30 de outubro de 2013

Story Of My Life - Capítulo 2.

~Você on~

 

Tudo na minha cabeça girava, sai do apartamento do Niall tão apressada, que não me dei conta de nada. Onde eu estava mesmo? Cambaleei até o elevador, olhei pela última vez a porta do apartamento de Niall e voltei a chorar.

 

Entrei no elevador, procurando pelo botão certo e logo o achando. Eu estava fora de mim, não sabia o que estava acontecendo. Sai do elevador correndo, para que ninguém me visse. Quando ia entrar em meu carro, ouço a voz de Zayn. 

Zayn: Seunome, Seunome! - ele gritava. Droga. Enxiguei as lágrimas rapidamente e me virei pra ele com um sorriso falso estampado no rosto.
Você: O que?
Zayn: O que foi aquilo lá em cima?
Você: Nada, eu só, sei lá.. - dei ombros, procurando uma desculpa.
Zayn: Você ficou tão nervosa.
Você: Só achei idiota você ter perdido a menina porque tinha vergonha dela.
Zayn: Sei que pode parecer estranho, mas, eu acho que ainda a amo.. - ele olhou em meus olhos.
Você: Como pode amar alguém que nem sabe como está? Quem não vê a anos? 
Zayn: Ela deve estar linda, e não importa se estiver feia, ela sempre será linda por dentro, é a pessoa mais maravilhosa que eu conheço, ela, ela.. - ele suspirou. - não tenho palavras pra descrevê-la, só sei, que eu preciso achar ela. 
Você: O que? - gritei e arregalei os olhos.
Zayn: Seunome, eu vou procurá-la, e você vai me ajudar! - ele disse imponente.
Você: O que? Eu?
Zayn: Por favor, eu preciso encontrá-la, por favor! 
Você: Ai, tá bom. Mas como pretende fazer isso? Lembra o nome dela?
Zayn: Não, só tenho a foto dela.
Você: Amanhã a gente conversa. - disse com meu coração acelerado.
Zayn: Obrigada. - e meu coração acelerou mais ainda quando ele chegou perto de mim, e me deu um beijo na testa.

 

Recapitulando, eu reencontrei Zayn, ele se declarou pra mim mas não sabe, e eu vou ter que ajudá-lo a me procurar. É, Seunome, acho que seus dias de adolescentes voltaram. 

Espera ai.. puta merda, Zayn me ama! Meu Deus, Zayn me ama! 

Cheguei em casa, coloquei a bolsa na bancada, junto com as chaves do carro e a chave de casa, tirei os saltos e joguei em algum canto, sentei no sofá, e coloquei a mão sobre a testa, eu estava exausta.

Clar: A senhora está bem, dona Candy? - ouvi a babá dizer de forma gentil, e doce.
Você: Ah, to sim, Clar. - olhei pra ela e esbocei um sorriso falso. - pode preparar um chá pra mim?
Clar: Claro, dona Candy, de camomilla?
Você: Por favor. - sorri.
Clar: Com licença. - e ela saiu. 

Me deu vontade de chorar, muita vontade. Abracei minhas pernas, me aconchegando mais no sofá, e derramei um rio. Chorei, chorei até minha cabeça explodir.


Clar: Dona Candy! - veio até mim e me abraçou. - o que aconteceu? - eu deitei em seu ombro e só o que fazia era chorar. Isso me fez lembrar do dia que chorei por Zayn, porque ele começou a namorar, com uma vadia da escola.

Cheguei em casa, joguei a mochila com força no sofá e subi as escadas correndo, me joguei em minha cama e chorei. Não era possível, Zayn estava namorando com a vadia da Carol, aquela puta. Não era possível, não podia estar acontecendo! Mas claro, Zayn é lindo, e eu? Eu sou apenas uma menina nerd do terceiro ano, que tem que aguentar ver o menino que eu amo todos os dias, agarrando outras meninas, se esfregando em outras meninas, e tudo mais. De tanto chorar, eu adormeci. Senti mãos por meus ombros.

