31 de agosto de 2014

Give Me Love – Capitulo 18 – Eu estou aqui, pra cuidar de você...

~Maratona~


Narradora ON:

(Ultimo da Maratona GML)


O dia tinha sido ótimo na opinião de Seunome, e a cada dia que se passava ela se sentia cada vez mais atraída e apaixonada por Liam. Quando chegou em Wolverhampton, ele foi a primeira pessoa que conheceu, quer dizer “conheceu” entre aspas, não foi uma conversa normal, obvio que ela reparara em sua beleza logo de inicio porém, não sabia que ele era tão sedutor. Liam tinha cara de anjo, e por parte era um, mas ele tinha um outro lado, o lado que fazia qualquer uma, na qual ele mostrasse esse lado, ferver diretamente.

Agora Seunome procurava não conversar mais com Josh, eles haviam trocado algumas mensagens porem assim que ela começou a se envolver com Liam, o evitou ao máximo, não queria magoar Josh ele era um cara lindo, fofo, bom ouvinte, apesar de Seunome nem se quer mencionar o que acontecera antes de ir para Wolverhampton, ele dedicava seu tempo pra ouvi-la e a fazer rir, mesmo por mensagens, ele era bem engraçado e isso era uma coisa na qual ela gostava muito, só que o Liam... Bem ele era fofo, e tinha um abraço incrível, na qual fazia seunome ir as nuvens enquanto o abraçava, era um bom ouvinte também, e parecia que ele sempre estava perto dela quando ela precisasse, além de ser um ótimo sedutor. Liam era mais para “Sou carinhoso, mas vamos pra um lugar a sós pra você ver...” E isso não é um tipo de coisa na qual se resista.

E ontem, depois da quadra de basquete eles tiveram uma conversa...

-Que tal uma volta no lago? – Liam deu a ideia, eles já estavam bem perto de casa, na verdade bem na frente, era só um ir pra um lado e o outro pra outro, mas fazia tempo que Liam queria conversar com ela, conversar mesmo, ainda mais porque ele queria saber o porque dela ter dito que “matou eles” Eles quem? Matou? Como uma garota que nem ela poderia matar alguém?

-Ah, okay! – Seunome disse e deu um sorriso, por um tempo eles ficaram em silencio, Liam não queria ir direto ao assunto, porque pelo estado como ela estava quando falou isso, parecia ser uma coisa séria e por causa disso Liam não queria dar um choque em Seunome – Como você reparou que Niall e Allana estão juntos? – ela perguntou de súbito.

-Ah, então eles estão juntos mesmo?! – deu risada.

-Fiz merda! – ela colocou a mão na cabeça com força como se soubesse que havia feito algo errado

-Relaxa, juro que não conto! – disse Liam fazendo figas e de pé junto. – Basta ver o jeito como eles se olham, eles quase nunca fazem isso, mas quando fazem é claro demais, impossível de não perceber... 

-Você não comentou isso com ninguém não é?

-Não – Liam disse calmo, e franzindo o cenho - achei que eles não queriam que ninguém ficasse sabendo.

-Mas metade de nós já sabe – Seunome riu um pouco, como se já imaginasse quando todos descobrissem o que pra dizer a verdade não demoraria nada se tudo continuasse acontecendo daquela maneira. –Você repara bem as pessoas...

-Pois é, talvez seja um talento – ele a olhou, Liam e Seunome caminhavam lentamente na margem do lago, o sol já começava a se pôr. – Será que eles repararam algo em nós? Tipo, de alguma maneira... Por que eu tento com todas as minhas forças não te olhar de maneira diferente, mas é completamente difícil. – ele havia parado, e ela ficou em sua frente, o sol batia de um lado de cada um, produzindo uma sombra grande que na grama pouco esverdeada, deixando eles grandes, era assim que se sentiam quando estavam juntos, grandes.

-Acontece o mesmo comigo... – Seunome sussurrou, eles estavam a meio passo de distancia, o suficiente para Liam ter compreendido perfeitamente o que ela disse, ela o encarava, aqueles olhos castanhos ficavam ainda mais claros e brilhantes com a luz do sol poente, então ela voltou seu olhar para o lago, a agua produzia um reflexo lindo do sol – E melhor eles não saberem ainda... Não sei se estou pronta pra algo também.

