20 de junho de 2014

The Hunger Games Cap. 12 - Hurt




se quiserem escutar uma música enquanto leem, eu gostei de Yellow, Coldplay - click


- se ele fizer algo com ela, pode ter certeza que ele não estará aqui pra brigar com você 

Joguei sua arma que até então estava em minhas mãos no chão. Disse para Justin cuidar das  coisas dela que havia deixado, peguei minha mochila, e fui pela floresta, olhei no chão, e vi um caminho onde havia folhas cortadas, andei um pouco, estava tão nervoso, não quero nem imaginar a minha expressão nesse momento, andei em passos cuidados, olhando para todos os lados. 
Já havia alguns minutos que eu andava, já estava pensando em desistir, mas ouvi um grito baixo de socorro, me aproximei, e a vi no chão, estava com as mangas de sua blusa totalmente rasgados, um corte na barriga, estava chorando baixo. 
Me aproximei dela, me abaixei. 

- vamos Harry - ela disse - me mate, não era isso que queria? - disse de olhos marejados - cumpra o legado da família - me encarou



Nunca desejaria vê-la naquela situação, chorando, desesperada, a peguei em meus braços, me sentei, ainda com ela no colo e acariciei seu rosto. 

- está bem? diga .. me desculpe - sussurrei

Ela demorou para responder, apenas segurava o choro, parecia sentir dor... mas mesmo assim, não queria parecer fraca. 

- não estou 

Ela tentou se levantar mas logo ia caindo, se não fosse uma arvore que ela se segurou, me aproximei dela e a segurei, a ajudando a se sentar. 

- me diga o que aconteceu? - olhei em seus olhos 
- será que você vai acreditar em mim? - limpou as lágrimas que paravam de cair
- eu acredito 
- acho que não vai, mas vou dizer mesmo assim.. seu grande amigo, veio atrás de mim, consegui revidar, claro, mas... ele tinha uma arma, me machucou, mas não me matou - suspirou - disse que me deixaria aqui morrendo 
- eu vou matá-lo 
- obrigada por acreditar em mim depois de tudo isso - disse sarcástica 
- me desculpe - segurei seu rosto
- não desculpo 
- suspirei - vou cuidar desses machucados 

Peguei água na minha mochila, rasquei um pedaço da manga da minha blusa, molhei um pouco e passei sob seu rosto, ela fechou os olhos, estava morrendo, não podia deixá-la morrer, meu olhos começaram a marejar... não... não posso chorar, tenho que ser forte, ela mesma me disse isso a um tempo. 

- não feche os olhos, por favor - a balancei com cuidado 
- estou cansada de lutar, Harry - sussurrou 
- não desista... 
- eu.. 
- por seus amigos, por mim... pela sua irmã 

Ela abriu os olhos e me encarou, aqueles olhos claros. Me sinto idiota, uma grande idiota, todos os xingamentos que você pensa, eu mereço. 

- Violet - ela sussurrou 
- sim - acariciei seu rosto - por ela
- eu te odeio
- eu sei, não precisa repetir... vou tentar fazer alguma coisa com esse machucado, vai doer um pouco. 

Ela assentiu, joguei um pouquinho de água em seu machucado, precisava economizar pra ela beber depois, ela soltou um grito de dor, coloquei o pano encima do machucado, e delicadamente o apertei. 

- não acho que eu vou mais morrer - respirou fundo e fechou os olhos - mas quero descansar um pouco 
- tudo bem 

Me sentei do seu lado, ainda com a mão em sua cintura, ela parecia dormir... chequei sua respiração e estava normal. A ajeitei em meu colo sem machucá-la ou acordá-la, chequei novamente, e ela estava normal. 
Fechei meus olhos com força, me preocupo tanto com ela, meus batimentos cardíacos estão acelerados, se ela morresse não sei se um dia me perdoaria. Olhei para ela que dormia em meu colo, acariciei seu rosto de leve. 

- você estava certa como sempre... desculpa por não acreditar em você, desculpa por te fazer passar por isso, me desculpe... por ser um idiota, é que esses jogo está me deixando louco, são tantas mentiras, tantas perdas, talvez eu esteja louco... e me desculpe principalmente por não conseguir falar isso enquanto você está acordada... desculpa por fazer você esperar minhas "desculpas" só quando está quase morrendo. 

