29 de junho de 2014

The Hunger Games Cap. 13 - Honor



e sabiam que naquele momento, o que eles mais precisavam... era encontrar Cameron, e por Justin, e todos os outros tributos, acabar com ele. 

{Seu nome} pelo menos naqueles minutos, queria esquecer que estava com raiva do Harry, queria esquecer isso, então apenas continuou o abraçando. 


- eu não acredito que ele morreu - sussurrou 

- vai ficar tudo bem 
- ele era meu amigo, como pude deixá-lo morrer? 
- porque você não pode cuidar de todo mundo... pare de se culpar 
- suspirou e partiu o abraço - tem razão - limpou as lágrimas 

Ela levantou-se, foi até as folhas secas, pegou um punhado e jogou sobre o corpo de Justin, Harry fez o mesmo. Logo ela foi até as flores, pegou apenas uma, e deixou sobre ele, que já estava coberto por folhas. Suspirou e segurou o choro.

Foi até a caverna, pegou sua mochila, e Harry a dele. Saíram da mesma. 

- vamos - ela saiu andando 

- vamos pra onde? - ele perguntou a seguindo 
- temos que vencer os jogos vorazes 


Logo ouviram uma sirene, e uma voz alta a ponto de ser ensurdecedora, dizer. 

- as regras mudaram novamente, e agora... apenas um pode sobreviver para vencer os jogos. 


A voz sessou, e na hora, {seu nome} e Harry ficaram paralisados. Pararam de andar, Harry a encarou. 


- eu... não sei.. eu .. - ele ficou sem palavras 

- acho que... não deveríamos pensar nisso agora - ela disse - Cameron, não podemos deixar que isso tire nosso foco dele 

{seu nome} ainda estava com a voz baixa e chorosa, por causa do que acabara de acontecer. 


- vamos sentar e descansar um pouco - Harry disse 

- não, vamos atrás dele, agora 

Harry ficou de frente pra ela, e segurou seu rosto, fazendo-a encarar seus olhos verdes. 

- eu estou triste, imagino que você esteja o dobro, então, vamos parar um pouco, por favor não podemos fazer isso desse jeito 

- Harry... 
- por favor, não quero que você se machuque 

A garota ficou alguns segundos em silêncio e depois apenas assentiu, eles foram até um local afastado dali e sentaram-se, ficaram um tempo em silêncio. 


- quando... - seu nome cortou o silêncio - quando acabar, e se você tiver alguma chance de me... 

- não termine frase - Harry a cortou 

- Harry é verdade, é só um que vai sobreviver e... 
- não fale isso, eu não vou te deixar aqui, eu nem consigo brigar com você direito, imagine te matar 
- então o que quer fazer? 
- esquece isso um pouco - desviou o olhar - eu quero só isso, esquecer um pouco essas coisas horríveis de morte e etc, por um segundo, porque eu já não estou aguentando mais, será que você me entende? 

Harry voltou a encará-la e seus olhos estavam marejados, e isso calou {seu nome}, ela não havia pensando o quanto ruim é tudo isso, ela estava do seu lado, e acariciou de leve seus cabelos. 

- logo isso vai acabar - ela disse 
- não sei se... não sei se vou aguentar viver depois disso, culpa de matar pessoas, eu... 
- shh - beijou seu rosto - tudo bem, eu entendo 
- por que você tem que ser assim? Sempre tentando ser forte - limpou a lágrima que caia - estamos a beira da morte e você... consolando um idiota como eu 
- sorriu - porque você já fez isso comigo, lembra? 
- e depois desconfiei de você 
- ah, sobre isso... eu te desculpo - olhou nos seus olhos - só não fique assim... 

Harry a abraçou encostando sua testa no ombro dela, ela correspondeu ao abraço e fechou os olhos, se perguntando porque o abraço dele lhe faz tão bem. Mesmo chorando, seu abraço era protetor, logo seus choros se cessaram, se desprendeu do abraço, e tomou um pouco d' água. 
Harry a encarou e decidiu sorrir, isso confortou {seu nome} para se sentir melhor. 

- vamos mudar um pouco de assunto então... - ela disse 
- quando chegar em casa, o que vai fazer? - Harry perguntou 
- acho que abraçar minha irmã, o mais forte que eu puder - sorri de canto - e você? 
- acho que vou deitar na minha cama, só isso - riu baixo 
- disseram que agora que se por um acaso voltarmos seremos "ricos"
- não quero dinheiro, só quero viver em paz, na  minha casa 
- eu não sei o que eu quero - ela abaixou a cabeça - não quero mais ser um fantoche da capital
- isso eu não sou e nunca vou ser, quero ficar longe dessa gente 
- por quê? 
- eles só querem passar por cima de todos nós por poder e dinheiro, não sou assim, e não quero que eles me transformem nisso 

{Seu nome} o encarou e sorriu, ela sabia que ele tinha razão, e era o mesmo que ela queria. 