-Eu entendo, e não quero te forçar a nada... – Liam segurou em seu queixo e virou seu rosto de novo para que ela o encarasse – Sinto seu sofrimento da maneira como fala, e só quero que saiba que seja o que for que tenha acontecido, eu estou aqui, pra cuidar de você, na hora que quiser! – ele sorriu fraco. Seunome não se segurou, avançou em direção ao rosto de Liam e o beijou, era incrível a capacidade dele de identificar as coisas apenas pelos movimentos da outra pessoa, de fato isso era um dom.

-Obrigada – ela disse com a testa colada na de Liam, com suas mãos ainda passando pelos cabelos castanhos dele, e olhando em seus olhos, com uma linda paisagem a sua volta aquela era definitivamente uma cena romântica.

LIAAAAAM!! – Os dois viraram rapidamente e foi possível ver o pai de Liam, em cima dum pequeno barco de pesca, com uma rede na mão há uns metros de distancia.

-A pescaria! – Liam disse frustrado, batendo em sua testa como se tivesse acabado de lembrar algo, de fato era isso. Liam havia esquecido que ele e seu pai tinham que ir para trás de uma ilha próxima e pescar alguns mariscos. – Desculpa Seunome, tenho que ir agora. Esqueci da pescaria com meu pai hoje.

-Okay – a garota disse e olhou de novo na direção de Geoff – Mas, já vai anoitecer...

-Era pra mim ter vindo depois da escola, mas eu esqueci completamente, ele deve estar furioso.

-Tudo bem, vai lá...

-Te vejo amanha, tchau – disse e eles deram um selinho rápido, não costumavam se despedir assim.




 Mas foi uma sensação boa, para ambos. A mente de Seunome clareou, eles estavam se beijando há um pouco antes do pai de Liam o chamar “Droga! Ele viu!” Seunome pensou, “E agora?!” Ela foi em direção a casa de sua avó com esse pensamento, na verdade ela já foi imaginando todos sabendo e o pior, sua avó sabendo disso, qual seria a reação dela? Nada boa, provavelmente... Até hoje, Seunome não sabia o motivo da raiva de sua avó com os Payne’s, porem do jeito como ela ficava encontrar com eles no supermercado ou qualquer outro lugar era de plena revolta, ela ficava estressada todas ás vezes, mas o motivo disso, nunca era dito.

Quando Seunome chegou em casa ninguém estava lá o que pra ela era ótimo, gostava de ficar sozinha assistir um filme, comer batatas enfim, se entupir de gordura, e ela estava começando o processo, quando sua avó ligou no telefone, e pediu para que ela fosse correndo até a floricultura, pois um nova remessa de flores havia chegado mais cedo do previsto e elas precisavam organizar todas para que não murchassem rápido demais, assim que sua avó desligou Seunome ouviu o seu celular tocar

-AHHH! É HOJE! – correu até ele que estava no sofá e o atendeu. –Alô?

-Oi! Seunome?! – o numero era desconhecido, mas a voz ela conhecia bem – Eu pensei se você não queria ir ver aquele filme que comentei um tempo atrás que vai estrear... – ele parecia empolgado, por um segundo Seunome pensou em dizer sim, mas além de ter que ir ajudar sua avó ainda tinha o Liam...

-Ai Josh! Me desculpa, não vai dar... – ela disse da maneira mais desapontada que conseguiu, apesar de que tinha um pouco de verdade na frase – Minha avó acabou de ligar pedindo ajuda na floricultura...

-Allana não pode ir no seu lugar? – ele pediu insistente.

-Ela saiu com a família dela

-Ahh – ele parecia ter ficado desapontado, mas também como se ainda pensasse numa solução – Mas e se eu for ajudar vocês duas , ai a gente acabava mais rápido e depois ia ao cinema...

