8 de junho de 2014

The Hunger Games Cap. 9 - Stay Alive


- que esteja ao nosso favor - sussurrou 

Narrador P.O.V.

JOGOS VORAZES - O DIA 

Antes de tudo, os tributos iriam falar com seus mentores. Harry rapidamente deu um abraço em James, que lhe deu algumas dicas. 
{Seu nome} se aproximou e o encarou. 

- quer um conselho? fique viva - ele disse 



-ri baixo - obrigado vou tentar - ela disse 
- precisamos de você... - beijou minha testa - contamos com você


{...}


Os tributos já estavam se preparando, Harry estava com Eve, que o ajudava a se preparar, os dois eram bem parecidos, ambos adoráveis, então estavam se dando super bem.

Enquanto isso, Frank e {seu nome} estavam lá, ela não sabia de fato o que iria fazer, estava nervosa, não conseguia nem ao menos soltar uma palavra. Frank a ajudou a terminar de colocar a roupa e a encarou. 

- Achei isso nas suas coisas - mostrou o tordo 
- ah, sim .. trouxe do meu distrito 
- prendeu na minha jaqueta - vai lhe dar sorte 
- eu não sei mais o que é sorte 
- sorte é sobreviver 
- então, espero ter sorte 
- riu baixo - espero que você volte, porque eu adorei você, sou um estilista novo, junto a Eve, eu poderia falar várias coisas banais, mas prefiro falar só quando você voltar 
- Frank, bem positivo 

Ele sorriu e a abraçou, como é bem notável, ela não é da mais adepta a dar ou receber carinho, mas Frank era verdadeiro, ela podia notar isso de longe, e uma pessoa com carinho verdadeiro, ela não deseja dispensar. Ele lhe deu um beijo em cada lado do rosto, e sorriu. 

{Seu nome} P.O.V.

Suspirei e entrei no tubo para subir à arena, ele se fechou e começou  a subir, toda a minha vida, amigos, familiares, Harry... passarem como um flashback em minha mente. Agora não me sinto mais assustada, me sinto determinada, preciso vencer os jogos, por tudo que passei e principalmente... honra. 
Cheguei na Arena e todos os tributos se encararam, a contagem regressiva parecia em camera lenta, me dando tempo para pensar, olhei para Harry, e apontei para as mochilas dos mantimentos, ele assentiu, logo entendendo. 

Então... finalmente o sinal tocou.




image

 Eu corri o mais rápido que eu pude em direção as armas, peguei o arco e flecha, e um tipo de faca de bronze, puxei Harry e corremos, enquanto todos os outros tributos se atacavam, fomos até o meio da floresta, corremos ainda mais, até nos cansarmos e nos sentamos. 


- Por que corremos? - Harry perguntou 
- eles vão se matar ali mesmo, acho que estão divididos entre 3 grupos de aliados, um vai sobreviver, vamos torcer que gostem da gente 
- riu baixo - conseguiu o arco e flecha? 
- assenti - e consegui essa faca de bronze pra você - lhe entreguei 

Ele sorriu como agradecimento, olhamos na mochila, havia algumas coisas para sobrevivência. Coloquei uma nas costas e começamos a andar. 
Passamos alguns minutos em silêncio completo, apenas sentamos em qualquer canto, e ficamos parados em silêncio, acho que aqueles minutos se tornaram uma hora mais ou menos, e logo ouve uma grande explosão. E em um holograma, aparecia foto de tributos... Lucy Hayes distrito 2, Josh e Sam distrito 5, Dino e Samantha, distrito 7, Paul e Julie, distrito 10 ... 
Foram 7 mortos, apenas nas primeiras horas dos jogos. Suspirei e encolhi e meu joelhos os abraçando. Encarei Harry, que apenas olhava em volta, ouvimos alguns barulhos. 

- é Cameron, e Ella, e um grupo, são nossos aliados, vamos falar com eles 
- não confio nesses dois, ainda mais como líder 
- mas são nossos aliados - se levantou 
- não confio neles .. principalmente Cameron, está nos olhos dele que me odeia, e está louco pra me matar 
- por acaso é vidente? - disse sarcástico 
- suspirei - nunca vou confiar nesses dois só isso 
- vou falar com eles 
- vou andar em volta ... não quero falar com eles 

Saí andando, olhei para trás e Harry já falava com eles, pareciam melhores amigos, mas tenho certeza que quando Cameron quiser, vai apunhalar Harry pelas costas... bem... depois ele não diga que eu não avisei. 
Comecei a andar pela floresta, depois de algumas duas horas, me sentia cansada, e sentei. Ouvi alguns barulhos, achei ser o grupo deles, mas logo senti algo em minha perna, era uma faca bem pequena, mas que estava cravada em minha perna, me fazendo sentir uma ardência aguda, poderia gritar, mas escolhi o silêncio, logo atrás das folhas, apareceu, Austin, distrito 2, se aproximou, e quando estava prestes a me atacar, saquei meu arco e flecha, e atirei.