Ela lentamente abriu os olhos e me encarou. 

- você é um idiota
- ri baixo - eu sei 
- não, você é idiota em pensar que eu estava mesmo dormindo, desde que os jogos começaram meu sono é leve, escuto tudo 
- sorri de canto - me desculpe 
- pare de se desculpar, antes que eu pegue o resto das minhas forças e bata em você 
- está brava comigo ainda? 
- é claro que eu estou, mas sei que eles te enganaram, só achei idiota você acreditar neles, não em mim 
- não sei o que está acontecendo comigo
- eu também não sei, mas se desconfiar de mim de novo, vai ver 

Ela estava com a voz falha, mesmo assim fazia algumas graças idiotas. Fiz ela beber um pouco de água, logo ela se acomodou em meu colo, fechou os olhos,e  pareceu dormir. Então finalmente suspirei aliviado, não seria agora que ela me abandonaria. 

NARRADOR P.O.V.

A capital, os grandes poderosos donos dos jogos vorazes, não gostavam tanto do casal, eram uma esperança, esse amor que apresentam para o povo dos distritos, não é tão bom.. porém, os patrocinadores, o povo, todos o amam, não podiam deixá-los morrer. 
No distrito 12, todos estavam preocupados com seus tributos, e ao mesmo tempo, orgulhosos, dificilmente alguém do distrito 12 sobrevivia por muito tempo, e até agora, eles tem se mostrado muito fortes. 
Os garotos, redobraram a atenção em Violet, que tentava levar uma vida normal sem se preocupar a todo segundo com sua irmã. 

Nos jogos, Cameron chegou ao seu máximo de falsidade, após acabar com a relação de Harry e seu nome. Ao mesmo tempo,acabou com sua paciência, e queria mostrar que de fato, não era um homem bom.
Ao chegar, colocou fogo onde estavam, fazendo com que todos os tributos morressem, menos Justin, que correu pela floresta, procurando Harry e {seu nome}. 
Enquanto Cameron o procurava, logo Justin encontrou os dois, eles estava desesperado. Imediatamente {seu nome} acordou,e  com dificuldade se sentou. 

- o que foi, Justin? - ela perguntou preocupada
- Cameron - ele disse - ele - suspirou tentando se acalmar - colocou fogo no meio da floresta, não sei como, matando os tributos que tinham sobrado, eu consegui fugir, mas ele está vindo atrás de mim 
- eu vou... matar esse desgraçado - seu nome disse 
- não, temos que sair daqui - Harry levantou-se 
- não, não posso sair daqui, como vou deixá-lo impune 
- olha... - Harry suspirou - sei que você não confia mais em mim, não me desculpou, mas não vou deixar você morrer - a pegou no colo 
- me solta! au - colocou a mão no machucado 
- você precisa melhorar 
- não preciso de você pra isso 
- eu deveria te soltar no chão, e te deixar ai sabia? - disse meio nervoso 
- então por que não faz isso? - ela perguntou 

Ele olhou em seus olhos, e logo desviou o olhar. 

- Justin você leva minha mochila? 
- claro - sorriu de canto - vamos rápido 

Harry manteve a garota em seus braços, e foram andando para uma caverna subterrânea que ele havia achado outro dia, enquanto andava sozinho. Eles entraram na mesma, ele com cuidado a colocou sob as folhas secas, ela iria reclamar, soltar mais algum comentário arrogante, mas preferiu ficar quieta, não queria se esforçar mais. 

- trouxe sua bolsa - Justin disse e abaixou-se ao lado dela 
- obrigada - ela sorriu de canto 
- tem algo aqui que você queira? - ele perguntou

Então rapidamente, a garota lembrou-se da pomada que ganhara quando teve seu primeiro ferimento grave, assentiu,e Justin lhe entregou a mochila, ela procurou na mesma, e logo achou. 
Pegou a pomada, e passou sob o ferimento, imediatamente fazia o machucado melhorar, mas ardia de forma aguda fazendo a garota gritar. 