-Han... Você? Ir ajudar minha avó também? – Seunome, queria muito responder não, mas “não” podia fazer isso. Ia ser muito arrogante de sua parte, porque um garoto fofo como Josh, que estava mega afim dela, e chamando-a pra ir ver um filme que seunome também tinha gostado apenas por ter ouvido a sinopse através de Josh, então ela apenas disse – Okay, pode ser! – e desligaram, mas ainda havia a hipótese da vó de Seunome não deixar, mas Josh ia chegar lá com aquela carinha de bebe dele, aquele jeitinho carinhoso e provavelmente dizendo “Não vou deixar ela voltar tarde Sra. Harrison!” que sua avó ia ceder, ainda mais por saber de que o garoto na qual Seunome poderia estar se relacionando não ser Liam Payne. Assim Seunome foi em direção a floricultura, rápido, porem desejando que o ônibus demorasse, o que para a sorte dela, não aconteceu.

Quando chegou na loja, Josh já estava lá, Seunome não soube o que sentiu quando o viu, mas confusão era uma das coisas.

-Hey- ele disse a abraçou

-Oii... – então Seunome abriu a porta da floricultura, deixou a bolsa em um lugar qualquer e já foi em direção a a sua avó que carregava duas caixas
-Ai que bom que você já chegou Seunome! – disse aliviada, e seunome pegou as caixas – coloque elas lá trás querida... – houve uma pausa e Clarisse (avó de Seunome, que eu coloquei na sinopse, mas não usei muito .-.) percebeu reparou na outra pessoa que estava ali, já tinha o visto em algum lugar porém não se lembrava, houve uma pausa e ela se virou para Seunome logo depois.

-Ah, Vó esse é o Josh... – Seunome virou um pouco, olhou Josh e depois virou-se pra trás da loja, para colocar as caixas – ele veio ajudar! – disse já indo.

-Muito prazer Sra. Harrison! – Josh disse e estirou uma das mãos.

-Muito prazer Josh! – ela retribuiu o jesto com um sorrido, apesar de ainda estar intrigada tentando lembrar onde o vira antes – Você estuda na escola de Seunome? É amigo dela de lá?

-Não, eu sou da East High – Josh pensou em completar “nos conhecemos numa festa” porem achou melhor omitir essa parte, por algum motivo – Então – temtou sair do assunto – Como posso ajudar?

Josh, se aliviou, quando Clarisse, não perguntou mais coisas, apenas deu tarefas fáceis para ele fazer, logo Seunome voltou e todos focaram no que tinha que fazer, Sra Harrison perguntava algumas coisas aleatórias as vezes apenas pra saber mais do garoto como “Você mora há muito tempo aqui?” “Será que conheço seus pais?” Josh respondeu as perguntas naturalmente, e explicou que seu pai sempre comprava flores e levava pra sua mãe, Clarisse o reconheceu e disse que ele parecia um homem muito apaixonado pela mãe de Josh, mas Josh sabia o motivo real que ele fazia questão de comprar flores quase todas as semanas pra sua mãe, e apesar de viver com eles por toda a vida, sabia que paixão não era realmente o motivo.

Logo, tudo estava em seu lugar e Josh decidiu pedir permissão logo para poder sair daquele lugar, o cheiro das flores era bom, mas ele já estava começando a espirrar por conta de sua alergia.

-Sra Harrison, eu queria saber se a Seunome pode ir ao cinema comigo? –Seunome não percebeu quando ele se aproximou de sua avó mas assim que ele começou a dizer um frio na espinha a atingiu.

-Hoje?

-Sim – Clarisse olhou em seu relógio de pulso e viu a hora, não era exatamente tarde. – Não vou deixar ela voltar tarde - ele disse exatamente como seunome havia imaginado.

-Hum... – ela examinou o garoto, ainda não se lembrara de onde o tinha visto, porém achou que não tinha nada demais. –Tudo bem! Podem ir!– disse sorrindo gentilmente- Eu fecho a loja! – Seunome, queria ter ouvido um não, mas desde que vinha pra cá, já sabia que ela deixaria. Então depois de um “Obrigado” de Josh, Seunome deu tchau para sua avó e saiu pela porta da frente, seguindo Josh.

-Não foi difícil – ele disse se gabando, Seunome riu fraco para não parecer nervosa, como estava, eles seguiram pelas ruas que já começavam a ficar mais frias e úmidas. –Esse filme vai ser demais!! – disse empolado.

