eu sei, cara... mas isso passa, só você provar que não fez nada
- por que ela não acredita em mim igual vocês?
- uma cabeça dura igual Skyler? acho que você quer abusar da sorte - riu
- ri baixo - tem razão

Peguei o prato, coloquei em uma bandeja, junto com uma colher e subi as escadas, ela estava tentando se levantar.

- pode voltar pra cama - eu disse colocando a bandeja na comoda
- eu estou bem
- mas está fraca, para de ser marrenta
- bufou - que saco - se sentou

Ela cobriu as pernas e eu coloquei a bandeja na sua frente.

- come, você precisa
- não preciso
- Skyler... é sério
- pegou a colher - odeio sopa - disse fazendo uma careta
- mas ajuda você ficar melhor

Ela colocou logo a colher na boca e foi comendo aos poucos até o prato estar vazio.
Tirei a bandeja deixando encima da comoda, e olhei pra ela.

- se sente melhor? - perguntei
- acho que sim - respondeu
- tudo bem - me levantei
- Zayn - me chamou
- fala - voltei a encará-la
- me dá seu maço de cigarros
- mas eu não...
- não ouse mentir pra mim

Peguei no meu bolso e coloquei em sua mão que estava estendida. Ela se levantou e jogou no lixo depois virou-se pra me olhar.

- se voltar a fumar juro que faço você engolir um cigarro aceso, me entendeu?
- com um pedido adorável desse, como recusar - ironizei
- bom mesmo - voltou pra cama
- Sky?
- sim?
- sei que está brava e não me perdoou mas... será que posso ficar aqui com você?
- por quê? nem estamos a tanto tempo longe


- mas eu sinto sua falta, demais

Ela suspirou alto, parecendo pensar se deveria ou não. Mas acho que sente minha falta tanto quanto eu sinto a dela.
Skyler se afastou me dando um espaço na cama, me aproximei, tirei meus tênis, e deitei do seu lado, ela me encarou e olhou um tempo em meus olhos.
A puxei pra perto e ela recostou a cabeça em meu peito, acariciei seus cabelos, e eu me sentia um pouco melhor, na realidade bem melhor.
Era estranho essa conexão que temos, parece que um precisa do outro, se não estamos incompletos.
Ainda não sabia bem como explicar como tudo aconteceu pra ela, por mais que ele seja alguém que eu odeie, é o pai dela, deve ser horrível pra ela saber que o cara que esta arruinando tudo, foi mesmo que a ensinou a andar e suas primeiras palavras.

- dá logo um jeito de provar que você está certo - me encarou - eu quero acreditar em você, mas é difícil
- eu vou te provar, só não quero te magoar
- ainda mais?


- ainda mais - afirmei - mas sei que no fundo você deve saber que eu não sou capaz disso
- sei?
- sabe, ou você não estaria mal, e eu também não
- então por que não me conta logo tudo?
- vai acreditar em mim?
- vou...
- suspirei - é sério, Sky, estou pensando em você primeiro, não quero que fique magoada
- já fui tão magoada, acho que mais um pouco não vai me matar
- tudo bem...



---------------------------------------------------------------------       CONTINUA...

SPOILER


- suspirei - como quiser

Ela saiu e eu fiquei sozinho. Sério isso? estava esperando tanto para beijá-la, e agora ela sai pra falar com alguém sério? Ou não... A porta foi aberta, Skyler me encarou.

- desculpa, posso deixar isso pra depois - riu

Sorri e me levantei, fui até ela e a beijei, a encostei na porta, e tranquei a mesma. Beijei seu pescoço, e dei um impulso colocando ela em meu colo, a levei até a cama, e fiquei por cima dela voltando a beijá-la.