- tudo bem? - Harry abaixou-se - o que é isso? 
- uma pomada para machucados - suspirou - talvez melhore bastante meu machucado 
- durma um pouco, faz um efeito, e sem dor - ele disse 
- por que está querendo me ajudar? Nós brigamos, até agora estou sendo rude com você
- vou sair e ver se eles estão vindo - saiu da caverna 
- vamos Harry me diga 
- porque... eu não suportaria te ver morrer, estou ficando meio louco com esses jogos, mas me apeguei com você, me odeio por isso, já sou apegado a algumas pessoas, e isso já machuca bastante, porque me preocupo demais... só que, sem querer me apeguei à você
- mas... 
- e por mais que você tente me afastar de você - me cortou - vou continuar aqui tentando te ajudar, porque eu sou um idiota mesmo - riu baixo - idiota por me apegar à você, uma garota que é rude, brava, e não se importa comigo porém - deu de ombros - eu não pude escolher - sentou-se 
- eu me importo com você - fechou os olhos - só que não te perdoo, mas não lhe deixaria morrer... na realidade, já que somos do mesmo distrito, se você for morrer, então morreremos juntos, porque não abandono um amigo de batalha .. 
- sorriu - então é isso aquele negócio de honra que você me disse? - perguntou 
- abriu os olhos e o encarou - hum? 
- antes de começar os jogos, você disse que não me deixaria morrer.. por honra 
- é Harry.. meu pai me dizia que alguém esperto, sobrevivi em batalha. Mas alguém inteligente, luta em uma batalha... ou seja, eu vou lutar, junto com você, e se você morrer... não há motivos pra mim continuar lutando, porque minha luta é ao seu lado... não vou abandonar você
- então, resumidamente... 
- resumidamente -  o cortou - não luto por mim, por mais de você ser um idiota, luto por nós 

O garoto sorriu, e naquele momento descobriu o porque se preocupava tanto com ela, e porque se apegou à ela... porque talvez ela seja uma das poucas pessoas, ou a única pessoa que ele conheça, que de fato tem honra. 
{Seu nome} fechou os olhos, sentindo a ardência do machucado diminuir... 

Algumas horas depois - 

A garota acordou, com Harry a chamando. Se sentou rapidamente. 

- o que foi? 
- machucado está melhor ?
- olhou para o machucado - sim, não dói mais.. só está cicatrizando 
- escutei algo, talvez seja Justin 

Ela levantou-se rapidamente, pegou o arco e flecha, e saiu da caverna o mais rápido que pode, sabia que não podia fazer muitos esforços, mas não deixaria seu amigo morrer. 

- Justin?!

Logo escutou alguns passos, olhou para trás era Justin, ela correu e o abraçou. 

- ele me atingiu 

Ela o ajudou a deitar-se. Tinha levado uma facada bem no peito, e sangrava muito. 

- Justin, respira - tentava estancar o sangue - está tudo bem, vai ficar tudo bem 
- suspirou - não vai, não... 
- vai sim, não diga isso - segurava o choro 
- pegou em seu rosto - não chore, você é uma boa amiga... a culpa é toda dele 
- você vai ficar bem.. e ... e juntos vamos acabar com ele e... 
- não, você sozinha vai acabar com ele, então você e Harry vão vencer o jogos - sorriu - porque você merece vencer, precisa vencer 
- Justin, por favor, pare de falar, está ficando fraco e... ah meu deus vou pegar a pomada 
- segurou em sua mão - não - suspirou - olhe... você é provavelmente a melhor pessoa que eu conheci na minha vida, então diga ao meu pai que... que... eu o amo e... a Florence, minha namorada q..que, ela é o grande amor da minha vida... e por ultimo - sua voz falhava muito - diga ao Harry que ele tem muita sorte por ter... uma garota como você 
- JUSTIN! 
- vença os jogos - apertou sua mão - por mim - sorriu

Sua mão foi soltando a dela, seu sorriso se desmanchando, uma última lágrima caiu e ele fechou seus olhos, a garota o balançou, mas já era tarde demais, ela havia perdido um amigo, não conteve as lágrimas, chorou e beijou seu rosto... 

