11 de agosto de 2015

HAUNTED - 3 NEW FRIEND


ALGUÉM MANDA ESSE INFELIZ PARAR DE SER LINDO





– O homem olhava em volta e caminhava em direção ao acidente. 

– Tive uma ideia, vamos lá fora – ela disse 
– Enlouqueceu?! 
– Não, temos que arriscar – foi até a porta 

Franky colocou a mão sob a maçaneta e olhou pra mim, enquanto eu me perguntava se aquilo era uma loucura ou se valeria a pena. De qualquer forma acabei me levantando e indo com ela, saímos de casa parecendo despretensiosos, nos aproximamos dele assim como outros vizinhos.  

– Senhor sabe o que houve? – Franky perguntou 
– Não – negou e olhou pra ela – sou só mais um curioso – sorriu falso – nunca vi vocês por aqui 
– Nos mudamos a pouco tempo, Louis e Franky Tomlinson 
– Mark Buscher, devem ter conhecido minha mãe 

Com certeza ele usa outro sobrenome pelo menos. 

– Sim, ela é muito adorável – Franky a elogiou e sorriu 
– Parece ser um cara legal – me encarou – nesse bairro está cheio de frouxos e babacas 
– Ainda não falei com nenhum deles – cruzei os braços – deixe me ver, eles são os cachorros domésticos de suas mulheres – ri 
– Exatamente – riu junto comigo 
– Homens e suas piadas – ela revirou os olhos entrando no meu jogo 
– Pode conhecer minha mulher quando quiser, ela também não gosta muito das pessoas do bairro 
– Claro, vai ser um prazer 
– Acho que já podemos entrar, não é? 
– Sim – ela assentiu e me olhou 
– Bom conhecer um chefe da casa por aqui, como eu já disse nesse lugar é meio difícil 
– Americanos – dei de ombros – sou de Londres 
– Ótimo... boa noite – acenou 

Andando até a casa pensei rápido pra parecer mais um "chefe de casa", então dei um tapa de leve na bunda da Franky e olhei pra trás, logo Mark sorriu e fez um sinal positivo como se eu estivesse completamente certo, na hora entendi qual era seu estilo. 
Ao entrar em casa não tive tempo de dizer uma palavra já que ela segurou meu braço e não sei exatamente o que fazia mas prometo que doía muito. 

– Ai! Vai quebrar meu braço assim 
– Eu deveria, assim você aprende à não me tratar daquele jeito 
– Só queria agradar o Mark 
– Se quer agradá-lo, dê um soco na cara de um policial mas não encosta em mim 
– Vai me dizer que não gostou – sorri malicioso 

Eu estava brincando com o fogo, ela vai acabar me matando porém como sempre, eu falo demais. 
Logo senti meu rosto prensado contra a parede e ela torcendo meu braço, que doía ainda mais. 

– Eu não te dei permissão pra isso – disse entre dentes 
– Estamos em uma missão querendo ou não vai ter que bancar a dona de casa 
– Posso até fazer isso, mas você fica com a sua mão bem longe de mim, entendido? – me soltou
– Que nervosa, só foi um tapinha – passei a mão sob o braço tentando amenizar 
– Não importa e você faz o relatório – disse subindo as escadas 
– Mas você sempre faz isso 
– Deveria ter pensado nisso antes de achar que minha bunda é pública! 

Escutei sua porta bater com força. Parece que deixei alguém nervosa e sem muito esforço.
Subi as escadas até meu quarto e peguei meu notebook, tentei pensar em como começar o que durou um bom tempo, odeio ficar parado na frente do computador escrevendo um relatório é tão entediante. 
O tempo foi passando e eu finalmente consegui terminar, antes que eu pensasse em fazer outra coisa minha porta foi aberta e Franky entrou eufórica no meu quarto. 

– Qual o problema agora? – perguntei 
– Estava pensando e comecei a ler alguns artigos do acidente... Talvez ele não fosse um curioso
– Está me dizendo que ele queria que o acidente acontecesse?
– Sim! Pesquisei nas últimas notícias, já tem informações sobre as pessoas do carro mais destruído, porém o do outro quase intacto não se tem ideia quem estava dirigindo 
– Ou seja, ele queria eliminar alguém 
– Acho que ele só foi ver o resultado do serviço 
– Esse cara só piora – suspirei 
– E a gente não tem certeza de nada – se sentou do meu lado – mas já pode colocar no relatório 
– Eu tenho que terminar isso mesmo? – revirei os olhos 
– Sim, Tomlinson – sorriu vitoriosa 
– Você é má quando quer 
– E você é exagerado demais – se levantou 
– Sabe que eu odeio fazer relatórios 
– Eu sei, mas tem uma palavra mágica pra isso 
– Que é? 
– Foda-se – disse saindo 

Essa garota testa todos meus limites a cada segundo que fala comigo, tenho certeza que eu faço o mesmo com ela, mas Franky se vinga quando quer e eu ainda não... vou resolver logo essa situação, porque não nasci pra ser o cachorro doméstico dela, nem pela missão. 
Enquanto não faço isso, tenho que continuar esse maldito relatório. 


