25 de fevereiro de 2014

Ours - Capitulo 10: Eu sou corna ? - Parte 2

                                                                                               ~Seunome on~


Fiquei sem reação. Eu gostava do Harry, mas ele não correspondia, por isso, desencanei. E agora, anos depois, ele vem me dizer que me AMA! Sério, eu não entendo mesmo o Harry... 

Harry: Seunome?
Eu: Como assim você me ama?! Você não me ama Harry! - Disse chorando (sou muito emotiva)Você não me... - Ele me interrompeu com um selinho que acabou virando um beijo selvagem e cheio de desejo que eu nem sabia de onde tinha vindo.
Harry: Ainda não acredita que eu te amo? - Disse com um sorrisinho malicioso.
Eu: E-e-e-eu não sei! Eu tenho que ir!
Harry: Ir aonde?
Eu: Pra... Pra... Pra praia!
Harry: Pra praia?!
Eu: É, pra praia, tchau. - Disse abrindo a porta e saindo.
Harry: Tchau.

Não acredito que eu fiz isso! Parecia uma idiota, que vergonha! (n/a: parecia não, você é! Você sempre amou o Harry - mais até que o Scott -, aí quando o garoto se declara, você diz que precisa ir a praia?!) Não se intrometa! Voltando a minha linha de raciocínio... Será que eu devo voltar lá? Não, melhor não. Já sei! Vou para a praia como eu disse, pensar um pouco nisso tudo.

Dei partida no carro e fui em direção à praia. Mas foi aí que eu lembrei que a praia fica um pouco distante e eu não estou com cabeça para dirigir, então resolvi ir pra casa. No caminho fui escutando Dear Darlin', uma das minhas músicas favoritas.


                                                                                                                         ~Ted on~


Um daqueles desgraçados atirou na Eleanor e ela acabou desmaiando. Peguei-a no colo e sai correndo em busca de um hospital e o desgraçado ainda nos seguia. Infelizmente acabei tropeçando no tronco de uma árvore e cai no chão com a Eleanor. E o cara nos pegou.

- Pensaram que podiam escapar, né? Pois pensaram errado!
Eu: Rigby, certo? - Ele assentiu - Por favor me deixa levar ela a um hospital. Ela vai morrer se não formos logo. Eu não quero perdê-la.
Rigby: Pensasse nisso antes de fugir.
Eu: Por favor - Disse chorando -, por favor!
Rigby: Está bem, não sou assassino, mas eu vou com vocês!
Eu: Obrigado, muito obrigado.
Rigby: Vamos logo, antes que eu me arrependa.

Eu peguei-a no colo e nós fomos correndo até o hospital - chegamos ao mesmo em quinze minutos. Ele foi ser atendida e nós ficamos esperando, preenchendo a ficha da Eleanor. O problema é: explicar como ela levou o tiro.

                                                                                                             ~Waliyha on~


Cheguei a cabana como tínhamos combinado, por volta das oito da noite. E Arthur estava sentado na escada com uma flor branca na mão. Ele me viu e sorriu.

Arthur: Oi.
Eu: Oi.
Arthur: Vem cá, quero te mostrar uma coisa! - Disse animado, pegando minha mão, me ajudando a subir.
Eu: E então, o que queria me mostrar? - Disse entrando na cabana.
Arthur: Isto!
Eu: Ual!
Arthur: Fui eu quem fiz! Então... Você me disse uma vez que o seu sonho era ser astronauta haha
Eu: Quanto eu tinha cinco anos!
Arthur: Enfim, como esta cabana fica no alto achei que seria o lugar perfeito para construir um desses telescópios gigantes! Assim, ficaremos mais perto das estrelas.
Eu: Eu adorei!
Arthur: Que bom que gostou! - Disse com o sorriso mais bonito de todo o universo.

Nós ficamos o resto da noite deitados no chão abraçados, vendo as estrelas no céu. Ficamos ali por um bom tempo até cairmos no sono - eu esperava outra coisa, mas mesmo assim, foi uma noite maravilhosa.

                                                                                                                          ~Kate on~


Louis me passou tudo o que eu preciso saber e hoje é o meu primeiro dia como compositora da One Direction! Fiquei muito feliz que todos concordaram que eu seria a escolha perfeita, ainda não acredito que há alguns dias encontrei o meu primo no ponto de ônibus e ele me ofereceu um emprego desses!

