25 de abril de 2014

DNA - Capítulo 12 - Dream


No último capitulo...

A chuva passou depois de meia hora. Harry e eu resolvemos voltar para o dormitório. Harry, obviamente, foi para o seu e eu fui para o meu. Esperava encontrar Ellie, mas não havia nenhum sinal dela. Eu não tinha fome, então tomei um banho e fui direto dormir e acabei sonhando. Eu não deveria ter sonhado.


Estava difícil de respirar. O ar parecia ter acabado e tudo que me restava parecia estar milimetricamente contado. Temia de puxar muito o ar e acabar com o misero que restava. Meus olhos estavam grudados, não literalmente, eles apenas não se abriam.

Eu já não sentia minhas pernas ou meus braços. Eu apenas estava poupando o ar. Estava em processo de morte, talvez. Sinto gotas geladas caindo em meu rosto. Não conseguia saber ao certo do que eram as gotas, mas algo que dizia que eram de água. Lentamente meus olhos se abrem. Meus braços começam a fazer pequenos movimentos e minhas pernas igualmente. De imediato eu não sabia a onde eu me encontrava. Estava escuro demais para poder me localizar.



Uma luz forte bate de frente com minha visão, me cegando por segundo. Consigo me sentar e olhar para o ambiente ao meu redor. Árvores altas, chuva caindo e cheiro de queimado. Estou na floresta do campo. Por que eu havia chego até ali?

- Baixinha? – Passos rápidos se aproximavam de mim. Pelo apelido nem me dou o trabalho de adivinhar de quem vinha a voz. – Finalmente te achei.
- Harry... – Olhei para o meu amigo molhado, lembrei de imediato o seu medo de água. – O que estais fazendo todo molhando? – Me levanto encarando ele de frente.
- O Zayn... – Falou e me puxou pelo pulso.

Zayn. Assim que pronunciou o nome dele, meu corpo tremeu. Um sentimento de culpa me preenchia. Fui carregada pelo pulso, por Harry, para algum lugar. Eu nem conseguia prestar atenção. Tudo que vinha na minha mente que eu tinha feito algo errado para Zayn.

Os passos de Harry diminuíram e largou meu pulso. Olhou com pena para mim e acariciou meu rosto.

- Você não tem culpa...
- Claro que tenho.
- É algo que você não pode controlar.
- Harry eu... – Ele pegou meu rosto e juntou nossas testas.
- Eu sempre soube que era por ele que você era apaixonada.

Beijou minha testa e andou para dentro do mato. Não perco muito do meu tempo olhando ele se partir. Sempre fui honesta com meus sentimentos, Harry sempre soube que Zayn era a pessoa por quem meu coração pertencia.

Ajoelhei-me olhando o rosto branco e gelado dele. Seus olhos abrem devagar e fixam nos meus. Acaricio o rosto dele. Toco em seus lábios que eu tanto gosto de beijar. Me deito ao seu lado e encosto minha cabeça no tronco dele.

- Desculpa... – Falo baixo.
- Você não tem culpa pequena. – Sua mão fraca se entrelaçaram com a minha.
- Eu que te matei.
- Eu não estou morto.
- Ainda.
- Apenas fique aqui comigo.
- Eu não o mereço. – Lágrimas teimosas escorrem pelo meu rosto.
- Eu também já quase te matei...
- Mas você não me matou. Já eu... eu te feri.
- São apenas machucados.
- Zayn... Você vai morrer.
- Vou... – Falou me olhando. – Mas não por sua culpa.
- O que aconteceu? – Pergunto apavorada. – Você está queimado... Eu que te fiz isso.
- Pequena...
- Eu sempre quis dominar algo, mas eu nunca quis o fogo. – Chorei. – Eu não sou forte para usar algo tão cruel, tão letal. Eu vou matar meu...
- Seu namorado? – Perguntou com um sorriso.
- Zayn... Você está sorrindo?
- SeuNome eu posso estar morto daqui segundos, mas quero que esses segundos eu passe sorrindo, de preferencia ao seu lado.
- Desculpa, eu não suporto saber que eu sou a causa da morte do meu Namorado.
- Você não é. A culpa sempre foi minha. – Deixou o sorriso murchar. – Eu que escolhi essa vida, eu que me meti com gente que não devia. Eu sou o culpado.
- Mas...
- Pequena, acho que estou finalmente morrendo.
- Não! – Gritei.
- Sim... Apenas diga que me ama uma última vez.
- Zayn... Não! – Chorei sentindo ele separar nossos dedos, deixando gradativamente enfraquecer seus dedos. – Eu te amo.
- Sempre.
Seus olhos vidraram no meu pela última vez. Seus olhos sem vida me olhavam sem poder me enxergar. Tudo que ele via era uma imensa escuridão... e eu também.