– DOIS DIAS DEPOIS – 

 NY – 09:00 A.M.

Acordei razoavelmente cedo, coloquei uma regata preta e uma bermuda de moletom. Desci as escadas e fui até a cozinha, tomei um rápido copo d'água, coloquei as chaves de casa no bolso, procurei meu fone, não achava de jeito nenhum porém, encontrei o da Franky jogado na sala então peguei "emprestado" e saí. 
Precisava fazer uma caminhada pra manter pelo menos um pouco a forma, diferente dela quero me manter bem. Me alonguei rapidamente e comecei a correr em uma velocidade média e aumentei a música, mas não demorou para que eu escutasse baixo meu nome, me virei e tirei os fones. 

– Não sabia que corria de manhã também 

Por um momento fiquei meio pasmo, não esperava encontra-lo ali naquele momento, mas logo soltei um suspiro e agi normalmente, então sorri e esperei que ele se aproximasse. 

– As vezes... não se mantém a forma no sofá de casa – fiz uma piada sem graça 
– Sempre digo isso 
– Posso correr com você então? Não conheço absolutamente nada 
– Claro, Louis certo? 
– Sim – assenti e sorri 
– Está começando a gostar daqui? – Começou a correr 
– Sim – o acompanhei – é diferente de Londres e os Estados Unidos é interessante
– Bem diferente... por que se mudaram? 
– Eu gostei da casa, Franky também, adoramos uma mudança, tudo deu certo no final, então estamos aqui... não houve um motivo especial, mas estou adorando o lugar
– Entendo, particularmente não gosto muito dos Estados Unidos 
– Por que não? 
– Ahn... – parecia desconfiado 
– Algum problema? – ri e quebrei a tensão – já que me fez muitas perguntas, também fiz o mesmo
– Claro, sou apenas desconfiado é meu jeito – me encarou – é algo particular, acho que as pessoas são um tanto cruéis por aqui 
– Entendo – assenti – Então por que ainda vive aqui? 
– Negócios, não posso deixar tudo aqui e me mudar 
– Ah, faz sentido 
– No que trabalha? 
– Digo escritor mas escrevo pouco, isso é mais assunto da Franky 
– Não vá me dizer que sua mulher te sustenta – riu debochado 
– Nunca, você já deve ter entendido como sou... tenho alguns negócios da família no Reino Unido, deixei alguém de confiança por lá e viajo eventualmente pra resolver problemas que são poucos 
– Inteligente da sua parte, posso fazer isso futuramente... bem – diminuiu o ritmo – tenho que falar com um amigo meu
– Oh, sim... obrigado pela companhia de qualquer forma 
– Gostei de você garoto – bateu em meu ombro – jantar na minha casa amanhã a noite? sete horas? 
– Claro, Franky vai adorar conhecer sua mulher – sorri 
– Então nos vemos amanhã 

Ele voltou a andar pela avenida e andei rápido na direção oposta, no primeiro beco que achei, liguei pra Franky que demorou para atender e quando fez me atendeu com uma voz sonolenta. 

– Louis? 
– Ainda está dormindo? 
– Nem é 10 horas ainda – resmungou 
– Então acorda! Consegui saber mais coisas e o Mark seguiu pela avenida XXXX-XXXX, liga pro Zayn e avisa isso 
– Tudo bem – suspirou – como sabe disso? 
– Depois te explico e não dorme de novo 
– Relaxa, Louis – desligou 

Guardei o celular no bolso e voltei pra terminar minha corrida, já que meu trabalho está muito bem feito. 

FRANKY P.O.V.

Depois de ligar pro Zayn que afirmou que iria investigar aquilo, me levantei da cama e tomei um longo banho pra acordar, parece que hoje estou com mais sono que o normal. 
Desci as escadas e fui até a cozinha tentando fazer alguma coisa para o café da manhã. 
Quando estava colocando as coisas na mesa, escutei um barulho da porta e um assoviou, não demorou para que Louis aparecesse na cozinha completamente suado. 