 Foi certeira, logo ele estava no chão, deitado... tirei aquela faca da minha perna, me levantei com muita dificuldade, e fui até ele...
Eu matei um homem... um garoto... tudo bem, ele queria me matar mas, eu o matei, que sensação de culpa horrível. 
Tirei a flecha do seu peito, me arrastei até o monte de folhas, peguei várias em meus braços e fui até ele, jogando por cima do seu corpo. 

- Desculpa - sussurrei 


Fui me arrastando para longe dali, cortei um pequeno pedaço da minha calça, e vi o machucado, procurei na bolsa, achei um esparadrapo, e coloquei no local. Olhei para uma árvore, bem alta... suspirei "eu consigo", pensei. Subi a árvore, tentando esquecer da dor na perna, depois de longos minutos, alcancei o alto, vendo a floresta toda. Me sentei, procurei na bolsa, achei uma corda, amarrei em minha cintura e árvore, para ter dificuldade de cair. E tentei fazer algo com a minha perna, mas nada resolveria. Então fechei meu olhos, tentando ter pensamentos positivos pensando, para que talvez a dor passasse. Ótimo começo, já estou com a perna ferida, me tornando frágil, sou uma fraca. 



{...} 


Estava em uma "soneca", quando ouço meu nome. 

{SEU NOME}! 

Olho para baixo, e Harry gritava meu nome, junto com os outros, ainda não haviam me notado na árvore, mas me procuravam. No grupo, estava Cameron e Ella, distrito 1, Emily e Justin distrito 3, Johny e Trisha distrito 4, Andrew e Margareth, distrito 11... ficaram em volta, vendo Harry me chamar, logo se afastou, ficando para trás apenas Cameron e Ella. 

- já deve estar morta - comentou Ella 
- não... já teria sido anunciado - Cameron disse - e ela é esperta 
- e agora? 
- se estivermos sozinhos, e a encontramos, acabamos com ela ... 
- e se estivermos com o Harry? 
- aí damos uma de coitados e que estamos felizes ... vamos acabando com um por um, vamos deixar os dois por último. 
- okay - Ella concordou - vamos atrás desses idiotas 

Logo seguiram os outros. 
EU SABIA! 
Como eles podem ser assim tão falsos? Olhei para a minha perna, estava com um grande machucado ainda, se não estivesse, desceria lá, apenas para bancar a coitada junto com eles, meu Deus! Eles vão matar o Harry quando ele menos esperar... preciso avisá-lo, mas agora não posso fazer nada. O máximo que posso fazer é torcer mentalmente para que ele sobreviva, se eu aparecer dessa forma, vamos morrer os dois. 
Procurei água na mochila, logo achei, tomei apenas um gole, guardei novamente, pendurei a mochila e suspirei tentando me acalmar. Fechei os olhos, e tentei dormir, meu único jeito para esse machucado melhorar. 


...


Acordei com alguns barulhos, olhei para baixo, era um lobo, ótimo, agora que eu não consigo descer, mas ele uivava desesperado, como se não quisesse me atacar até eu olhar para o lado.. Um escorpião, devagar estiquei minha mão, peguei um graveto, e o joguei para longe, logo ele caiu. Olhei para o lado, e o lobo havia sumido. 
Já estava quase amanhecendo o outro dia, olhei para o meu machucado que não estava nada melhor, e eu tentei mexer a perna, fazendo com que a dor voltasse. 
Passei a mão no rosto, e suspirei, essa dor precisa passar, preciso melhorar logo, não sei se eu estava muito mal, ou louca, mas algo apareceu perto de mim, parecia um remédio, havia um bilhete 
" melhore e ganhe os jogos, Tom xx patrocinador" 

Flashback - 

Eu tinha que conhecer os patrocinadores, eu estava com uma grande vestido preto azulado, e sendo obrigada a ser simpática com todos, logo, todos estavam dançando, inclusive Harry com uma das mulheres da capital. Senti uma mão em meu ombro, me fazendo virar de imediato, um homem fez reverência, e logo segurou em minha mão,e  assim demos inicio a uma dança. 