- SeuNome! – Gritou. – SeuNome! Acorda.

Senti algo caindo em meu rosto me fazendo saltar da cama sem ar. Olho para Ellie. Tinha um sorriso feliz no rosto. Pergunto-me que horas seriam. Parecia que fazia minutos que eu tinha chego no quarto e pego no sono. O relógio ao meu lado me avisa que eu estava errada.

- Caramba Ells. – Me levanto rapidamente. – Já são 9h!
- Eu sei, toma banho logo. – Falou animada. – Você ainda precisa tomar café.

Eu corro para o banheiro, pego qualquer roupa, tomo o banho super rápido e me visto tão rápido quanto tomo o banho. Nem dou o trabalho de arrumar meu cabelo. Já não tenho paciência para fazer isso quando tenho tempo de sobra, imagina quando não tenho tempo.

- Vamos SeuApelido, sua aula começa as 10h e Zayn odeia atrasos.

Zayn, como esse nome pode me trazer tanto arrepios e sorriso teimosos? Ando – quase correndo – até o refeitório com Ellie falando sobre a fugidinha dela para o quarto de Liam. Queria prestar atenção, realmente queria, mas tudo que me vinha na mente era fleches do meu sonho da noite.

Parecia tão real. Tão assustadoramente real. Não era apenas isso que me incomodava no sonho, era Zayn. Que mais uma vez me atormenta. Eu conheço esse menino faz quase dois dias, como ele podia ter se tornado uma droga para meu cérebro? Isso é impossível.

Como rápido uma maça, já Ellie come um sanduíche. Logo Niall aparece. Como tão rápido que fico com 25 minutos de credito. Resolvo enrolar um pouco antes de me encontrar com o menino dos meus sonhos...  Literalmente.

- Você está tão aérea SeuApelido. – Comenta Niall. – Isso é preocupação com a aula que terá com Zayn?
- Talvez...
- Fique tranquila, ele não é tão terrível como parece. – Incentiva Niall.
- Ele só não é muito educado, um pouco metido, às vezes marrento demais, muito grosso e claro, não é flor que se cheire. – Fala Ellie sem medir as palavras. – Mas fica tranquila, vai dar tudo certo.

Apenas assinto em silencio. Niall e Ellie discutem sobre algo que mesmo que eu quisesse entender eu não conseguira. Eu encaro os ponteiros. Não queria chegar cedo demais, mas também não tarde. Afinal, por que isso me incomoda tanto? Eu já não estou pronta? Deveria ir mais cedo, quem sabe assim terminaria mais cedo. Poderia quem sabe ver Harry depois, conversar com ele.

- Gente... – Levanto. – Eu já vou indo para aula.
- Tudo certo. – Diz Ellie animadamente.
- A gente se vê baixinha. – Niall coloca a íngua entre os dentes.
- Ei... – Digo. – Esse apelido é do Harry.
- Eu sei...
- Não acho que ele gostaria que mais alguém me chamasse assim...
- Tarde demais. – Riu. – Gostei.



- Que saco. – Sorri. – Mais uma pessoa me enchendo com esse nome. – Niall sorriu. – Enfim, vou indo, a gente se vê.

Ando orientada já por Ellie, que me explicou onde era ontem. Com tantas coisas em minha cabeça acabo esbarando com alguém. Tudo que eu digo é um “Ai” e a pessoa “Desculpa”. Pela sonoridade da voz e a rouquidão já o reconheço.

- Harry! – Falo sorrindo.
- Baixinha. – Riu. – Estais indo para a aula?
- Sim... – Dou de ombro. – E você indo comer?
- Correto.  – Sorriu. – Dormiu bem?
- Tive um sonho estranho, fora isso sim... E você?
- Sonhei com você...
- Nossa, serio? – Olho desconfiada para ele.
- Sim, te conto depois. – Riu. – Agora corre para a aula, porque acho que o Malik te matará se você se atrasar.
- Verdade. – Riu. – Te vejo depois? – Pergunto andando de costas
- Claro baixinha. – Fala comigo já virada para ele.
- Harry para com esse apelido. – Grito virando meu rosto para ele, enxergando seu lindo sorriso.

Minutos depois, antes do horário já digo, eu chego no lugar onde supostamente Zayn deveria estar. Só que não havia ninguém. Eu acho estranho, então me sento no chão o aguardando. Fico pensando no sonho, no campo, no apelido de Harry, em minha família. Penso tantas coisas que olho para o relógio e percebo que quem está atrasado é Zayn, já eram 10h15. Será que tinha acontecido algo? Quando eu já estava me levantando a porta abre relevando um Zayn zangado.