Pai: Filha.. - disse meu pai, e eu fui abrindo os olhos devagar. - o que houve? - me virei pra ele, com os olhos inchados e vermelhos de tanto chorar.
Você: É o Zayn pai, o Zayn.. - novas lágrimas se formaram em meus olhos.
Pai: Esse menino de novo? Não acredito, minha filha, todos os dias você chora por ele. - não respondi, apenas fiquei olhando pro nada, deixando que lágrimas rolassem. - querida.. eu sei que é díficil, mas esquece esse menino, ele te faz tão mal. - me abraçou de lado. - eu te amo minha filha, não gosto de te ver assim.

Clar: Toma seu chá. - me entregou o chá, e eu fui me acalmando aos poucos. Porque eu estava chorando? Zayn me amava. Pela primeira vez na vida, eu tinha falado com ele, pela primeira vez na vida, ele tinha se delcarado pra mim, pela primeira vez na vida, ele me amava. Mas, no colegial, tinha vergonha de mim. Eu nunca imaginei, que anos depois, eu estaria aqui, chorando pelo Zayn de novo. - quer me contar o que houve?
Você: Eu só queria que meu pai estivesse aqui. - deitei em seu colo e voltei a chorar. 

 

Clar: Calma, calma. - acariciou meus cabelos.
Você: Minha cabeça ta doendo. - disse em meio a soluços.
Clar: Eu vou buscar um remédio. - disse e saiu. Voltou em segundos, me entregando um comprimido, e um copo d'água, os tomei. - agora vai dormir, se precisar de algo, eu estarei aqui. - ela sorriu.
Você: Obrigada, Clar. - sorri de canto, me levantando e pegando meus sapatos, fui em passos lentos até o meu quarto, joguei os sapatos em qualquer canto e me joguei na cama, sem tirar a maquiagem, sem escovar os dentes e nem trocar de roupa, eu só queria dormir. 

~~~~

Dor de cabeça. Dor de cabeça se resumia em todos os meus sentimentos naquela manhã. Chorei a noite toda, como uma criança, relembrando meus velhos tempos de maneira terrível. Não estava com vontade nenhuma de levantar, e eu não ia.

Clar: Dona Candy. - ouvi a voz de Clar ecoar do outro lado da porta.
Você: Sim?
Clar: Um amigo seu está aqui, ele se chama Zayn. - o susto foi tão grande que eu cai da cama. - Dona Candy, a senhora caiu? Está bem? - ela dizia com a voz preocupada.
Você: Eu to bem. - disse me apoiando na cama, e levantando, pegando as cobertas do chão, e as colocando na cama. - diga a ele que eu já vou descer. - ela não respondeu, supus que ela já havia descido. 

Tomei um rápido banho, fiz minha higiente matinal e coloquei essa roupa. Desci as escadas lentamente, com as pernas fraquejadas, cheguei na sala e encontrei Zayn sentando no sofá da sala, concentrado, mexendo em seu Iphone.

Zayn: Ah, oi. - levantou a cabeça assim que me viu.
Você: Zayn. - sorri.
Zayn: Desculpa aparecer tão cedo, é que, você sabe, ontem.. - ele sorriu de lado. 
Você: Eu sei. - sorri compreensiva. - por onde vamos começar?
Zayn: Que tal irmos tomar café no Starbucks? - sorriu como se aquela fosse a melhor ideia do mundo, que não deixava de ser verdade, já que no momento, era sim.
Você: Uma ótima ideia.

Meu apê ficava tão perto do Starbucks, que fomos andando mesmo, caminhando e conversando. Até que chegamos, e sentamos em uma das mesas.

Você: Por onde você vai começar, essa busca? - ri, tomando um gole do meu capuccino.
Zayn: Vou olhar minhas coisas antigas do colegial, que está na casa da minha mãe, em Bradford.
Você: Ótimo. - forcei um sorriso.
Zayn: Nem sei se tem coisas dela lá, tenho que olhar. Programar
Você: Olha no livro do ano, vai que ela anotou coisas lá. - dei ombros. Sim, eu havia anotado lá.
Zayn: Vou na casa da minha mãe hoje, quer ir? - meu coração acelerou. A mãe dele, Trisha, com certeza lembrava de mim, ela e minha mãe eram amigas. Bom, ela me conhecia, mas não sei se lembrava, tomara que não.