- Você é muito bela, para um tributo a beira da morte - sorriu 

- você é muito sorridente para alguém da capital 
- como assim? 
- deveria ser rude, e agora nessa dança, estar acabando comigo, não dizendo o quanto sou bela 
- para alguém do distrito 12 você é bem realista 
- somos realistas, somos pobres 

Ele sorriu e me rodou, logo aproximando nossos corpos novamente, ele tinha olhos negros e uma barba desenhada, os cabelos não tão extravagantes quanto as pessoas da capital, mas seu terno não ficava pra trás. 


- Sou Tom - sorriu 

- sou {Seu nome} Miller 
- a música acabou - espero que vença os jogos 
- o encarei - eu vou 

Flashback Of - 


Tom era um dos meus patrocinadores e eu nem ao menos sabia. (patrocinadores, são os mais ricos da capital, que patrocinam os tributos, e tem direito de ajudar no que puder o seu tributo que está competindo).
Logo peguei a pomada e passei em minha perna, ardia muito, mas eu continuei passando na perna, vendo uma melhora visível, e a dor antes insuportável, agora era pequena, quase nem sentida. Enfaixei novamente minha perna, e guardei a pomada na mochila. Lentamente fui descendo da árvore, depois de alguns minutos, descendo com cautela, senti meus pés no chão. Peguei as flechas, o arco, coloquei a mochila nas costas e tornei a andar.
O dia aos poucos amanhecia, e parece que eu sobrevivi a pelo menos um dia de Jogos Vorazes. 
Outro holograma apareceu,e  logo Emily Griffin do distrito 3 estava lá... torci mentalmente para que Justin Beadles também não aparecesse e dei sorte, afinal ele não apareceu. Por mais de não conhecê-lo muito já o considerava um tanto para não querê-lo morto. 
Suspirei e continuei andando, até ouvir barulhos, peguei o arco e flecha e preparei, logo detrás da árvore apareceu Justin, sorri e abaixei o arco e flecha. Ele estava meio machucado e ofegante, veio até mim e sorriu. 

- obrigado por não me matar - disse baixo e se sentou 
- não iria te matar, tudo bem? - me sentei do seu lado 
- não, aqueles - suspirou se acalmando - aqueles idiotas do distrito 1, se fazem de aliados, mas quando eu acordei pra procurar algo para nós comermos Cameron tentou me matar, tive que correr muito... por ele ser mais alto e bem musculoso - deu de ombros - não conseguiu passar por todos os galhos 

Justin não era tão magro assim, mas Cameron é exageradamente musculoso, assim ficado óbvio que ele usa a força, Justin é o tipo de nerd que está acostumado a fugir dos problemas, literalmente. Para os jogos ele colocou lentes de contato, deixando visíveis seus olhos azuis claríssimos, tinha a pele branca, e um largo sorriso que não escondia, mas normalmente era um sorriso tímido. 

- provavelmente a Ella matou a Emi - olhou pra baixo - eu gostava dela, era bem inteligente, não merecia morrer por uma, desculpa as palavras, vadia, como a Ella 
- eu sei - o encarei- ainda preciso encontrar o Harry para avisá-lo. 
- Sorte sua que o Harry é bom com as comidas, se não, já estaria morto também 
- acha que eles não mexem com ele por quanto tempo? 
- ele vai ser o último, com certeza 
- okay, isso me dá mais tempo 
- veremos, afinal, esses dois são bem rápidos

Assenti, e assim ficamos um tempo em silêncio, ele começou a me olhar, fiquei em silêncio, até eu o olhar nos olhos com um olhar de dúvida. 

- só... queria saber por que você não me matou? 
- olha... já me fizeram essa pergunta - ri baixo 
- pode me responder? 
- posso - sorri de canto - eu só sei me proteger, não sei se consigo ir à sangue frio e matar todos os tributos daqui 
- entendo - assentiu - bem... obrigado 
- não precisa ficar agradecendo 
- então, -  pegou sua mochila - peguei essas frutas

Não queria começar a agradece-lo muito, então apenas sussurrei um obrigado, e começamos a comer... aproveitamos que estávamos escondidos mesmo e conversamos, falamos sobre nossos distritos, ambos falamos as coisas detalhadas, então, ficamos um tempo conversando. 

Narrador P.O.V. 


Distrito 12 - 


Enquanto isso no distrito 12, todo acompanhavam pelos telões a vida dos tributos, e sentiam uma ponta de esperança ao notar que os dois tributos de seu distrito ainda viviam. 
Na casa de {seu nome}, onde agora também viviam sempre lá Liam, Louis, Zayn e Niall, todos estavam tomando café da manhã. 