Acordei bem cedinho, fiz minha higiene matinal, preparei o café e só quando estava saindo de casa a Carla acordou (dividimos o apartamento). Dei um "bom dia" e saí. E o melhor de tudo é que finalmente comprei meu carro e vou dirigindo para o trabalho.


Cheguei bem cedo no local indicado e poucos já tinham chegado, os meninos da banda ainda nem tinham chegado. Então fiquei sentada numa sala qualquer os esperando, esperando, esperando... Até que mais ou menos quarenta minutos depois, todos chegaram.

Todos: Bom dia!
Eu: Bom dia!
Harry: Nós já escrevemos algumas músicas para o novo CD e também já as gravamos.
Eu: Sim, eu sei. Eu as escutei para saber mais ou menos o estilo da banda e gostei do que ouvi, vocês são muito bons.
Harry: Obrigado. 
Eu: Eu tive algumas ideias...

O resto do dia foi bem legal! Algumas vezes eu tinha que pedir para eles pararem de brincar, mas eles são bem profissionais e eu tenho certeza que o resultado será outro grande sucesso!

Porém no final do dia Carla - isso mesmo, a Carla - entrou correndo desesperada pelo estúdio querendo falar com o Louis urgentemente. Depois dela ter conversado com ele, Louis se despediu da gente e foi até uma delegacia com alguns policiais.

Horas depois, eu já estava em casa vendo TV, Carla chegou. Ela já estava mais calma. Carla tomou um banho para relaxar e depois sentou no sofá comigo para contar o que aconteceu.

Carla: Acharam a Eleanor!
Eu: A namorada do Louis?
Carla: Sim!
Eu: e o que você tem haver com isso?
Carla: Então...

~Flash Back on~

Eu estava em casa organizando algumas coisas quando o telefone toca. Eu atendi e era o Ted.

Ted: Carla?
Carla: Oi Ted! Tá ligando de onde?
Ted: De um hospital aqui em Las Vegas.
Carla: Hospital?! Aconteceu alguma coisa com você?
Ted: Comigo não, mas a Eleanor, namorada do Louis levou um tiro. Avise ao Louis e à policia agora! Okay?
Carla: Okay. Mas como isso aconteceu?
Ted: Tchau. Não posso falar muito.
Carla: Hã? Por quê? - Ele desligou - Alô? Ted? Ai Meu Deus!

~Flash Back off~

Eu: Mas descobriram o que aconteceu?
Carla: Sim! O irmão do Ted, o Brick tem uma organização ilegal em Las Vegas,  um dos caras que trabalha pra ele atirou na Eleanor quando ela e o Ted fugiam de lá.
Eu: E eles foram presos?
Carla: Eu não sei, eu estava cansada, vim descansar um pouco. Mas o Louis está lá.
Eu: Ai, coitado dele. - A campainha toca - Nossa! Quem será a essa hora? - Abro a porta - Seunome? O que faz aqui?

                                                                               *************************

Heeeeeeeyyyyy minhas leitoras divas!!!!!!!!!!!! Primeiramente obrigada a todas que continuam acompanhando a fic mesmo eu demorando a postar - juro que faço de tudo pra postar com mais frequência. Ah, e obrigada pelos comments do capitulo anterior, fiquei muito feliz, não respondi todos, mas vou responder! Bom, acho que é só isso mesmo, agora fiquem com o Tom que está fazendo niver hoje ^_^ e a nosssa pequena Lux! Beijos e até o próximo.
P.S: Desculpa qualquer erro ortográfico!

 
 

19 comentários:

  1. Awnn continua logo fofa :)) cara tom e lux são muito fofos *-*
    Isa

    ResponderExcluir
  2. Continua logo. Lux divando no fim do post haha.

    ResponderExcluir
  3. Continuaaaaa!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. D-I-V-O!!!! Continua logo flor
    xoxo Laura

    ResponderExcluir
  5. Lindaaa continua logo amoooor!!
    Bvjs da Leh xx

    ResponderExcluir
  6. Continua por favor, tá perfeito

    ResponderExcluir
  7. Oiie,continua esta muito divo.

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*