Você: Ah, po..pode ser. - gaguejei novamente. Seunome, para de gaguejar minha filha! 
 Zayn: Ótimo. - sorriu. 

Terminamos o café da manhã, e ele me disse só pra trocar de roupa e ele passaria na minha casa. Fui pra casa correndo, entrei apressada em meu apê, e Sarah estava lá. Ela já ia falar, mas eu a interrompi.

Você: Não, não! - levantei o dedo, rindo. - hoje eu estou de folga, porque hoje é sábado. - disse indo em direção ao meu quarto, e logo colocando essa roupa.

Desci rapidamente e Zayn já estava lá, encostado em seu mustang vermelho, com uma camisa polo branca, de gola V, bermudas xadrez, e óculos, totalmente e irritamente lindo! Deviam proibí-lo de tanta beleza assim. Sinceramente, eu acho que Zayn sugou toda a beleza do mundo.

Zayn: Hey, Seunome. - disse assim que cheguei perto dele, e ele me abraçou.




O abraço de Zayn era delicioso, e aconchegante, ele tinha os braços fortes e o corpo quente, e ele estava absurdamente cheiroso.

Zayn: To vendo que você gosta de perfumes masculinos. - disse rindo, enquanto eu ainda estava com a cara enterrada em seu pescoço. Vergonha total. Apenas sorri pra ele, corando infelizmente. - entra ai. - entramos no carro.

A viagem foi um pouco silênciosa, e isso é uma coisa que eu odeio, silêncio. Tinha uma coisa que estava me incomodando, e eu decidi perguntar, eu precisava saber.

Você: Isso é realmente necessário? - disse assim que ele parou o carro em um sinal, e abriu um pouco o vidro, abri o meu também e fiquei olhando pro nada, mas com o foco aqui dentro.
Zayn: O que? - perguntou curioso.
Você: Achar essa menina. - o olhei, e ele tinha a face curiosa. Claro, ele não devia estar enetendendo porque eu estava agindo daquela maneira, tão interessada no assunto.
Zayn: Porque a pergunta?
Você: Não se importou em falar com ela a sete anos atrás, porque se importa agora?
Zayn: Porque eu não quero cometer o mesmo erro duas vezes.
Você: Quer dizer, porque exatamente agora? Porque exatamente ontem você decidiu achar ela?
Zayn: Você me venceu. - me olhou derrotado, e deu partida no carro. - porque ela me lembra você, e você ter falado aquilo ontem, me deu esperanças.
Você: O que?
Zayn: Seunome, você é idêntica a ela, seu jeito, sua voz, seu rosto, seu corpo, tudo.. - e agora ele disse isso olhando profundamente em meus olhos, e você pode achar que não, mas rolou um clima, eu senti.
Você: Zayn.. - abaixei os olhos.
Zayn: Hum? - paramos em outro sinal, e ele me olhou.
Você: Eu vou te ajudar a procurar essa garota, mas, promete que não vai se apaixonar por mim? - levantei os olhos de encontro ao seu, e seu olhar era calmo, mas triste, e neles eu pude ver desespero, angústia. 

 

Zayn: Tá.. tá bom. - ele apenas voltou a olhar pra frente, com a expressão séria, e o resto do caminho foi apenas o silêncio nos guiando. Odeio você, silêncio. - chegamos. - disse assim que estacionou o carro, saiu e abriu a porta pra mim. Nossa, não sabia que Zayn era cavalheiro.
Você: Então, tá pronto pra isso?
Zayn: Isso o que? - paramos em frente a porta e ele tocou a campainha.
Você: Procurar essa menina, e, achá-la. - dei ombros.
Zayn: Porque você tá tão preocupada com isso? - fiquei alguns segundos tentando achar uma reposta, mas graças ao bom lord, a mãe do Zayn apareceu na porta.
Trisha: Filho? - olhou para ele, surpresa. - e você.. - ela olhou pra mim, e eu neguei com a cabeça, arregalando os olhos, e disfarçando, tipo 'fingi que não me conhece', acho que ela entendeu. - sua amiga filho? - ela disse estranhamente, e deu um sorrisinho de canto.