-Siiiim! Fiquei com vontade de ver assim que você me mostrou o trailer! – Seunome estava nervosa, com medo de que um de seus amigos aparecessem ou pior, que Liam aparecesse, mas não queria estragar a empolgação de Josh, ele é um cara legal, Seunome gosta de conversar com ele, mas não ela temia que ele quisesse algo a mais que sua amizade, e isso ela não poderia fazer, não era justo com Liam, mas também não era justo com Josh! “Ai o que eu faço agora?!” Seunome pensava.

Eles chegaram logo no cinema, não era muito longe da floricultura, chegaram rápido lá mesmo andando. Josh havia comprado o ingresso antecipado, tipo umas duas semanas antes, e os dois, foi ai que Seunome viu que ele já planejara aquilo há um tempo, logo estavam nas poltronas, comendo muita besteira.

O filme era de terror, na qual o ator principal era muito gato, mas o garoto sofreu no filme que se o conhecesse se ofereceria pra consola-lo haha.

Logo ela viu o que estava fazendo e dispersou seus pensamentos, já não bastava ela estar com 2 problemas bem difíceis do tipo, fofos e gostosos, se aquele cara entrasse em sua vida ela estaria ferrada com todas as letras.
Seunome, reparava muitas vezes quando Josh, olhava pra ela, mas muitas vezes não aguentava a pressão do olhar dele em cima dela, e assim que viu o jeito como ele a olhava, suou frio.



Depois voltou sua atenção para o filme novamente, as partes emocionantes e assustadoras eram suas favoritas, não fechava os olhos nem por um segundo, na maioria dos filmes de terror ela ria nessas partes, pois não se assustava enquanto os outros pulavam das cadeiras, mas ela achou que se concentrou muito nas cenas, pois quase pulos da cadeira de susto, Josh fez a mesma coisa e os dois riam de si mesmo, ele segurou em sua mão em uma das cenas e Seunome não teve forças pra impedir que se entrelaçassem, assim que as mãos frias dele a tocaram, foi como um choque, eles apertaram juntas, e se assustaram juntas também.


 Quando o filme acabou eles seguiram para o ponto de ônibus onde Seunome sempre esperava, ela tentou de todas as maneiras falar sobre o filme, para que eles não tivessem momentos constrangedores, e Seunome deu piruetas pois o ônibus chegou rápido, ela não ia conseguir enrolar Josh por muito tempo, mas antes dela ir, eles se abraçaram e se separaram devagar, pois ele a segurava pela cintura, loo depois pressionando seus lábios contra os dela, na qual ela não pôde recusar, não queria magoa-lo, pelo menos não agora, pois sabia que isso acabaria acontecendo, logo depois ela se virou e subiu no ônibus, sorrindo fraco quando ele acenou para ela do lado de fora. Seunome voltou com duas cenas na cabeça, mais a tarde quando deu um selinho em Liam e agora há pouco quando Josh deu um selinho nela. Confusão. 



Continuaaaaaa....



Maratona curta gente, Sorry!
Minha vida ta uma doidera, quase nem paro em casa o que é péssimo!
Sempre que tenho um tempinho dedico ele a vocês e escrevo mas ta difícil, espero que tenham gostado dos caps! ;3


Malikisses 

18 comentários:

  1. Continua , mais termina o do liam

    ResponderExcluir
  2. Continuaaa logoooooo, por favooor....! Ahhh não aguento mais esperarrrrrrrrrr! <3

    ResponderExcluir
  3. Nossa... E agora? Cara que perfeito! Continuaaaaa..

    ResponderExcluir
  4. Ah! Já acabou :-( #TisteAki :-\
    Maaaaiiss, mds como esses caps estavam INCRÍVEIS!!♥♥ To pouca para os próximos!!!♥ CONTINUAAAA!!

    ResponderExcluir
  5. continua ficou perfeito u.u ela tem que ficar com o Josh no começo sei la pra rolar ciúmes não so do liam mas também dos amigos dela pois eles não gostam do Josh kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem sim mas no final ela fica com o liam não no final na metade sei la ela q decide

      Excluir
  6. e serio isso o Josh beijo a s/n n gostei dessa parti mais a fic ainda ta perfeita

    ResponderExcluir
  7. Continuaaaa!!!!!1 nao consigo esperar,ta muito PER-FECT

    ResponderExcluir
  8. gatinha posta o proximo cap

    ResponderExcluir
  9. linda tá top posta tô amando muito e sempre acompanho vc's

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*