- Eu fui pra praça hoje - comentou Zayn - eles estão bem... o único problema é que {seu nome} está longe do Harry, e aquele pessoal do distrito um não são confiáveis. 
- o Harry vai morrer? - Violet perguntou 
- não - disse Louis 
- eu não quero que nada aconteça com ele - ela disse 
- você nem conhece ele - Liam a encarou confuso 
- mas ele gosta da {seu nome} e se ele gosta dela, também gosto dele 

Todos ficara em silêncio, ninguém queria explicar o quão mentiroso esse romance é... então Louis fez um comentário engraçado sobre Harry, deixando o clima mais leve novamente... 

- Louis, me leva na praça? - Violet pediu 

Ele a encarou,e  ninguém poderia resistir à seu sorriso meigo, e seus olhos verdes implorando para que ele faça o que ela pediu, então ele simplesmente revirou os olhos e assentiu. 

- tudo bem.. - obrigada, eu já volto - se levantou rápido
- Louis, fica de olho em - disse Liam 
- pode deixar - se levantou 

Ele saiu da casa, e depois de alguns minutos Violet apareceu, como ela é o oposto de {seu nome} logo começou a puxar assunto e conversar, os dois riam até chegar na praça, contando histórias sem sentido, ou comentando o quão ridículo era as roupas das mulheres da capital... 
Ao chegar a praça, no telão, aparecia algumas propagandas, e logo, {seu nome} apareceu ajudando um garoto dos distrito 3, Justin... enquanto Violet prestava atenção, Louis olhou em volta, e alguns homens encaravam Violet... 

o único problema em geral era que a capital é exigente, ou melhor, os poderosos que trabalham nos jogos vorazes, {seu nome}, quebrou expectativas não matando propositalmente alguém, ela estava sendo admirada não só pelo seu distrito, mas pelos outros também (principalmente os que já perderam seu tributo)... isso poderia causar problema, afinal, ela pode significar esperança... e a única coisa que faria {seu nome} passar por cima de todos ali, era sua irmã. 

Os homens se aproximavam, Louis agarrou a mão de Violet que ainda não entendia nada. 

- Violet, corre - Louis sussurrou 

Ela o encarou, e logo, ele a puxou e começaram a correr, os homens correram um pouco atrás deles, mas logo pararam, eles correram ainda mais, até chegarem em casa cansados... 
Violet começou a chorar, Louis não sabia o que fazer, não era alguém da sua família, ela estava desesperada, e ele não tinha ideia como acalmá-la, então o máximo que pode fazer foi agarra-la e abraça-la. 

- eles... eles querem o que comigo? - ela perguntou chorosa 
- não sei, e nem vamos saber, nada vai acontecer, tá? 
- tá

Eles se soltaram do abraço e ela o encarou e sussurrou obrigado, Louis abriu a porta, e a garota foi até Liam lhe dando um abraço. Louis fez um sinal para que Liam saísse e assim ele fez, indo para o quarto. 

- o que foi? - Niall perguntou 
- uns caras cercaram a gente, mas corremos e conseguimos chegar aqui 
- droga - Zayn disse 
- o que vamos fazer agora? - Niall perguntou 
- bem... ela não pode ficar sempre presa aqui - Louis disse 
- vamos sempre sair com dois de nós com ela .. ou todo mundo junto - Zayn começou - mas sempre com cuidado .. vamos com calma, depois disso ela vai querer ficar uns dois dias aqui dentro 
- tudo bem - Niall concordou - espero que esses jogos acabem logo 
- todos nós queremos - Louis comentou e se sentou na cadeira


Continua...

24 comentários:

  1. Aaahhhh to precisando do proximo cap.!!
    Continuaaaaaa!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ameiii esse capitulo! Quanta ação ♡♡♡ continuaaa logo *-*
    Bjss
    Isa xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só o começo (dps tem pegação tbm #spoiler) ehuheau

      Excluir
    2. Hahahah adorei!
      Isa xx

      Excluir
  3. Ai Lord, esse foi um dos melhores capitulos!!
    Assim neh, eu tenho uma coisa pra dizer : CONTINUAAA POR FAVOOOR
    KKKKKKK, bjs

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhhh continua continua continuaaaaa

    ResponderExcluir
  5. Ai mds.. Eu preciso do próximo cpítulo!!!
    Continuaaaa :)

    ResponderExcluir
  6. To muito curiosa,esse capítulo está ansiosamente divo. Continua logo,beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ahh como assim c teve coragem de abar com esse cap? Em?
    É bom continuar essa perfeição ouviu?

    ResponderExcluir
  8. Continua....Ta mt diwa essa fic,amo Jogos vorazes.

    ResponderExcluir
  9. continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!please ta perfeito

    ResponderExcluir
  10. Continuaaaaaaaaaa pelo amor de Deus , está PERFEITO <3

    ResponderExcluir
  11. Que lindo <3.Quando vc vai postar o proximo?

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*