Zayn: Oi mãe, é minha amiga sim, aquela modelo que eu te falei. - ele sorriu. - desculpa aparecer assim do nada, é que eu tava precisando muito achar umas coisas.

Nós entramos, e sentamos no sofá, Zayn explicou toda a história, e quando ele disse sobre a menina, Trisha me lançou um olhar, é, ela sabia que era eu, e ela lembrava muito bem de mim. Ela disse que Zayn poderia ir no porão procurar as coisas, e ele foi, deixando eu e Trisha a sós.

Trisha: Seunome Candy.. - ela disse se sentando ao meu lado.
Você: Tia Trisha. - sorri.
Trisha: Então quer dizer que Zayn está te procurando, mas não sabe que está? - neguei com a cabeça, abaixando o olhar. - porque não contou pra ele?
Você: Eu não sei, eu.. - algumas lágrimas invadiram meus olhos. - eu ainda o amo, Trisha. - permiti que as lágrimas rolassem por meu rosto.



Trisha: Porque não conta pra ele?
Você: E se ele não gostar de mim agora? E se ele descobrir que sou eu e, desistir, ver que não me ama mais, que foi tudo um mal entendido. Se eu não me entreguei pra ele naquela época, não vai ser tão fácil agora que eu vou.
Trisha: Seunome, você tem noção do quanto ele vai sofrer se não achar essa menina? O Zayn é dramático, e mimado, se ele não achá-la, vai pirar, ele é capaz de jogar tudo fora.
Você: E como você acha que ele vai reagir se descobrir que sou eu? Agora que eu já disse que vou ajudá-lo, e mais, conversamos tanto sobre isso, Trisha.. - peguei em sua mão. - ele disse que confiava em mim.
Trisha: Pois é, Seunome, ele depositou em você um voto de confiança, e é difícil pro Zayn confiar em alguém. - ela se levantou. - por favor, não faz o meu Zayn sofrer mais o que ele já sofria no colegial, quando te amava. - ela saiu, e eu fiquei ali, tentando engolir essa história. Eu estava ferrada, Zayn confiava em mim, e eu estava dando motivos a ele pra confiar. Mas o que ele faria se descobrisse que sou eu? Ou pior, o que ele faria se descobrisse que eu tenho leucemia?



~Zayn on~

Mexer naquelas coisas, me dava arrepio. Lembrar de cada coisa no colegial, cada dia, cada momento, era triste, mesmo que eu tenha sido o cara, o mais popular, ter ficado com todas as garotas, a que eu queria ter ficado, não aconteceu. Porque? Porque eu sou uma anta, um idiota, um verdadeiro otário. Não falei com ela porque mesmo? Vergonha. Ah, claro, vergonha do que ela era. 

Peguei um caderno antigo, e comecei a lembrar o que aconteceu quando estava passando no corredor, com esse caderno na mão.

Estava indo pra aula de biologia, e lá vinha ela pelo corredor, com seu vestido longo, e andando olhando para os pés, como se sentisse vergonha de si mesma, como se sentisse vergonha do seu rosto. Mas porque? Ela era linda, tinha os olhos, a boca, o nariz, cabelo, corpo.. tudo perfeito, e sim, eu reparava em tudo nela. E ela passou exatamente do meu lado, continuou olhando para os pés, e claro, eu tive que virar para olhá-la de novo.



Porque ela se escondia tanto? Ela era linda, toda perfeitinha, era bem melhor que as outras meninas, não era vadia como elas, e sabia se comportar. Será que ninguém enxergava isso? 

E novamente, ela passou perto de mim. Eu estava sentado na hora do intervalo, com meus amigos, e ela passou, não pude evitar de olhá-la, e ela me olhou. Seus olhos brilhavam, e seu rosto, estava lindo, sua boca mais rosada que nunca, a vontade que me deu foi de beijá-la na frente de todos.