– Ah, que nojo – fiz uma careta 
– Estava tentando manter a forma, diferente de você 
– Estou fazendo comida pra me manter forte diferente de você – revidei 
– Haha – riu falso – descobri coisas novas enquanto você estava dormindo 
– Não fez nada além da sua obrigação... e nem pense em se sentar todo suado assim 
– Por que não? 
– Você está suado, vai tomar um banho ou pelo menos tirar essa regata 
– Claro que eu tiro, minha querida 

Louis tirou a regata e ainda por cima jogou em mim, desviei e olhei para Louis nervosa. 

– Você é um... 
– Não pode xingar seu marido – advertiu 
– Ridículo – peguei a regata e joguei nele – leva pra lavanderia pelo menos 

Depois de resmungar alguma coisa ele foi até a lavanderia, enquanto eu me sentei, ao voltar olhei pra ele e reparei nas suas tatuagens. 

– Perdeu algo aqui? – sorriu convencido 
– Nem começa com esse sorriso, estava vendo suas tatuagens, até que são legais 
– Minha mãe odeia – riu – e minha irmã diz que são tão idiotas quanto eu 
– E são mesmo, mas não deixam de ser legais 
– Ah, temos um jantar com nosso melhor amigo amanhã 
– Mark? 
– Sim – assentiu – conversei com ele 
– E o que descobriu? 
– Que ele não gosta do Estado Unidos
– Isso faz sentido 
– Agora vou tomar um banho 
– Amém 
– Nem estou tão ruim assim, quer ver? – levantou o braço 
– Louis – ri – você é o cara mais porco que conheço, vai pro banho
– Oi?! Não mesmo, sempre tomo banho só estou suado 
– Tomar banho é o mínimo que você faz 
– Sei que você gosta de mim do mesmo jeito minha querida – ironizou 

O fuzilei com o olhar, ao notar fez uma careta e saiu rápido da cozinha. 
Até que gosto de viver com Louis, duvido muito que em casa eu riria dessa forma, então pode-se dizer que ele é uma companhia insuportavelmente boa. 


Continua... 
CONTINUO COM 6 COMENTÁRIOS 

-------------------------------------------------------------------------------

DESCULPA A DEMORA!
HISTÓRIA DO DIA: A ESCRITORA É UMA OTÁRIA 
É que eu sou muito tonta, na moral, nunca me senti tão otária, deixa eu contar o porque... Estava lá eu super feliz com quatro capítulos prontos dessa fanfic em um rascunho, de outro blog, então pensei "nossa boa hora pra postar", fui lá e copiei o capítulo três, mas acabei clicando no negócio errado, apaguei tudo e ainda por cima fechei a aba sem querer então não deu pra recuperar, ou seja, tive que escrever tudo de novo :( Então desculpa algum erro é que escrevi com um pouco de pressa porque além de ser lerda pra apagar eu esqueço fácil então eu super esqueci como era o capítulo kkk 
É ISSO PESSOAL! PRÓXIMO CAPÍTULO VAI SER MAIS RAPIDO 

25 comentários:


  1. Ameii !!
    Muito perfeito *-*
    Continua

    DS

    ResponderExcluir
  2. Maria Eduarda Zancanelo11 de agosto de 2015 21:17

    Perfeito, continua. E vc não é otaria. Isso já aconteceu comigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Mari :3 mas eu me senti super otaria haha

      Excluir
  3. Continua Mi!!! Tá MT pft ���� TO AMANDOOO Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO OBRIGADA SENHORA PAYNE <3 continuo logo logo

      Excluir
  4. Continuaaaaaaa pelo amor de Deus (/^▽^)/ ta perfeitão

    ResponderExcluir
  5. Normal, isso acontece com algumas pessoas, mas Ameii, continuaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é e aconteceu comigo :(
      Valeu e continuo sim (se eu não apagar o outro cap tbm haha)

      Excluir
  6. Continua! Está Perfeita

    ResponderExcluir
  7. Amoo haunted e flor se vc e otaria eu sou debi mental kkeu te amo demais duva como voce consegue ser tao perfeita. ...Eu te amo tqnto que se eu ganhasse dois ingressos pro show do 1d (kkk quem dera)eu te levava. ..Eu sei que e pedir de mais mais voce poderia me recomendar blogs do 1d??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah mds melhor pessoa vc :v
      Valeu mesmo fico feliz de ler isso...
      Bem eu não leio blogs fico mais no animespirit e tem uma fic do Louis q eu amo se chama "my sexy boss" com o Louis é outra que se chama "say my name" com o Zayn, acho q são minhas preferidas

      Excluir
    2. "Fic do Louis com o Louis" realmente não leio o q eu escrevo --'

      Excluir
  8. Aí Jesus adorei *-* está perfeito!
    Continua e parabéns pelo excelente trabalho com a fic.-Ana

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*