Meu corpo se arrepia. Algo me dizia que essa aula iria me dar mas dor de cabeça que eu costumo ter.


Olá meu babys. Antes de qualquer coisa deixa explicar o que me aconteceu ontem. Todas as terças e quintas eu tenho educação fisica na parte da tarde. Minha modalidade é badmilton, para quem não conhece é um esporte similar ao tenis só que se usa com uma peteca como bola. Um esporte que no começo é cansativo, mas com pratica se torna tranquilo. Contudo ontem eu tive problemas e optei por trocar de modalidade aquele dia, acabei por fazer ginastica localizada, meu amores eu não brinco quando eu digo que nunca senti tanta dor como senti e estou sentindo. Meu dia ontem não rendeu nada, tive que tomar relaxante muscular e outras coisas, por isso postei ontem mais tarde.
Agora avisos de hoje. Como eu tinha dito dois capítulos hoje. Eu realmente vou tentar, pois estou postando agora, mas tenho daqui 5 minutos uma coisa para fazer. Eu não tive como postar hoje de tarde, fui pintar meu cabelo novamente porque já estava mais verde que azul e eu amanha tenho simulado do enem e tive que dar uma estuda no assunto da redação, então sinto muito. Eu realmente não sei se dará de postar hoje, mas se não der hoje, amanha eu posto dois. Vocês me perdoam?
Estou tão feliz com os comentários que a qualquer momento eu vou morrer de amor por vocês, fico muito feliz que estão gostando de verdade <3 Amo vocês minhas little smurfs



Cya Babys 
- Aninha

12 comentários:

  1. Nossa hoje eu descobri o que era aula de ginástica localizada e sério vc deve ter ficado toda dolorida!! Sem problemas pelo menos ainda vai ter dois! :P
    Awnn vc me ama *u*
    Little smurf hereeee! Isa xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeira a comentar?!?! Que sonhoooo!
      Isa xx

      Excluir
  2. gente sério mesmo que sonho é esse?? *u*
    essa smurf escritora tem talento mesmo tehee''
    Alice xx

    ResponderExcluir
  3. uau que sonho, sim você está perdoada smurf!
    vê se descansa tomara que passe essas dores, quero você ótima para postar vários capítulos novos <33 malikisses nathi

    ResponderExcluir
  4. Caramba! Pq vc tem q terminar sempre qnd tah ficando bom me diz? Mas sempre tem q ter aquele suspense pro próximo cap ner. Eh eu sei n sou mt normal e um jeito vida loka de ser sabe? Poiser fugi do assunto, tuuuuaa fic tahh perrfeitaaaaa. Bjs e ate o próximo cap

    ResponderExcluir
  5. :ooooo que medoooo desse sonho!!!! fiquei meio triste sei lá o Zayn morreu?!! :'( bjs aninha

    ResponderExcluir
  6. Claro que esta perdoada, melhoras pra vc! mas um cap divino, nunca me canso de dizer o quanto vc é talentosa, parabéns aninha! espero de vc consiga posta mais um cap, nunca me canso de ler DNA
    little smurf Letícia M.

    ResponderExcluir
  7. Está perdoada só por esse cap divo <3 Ta perfeito cara, muito bom mesmo. Continua logo por favor

    ResponderExcluir
  8. CASA COMIGO ? Cara vc é mt perfeita, sua fic é perfeita,suas palavras sao perfeitas, tudo seu é perfeito mds
    Sua fic é a melhor honestamente :3
    Essa historia é o meu vicio diário, minha paixão. Se resolver escrever um livro, me avise que eu vou ser a primeira pessoa a comprar !!!
    Eu não tenho palavras para descrever o quato sua fic é apaixonante.
    Esse blog deve ter umas 100 visualizaçoes só minhas, de tanto que eu abro para ver se minha postadora favorita postou mais algum capitulo perfeito :3
    Se vc continuar acabando seus capitulos assim eu morro de infarto menina kjakaks
    Bjs de Iasmin Xx sua eterna little smurf, sua fã numero 1 <3 <3
    Ah e é Obvio que você está perdoada.Melhoras amr :3

    ResponderExcluir
  9. claro que vc ta perdoada lindaaa , melhoras pra vc , posta dois hoje em sua diva , vc é diva demais nossa :)

    Little smurf

    ResponderExcluir
  10. a fic ta P-E-R-F-E-I-TA posta dois hoje em sua linda , ta perdoada , melhoras pra vc , , posta dois hoje em haha , te adoro linda

    Little smurf aqui

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*