Você: Zayn? - Seunome disse, entrando no porão. Não sei porque, mas, tem alguma coisa na Seunome que me lembra essa garota, sei lá, elas são tão parecidas, pelo que eu me lembro da menina, elas tem o jeito totalmente igual, e vamos combinar que, a Seunome tem um jeito meio adolescente ainda.
Zayn: Oi. - me virei pra ela e sorri.
Você: Achou alguma coisa?
Zayn: Espera.. olha isso.. - peguei o livro do ano, e tinha um bilhete da tal garota.

Oi, Zayn, então.. queria te dizer que, eu te amei desde a primeira série, mesmo que você nunca tenha notado em mim, eu te amei, e ainda te amo. Adorei ter tirado a foto com você hoje, mesmo você não sabendo nem meu nome. Beijos, Seunome C. 

Uau.. não dava pra acreditar, essa menina tinha o mesmo nome da Seunome. Será que..? Não, Zayn, impossível, claro que não!

Você: O que foi, Zayn? O que você achou?
Zayn: Ahn, Seunome.. - me levantei, ficando de frente pra ela. - você morava aonde quando estava no colegial?
Você: Brad.. Brasil. - ela respondeu, mas eu não vi certeza em sua resposta.
Zayn: Você é brasileira?
Você: Nasci em Londres, mas me mudei pra lá. - se ela está dizendo, tudo bem, né. - o que achou?
Zayn: Nada demais. - disse cabisbaixo. - só uma chance de encontrá-la. - levantei a cabeça e sorri, a abraçando e a pegando no colo.
Você: Ai, Zayn. - ela deu um gritinho e começou a rir. Mas, no momento em que a peguei no colo, nossos rostos se chocaram, e ficamos nos encarando por um momento.



Eu estava bem perto dos lábios dela, olhando bem fundo em seus olhos. Alguma coisa era familiar. Não sei o que, mas alguma coisa era. E ai, uma música começou a tocar. (Cliquem aqui).

Noventa milhas fora de Chicago
Não consigo parar de dirigir não sei porque
Tantas perguntas, que precisam de uma resposta.
Sete anos depois, você ainda está no meu pensamento

Zayn: Você me concede essa dança? - eu disse como um 'principe', e ela riu.
Você: Claro, senhor. - pegou em minha mão, e começamos a dançar conforme a música.

O que aconteceu com Amelia Earthart?
Quem segura as estrelas no céu?
Amor verdadeiro acontece apenas uma vez na vida?
Será que o capitão do Titanic chorou?

Zayn: Vem, cá, vem. - a rodopiei. 



Você: Já fez curso de dança, Malik?
Zayn: E você? - começamos a rir.
Você: Não. - ela riu, e novamente, estávamos bem perto. E ela começou a cantar junto com a música, com nossos rostos ainda colados, e cada verso que ela cantava, era como se a voz dela me tocasse, e eu me sentisse vivo novamente, porque, desde que eu deixei aquela menina ir, eu me sentia morto.

Algum dia saberemos
Se o amor pode mover uma montanha
Algum dia saberemos porque o céu é azul
Algum dia vamos saber porque é que eu não era pra você

Você: Zayn..
Zayn: Seunome.. - ri, e ela também, mas logo sua expressão mudou, agora era séria.
Você: Eu preciso te contar uma coisa. - aquilo não era bom.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Heey girls, como vão? Não me matem, Run Or Die está por vir. E essa short fic pode acabar a qualquer momento :( eu já me apeguei bastante a ela, e sim, a Seunome tem leucemia. Qual é, eu amo dramas haha :( enfim, vocês acham que a Seunome deve ficar com o Zayn ou não? E vocês acham que o Zayn vai conseguir achar a Seunome? Ou será que ele vai conseguir não se apaixonar por ela? Comentem ai o que vocês acham haha e sim, eu me inspirei no filme Um amor para recordar, pra essa fanfic, mas claro, mudei várias coisas. Enfim meninas, comentem ai (:

Beijos, Mila 

27 comentários:

  1. Uau,é você gosta mesmo de dramas. Nunca vi um amor pra recordar então não vou ter como comparar um pouco com a fic... Também já me apaguei a Story of my Life mesmo com apenas 2 capítulos. Acho que o Zayn vai se apaixonar pela s/n e logo depois descobrir que ela é a garota do colegial... Continua logo,beijos!