 


CONTINUO COM 13 COMENTÁRIOS 

------------------------------------------------------------------------

FELIZ ANO NOVO!!!
Gente, tudo de bom pra vocês <3 e fico muito feliz por estar participando um bom tempo do blog, foi perfeito, vocês são perfeitas :3 (ó deus, que ressaca q eu to, mas to aqui escrevendo pra vcs verem que o amor é grande em*-*)
Espero que tenham curtido o capítulo, comentem aí o que acharam :) beijos - mi 

39 comentários:

  1. Sou mto timida,por isso n comento
    To adorando
    Continue

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. timidez pra que meu amor? haha
      continuo sim :)

      Excluir
  2. Feliz Ano Novoo..UHUUL!!
    Tudo de boom pra vc e pra sua família, qe Deus abençoe e ilumine seus sonhos ,te proteja e te encha de felicidade, e te de mais inspirações para fazer mais fics pfts como essa haha..
    Mds um capítulo melhor do que o outro, continua logo pfv sua divaa linda, to amandoo d+ essa fic.. ��❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/ muito obg, pra ti tudo em dobro Juli <3
      fico feliz que tenha gostado

      Excluir
  3. Ahhhh, ameiiii! Tá perfeita! Continua logo! E feliz ano novo pra vc tbm! Beeeeijo! <3

    ResponderExcluir
  4. Uou perfeitooooooo, quero ler mais, continua logooooooooo uhuuuul kkkkk

    ResponderExcluir
  5. Continuaaa... E feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  6. Continua!!!! Meu iPad é bugado e é mt raro eu conseguir comentar. Acompanho sua fic dês do início..

    ResponderExcluir
  7. Continua plmdds, vou morre, e acabou de começar o ano, ainda quero viver, please .

    ResponderExcluir
  8. continuaaaa!!!!!!! Cara ta muito bom, melhor ta perfect! kkkkk

    ResponderExcluir
  9. Omg esse imagine e "misterioso" igual o Zayn kkk
    a cada dia mais perfeitooo *o*

    ResponderExcluir
  10. Continua !!! Pf o spoiler me deixou mais curiosa e apreensiva !!!♥♡♡♥♡♡♡♥♡

    ResponderExcluir
  11. Feliz ano novo tbm :) , Capitulo mais que perfeito pra variar kkkk , continua logo ein se nao eu morroo

    ResponderExcluir
  12. Aaaah cara ( comentando atrasado eu sei kk) eu acompanho a sua fic desde o inicio tbm e ela e simplesmente perfeitaaaaaaaaaa 😍😍
    nunca comentei na sua fic ou de nenhuma outra pq sou tímida .. Nunca sei exatamente o q manda kk Maas... Eu tinha q escrever alguma palavras nessa kkk
    Meu sua fic e mais q perfeita perfeitaaaa 👏👏👏 eu amo ela ❤ e pf manda o próximo capitulo o mais rápido possível pq a curiosidade aqui e grande kkk ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ooooi Mah! não precisa ser timida não mordo pode comentar qualquer coisa kkk
      fico muito feliz que esteja gostando, beijo :*

      Excluir
  13. eu sou completamente apaixonada por flawless, continua <33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hum... adoro 'u' haha, obg amor, continuo

      Excluir
  14. Feliz Ano Novoo!!
    Cap mais que perfeitooo!!! Tô sem palavras pra descrever esse cap!!
    Muitos muitos muitos parabéns pela criatividade!!! Posta logo o outro cap!!
    Sinto que rola um hot(acho).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obg Iza <3 pois é quem sabe um hot vem por aí kk

      Excluir
  15. Michele ( acho que e esse o seu nome :p) eu gostaria de falar uma coisa do fundo do meu coração... ESSA FIC E PERFEITA! Eu já li quase todas as fics daqui. Eu tenho um top 5 de fics, e pode ter certeza: A sua esta nele. Desculpa mais a primeira e "Tem que ser você". Essa foi a primeira fic que eu li, eu chorei, eu ri, e ainda quero mais (Essa frase lhe e familiar? haha) Bem, eu gostaria de lhe dar meus parabéns... Continua? Por favor :3
    Beijos Beijos, da sua admiradora, Jú.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muuuuito obg Ju <3 fico feliz que minha fic esteja em uma das suas preferidas ;)

      Excluir
  16. perfeitooooooo xx maria

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*