- Justin - sussurrou - volte por favor 

Mas não... não podia mais reverter isso, ele estava morto, e não importava o tanto que ela chorasse, ele não voltaria. Harry apareceu ao seu lado, e agachou-se também estava decepcionado, triste... Seus olhos estavam marejados, mas não queria chorar, {seu nome} já estava chorando o suficiente, ele a abraçou, ela correspondeu com um abraço forte, 
e sabiam que naquele momento, o que eles mais precisavam... era encontrar Cameron, e por Justin, e todos os outros tributos, acabar com ele. 

Continua...



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

EAE GENTE BONITA! Mals a demora pra postar, faltou criatividade, espero que tenham curtido o capitulo, escrevi ele escutando Yellow, e mds.. eu chorei, não queria matar o Justin ele é tão legal, ah mds, não acredito, bem... obg pelo comentários sempre fofos e lindos, estou escrevendo outro mini imagine com o Liam pq sei q vcs gostam :v e you and i vou ficar devendo estou meio sem criatividade mas alguma hora eu posto ehauahu 

25 comentários:

  1. To amando a fic continua linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To amando mesmo a fic continua eu NESSESITO escrevi errado eu sei kk mais to AMANDO MESMO <3 <3 :*

      Excluir
  2. Eu adorei o capítulo, até chorei na hora que o Justin morreu :/ e a música ajudou muito pra isso. A fic tá linda, leio todo capítulo. Continua logo por favor! :')

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb chorei :\ Sério chorei de vdd ainda mais ouvindo Yellow Do Coldplay :'( , e to loca para o proximo capitulo :')

      Excluir
    2. obrigada Ang e Ingrid, tbm chorei pq Justin era meu amorzinho :( é essa música detona feels

      Excluir
  3. Justinnnn! Awnn viu sentir falta dele tão gente boa! Superr ansiosa oara o próximo *---* e valeu por postar hoje ♡♡♡
    Isa xx

    ResponderExcluir
  4. Aaaaaaaahhhh Justin! :'(
    Continua, tá perfeito! :)

    ResponderExcluir
  5. Ai mds, que perfeito praticamente chorei aqui. O Cameron tem que morrer, eu odeio ele, ODEIO.

    ResponderExcluir
  6. o_O é isso mesmo!!?? O Justin morreu!!?? :'( agora fiquei tiste :-(.
    Mas... ta divosoooo!!! To amando essa fic ta D++++!!!
    Continuaaaaaa!!!!

    ResponderExcluir
  7. O Justin morreu por culpa do Cameron, e agora o Cameron tem que morrer por minha culpa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Continua Linda.
    Essa fic merece continuar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vamos matar o cameron então huahua
      Obg amore

      Excluir
  8. Chorei de vdd kra faz assim com meu core frágil naaum hahaha amo sua fic liaamda malikisses

    ResponderExcluir
  9. Choreii bastante!!! Eu quero q cameron tenha uma morte muito lenta... quero ver ele implorar por ajuda... #Justineternamente
    Continuaaaaaa xX

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. huahua olha até q vc me deu uma ideia em ;) obg mor

      Excluir
  10. Justin, pq o justin? :'( *eu sendo dramática* sério foi muito triste. Tudo por caisa do Cameron, mas ele vai ver, eu e o Harry vamos acabar com ele

    Beijokas da Gabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vão mesmo u.u huahua justin vai deixar sdds .. obg Gabi

      Excluir
  11. Como assim ele não pode morrer, NÃO!! :'(
    Cameron seu grande **** ** *** ****
    Acho bom ele gostar de dor viu...

    ResponderExcluir
  12. nao estou conseguindo ler o capitulo 11 .. #Azula

    ResponderExcluir
  13. Esse Cameron é um trouxa(pra não falar palavrão)...agora ele vai sentir a dor...como Justin sentiu!!!!!Mexeu com meu coração essa fic:) AMEI,eu acho que amei não da pra descrever o quando essa fic é incrivel!!!!!Tu é muito boa nas palavras U.u
    Xx Ana Julia Styles

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*