    ResponderExcluir
  2. Taaa mttt boa,continua logo pleaseeeee!!!eu tava ja morrendo pq vc n postava o cap,entrei hj na escola pra ver se ja tinha saido e agr qnd eu chego em casa essa perfeição!!
    -Leh Monfradini (@LehDirectioner)

    ResponderExcluir
  3. Coontinua Floor >.<
    Ta ótima eu acho que ela deve ficar com Zayn mais o Zayn tem que descobrir sozinho que é ela,sem ela contar....

    ResponderExcluir
  4. Eu acho q o Zayn deve descobrir qnd a s/n for fazer uma cirurgia pq da leucemia e tals,ia fik mtt foda kkk' haha adoro dramas tb ;)
    -Leh Monfradini (@LehDirectioner)

    ResponderExcluir
  5. A Seu Nome tem que ficar com o Zayn

    ResponderExcluir
  6. Cara Um amor Pra Recordar é o melhor filme que eu já vi e é um dos meus favoritos! Cara faz dessa short fic uma Fanfic completa! Conversa com a drica! Se continuar vai se tornar perfeeeeeeita! Por favor pensa no assunto!

    ResponderExcluir
  7. Prefeito. Eu já me apeguei muito a fic. Ela tá muito diva!!
    Continua logoo please!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Heyyy.... Sou leitora nova aqui :p e estou adorando essa fic lol... Eu tb gosto de drama.. Continua
    xxLah

    ResponderExcluir
  9. Ele vai descobrir q é ela, vai ficar bravo e se distanciar... Ai vai perceber q esta deixando ele ir embora novamente e vai pedir ela em namoro... Seilá acho q eu acho isso!! (Essa frase ficou meio estranha, mas Ok!!)
    Continuuaaa??
    Malikisses

    ResponderExcluir
  10. continua logoooooooooo, por favor

    ResponderExcluir
  11. Coontinuaa ta peeerfeitoo , (s/n) naaum pode morrer coitdaa , elaa tem que ficaar coom o zayn , .'

    ResponderExcluir
  12. A S/N nao podee morrerr.... ela tem qe ficar com o Zayn... casar com ele e viver felizes para sempre.... hahahahahahaha continuaa

    ResponderExcluir
  13. velho que ficccc perfeitaaaaaaaaaaaaaaa...... Posta urgentemente rápido..... Está maravilhosaaaaaa......

    ResponderExcluir
  14. Ahhh eu acho Um amor para recordar tao lindo!!!!! e triste obvio! Só espero q ela nao morra como acontece com a garota do filme. Da onde veio a musica? pq tipo surgiu do nada no porao???
    Bjs!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A musica é do filme amore..

      Excluir
  15. meu deus do ceu, ta perfeitooooo e continuaaaaa
    bjs Bia

    ResponderExcluir
  16. Continua eu Acho que o Zayn deve descobri quando a S/n for fazer uma cirujia pq causa da Leucemia

    ResponderExcluir
  17. Continua logo por favor to amando e só tem 2 capítulos tá perfeita continua please!!!!!!!!!!!!! <3 Thais

    ResponderExcluir
  18. Aahahahahahahaha continuaaa, antes que eu morra aqui...
    Essa fanic ta perfeita ..*----------* Continuaaa...

    ResponderExcluir
  19. Um amor para recordar <3

    ResponderExcluir
  20. OMG ela não podee morrerrrr!! :'( :'( :'( :'( :'( :'(
    Continua logo ta perfeiioo..
    XxAnna

    ResponderExcluir
  21. Pfta d++!! que triste eu ter leucemia D: Mas acho q vai dar td certo no final e se Deus quiser eu nao vou morrer por isso q nem no filme :p Kkkkkk
    Ah e eu acho q o Zaza vai se apaixonar por mim antes de descobrir q eu sou "a" garota hehe ;)
    Ja to amando e mt apegada a essa fic, continua pleaaase
    Bjs da Leh, sua fã numero #1 <3

    ResponderExcluir
  22. aai que lindo...continuaa logoo por favor...a (Seu Nome) tem que ficar com o Zayn! by:Maria Malik

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*