- é, mas acho que eles não convencem dois chatos como nós a se transformaram pessoas do poder. 

Ambos sabiam que só um deles ganharia os jogos, mas não queriam pensar nisso agora, queriam apenas respirar e pensar no que por acaso fariam quando saíssem dali. 
Então gastaram alguns minutos apenas falando disso, falando da família, dos seus sonhos... 

- quando meu pai ainda era vivo, pulávamos a cerca de proteção e íamos na floresta pegar frutas... do outro lado tinham as melhores - {seu nome} disse e sorriu 
- como pulavam a cerca? 
- dificilmente eles ligam a cerca de proteção.. o povo é muito medroso, e eles sabem que tem medo de ultrapassar os limites
- faz sentido.. eu e Louis nos conhecemos desde crianças, então sempre fazíamos besteiras juntos... mas era legal porque o pai do Louis, no porão tem uma vitrola velha e alguns discos de vinil, as vezes ficávamos o dia inteiro escutando músicas.. 
- nunca vi uma de perto - ela comentou 
- quem sabe um dia eu te mostre 
- ela sorriu triste - talvez, Harry... 
- sabe - trocou de assunto - nunca pensei que participaria dos jogos, queria um dia poder estudar normalmente e não trabalhar apenas numa padaria, queria apenas viajar por outros distritos... saber o que tem fora daqui, o que tem fora dos distritos 
- eu também tive essa curiosidade - ela deu de ombros - dizem que tem um grande mundo fora dos nossos distritos 
- deve ter mesmo 

Depois de conversarem por mais um longo tempo, finalmente decidiram fazer o que queriam desde o começo... pegar Cameron. 

- Tive uma ideia - {seu nome} disse 
- então fala - ficou de frente pra ela 
- vamos nos dividir, você vai para a direita e eu pela esquerda, mas preparados, uma hora vamos achá-lo, quando um de nós encontrá-lo gritamos, porque não vamos estar tão longe um do outro, imagino que ele também está procurando por nós, e não deve estar tão longe 
- okay, mas ele é forte, pode te machucar se encontrá-la - Harry falou 
- pode ter certeza que ele não vai 

Ela pegou suas flechas que haviam sobrado, as guardou na bolsa, e se levantaram. 
Harry pegou todas as armas que haviam lhe sobrado, se levantaram e depois se olharam. 

- esquerda - seu nome disse 
- direita - Harry disse e abaixou o olhar - boa sorte 
- boa sorte - ela sorriu 

E então apenas um sinal de mãos chocaram o poder da capital e o povo. 

Isso mostrava que eles não estavam pela capital, não eram submissos, estavam para vencer não só Cameron, mas para vencer qualquer poder que queira lhes deter. 
Então, {seu nome} seguiu andando, olhava para todos os lados, mas ainda sem nenhum sinal de Cameron. 
Estava apreensiva, andava em passos rápidos e prestando atenção em cada barulho a sua volta. Escutou barulhos vindo do pequeno lago que ficava perto, se aproximou e Cameron estava tomando água, ela aproximou-se silenciosamente, e mesmo assim ele não notou sua presença. 
Poderia simplesmente atirar a flecha que acertaria em suas costas e provavelmente ele morreria... mas não é assim que ela queria, se fizesse isso se igualaria a algo que ela odeia, uma traidora, porque no fundo, Cameron continua sendo seu aliado, e honra e tudo pelo que ela mais preza. 

- Cameron! - seu nome o chamou 

Ele se levantou rápido e olhou pra ela, e logo um sorriso sínico se estampou em seu rosto. 
Nesse momento ela poderia gritar por Harry, mas ao se lembrar de Justin, também lembrou-se que essa briga é dela. 

- ora, ora, que prazer encontrá-la aqui - Cameron sorriu e pegou sua faca de bronze 
- pode ter certeza que é um desprazer olhar pra você 
- que foi? ficou brava por que acabei com seu amiguinho? 
- ele tem nome 
- não importa o nome dele, por que ele morreu, igual você vai morrer agora 

Cameron correu até ela, porém ela desviou, pegou uma faca que havia deixado em sua bota. Jogou a mochila para o lado e lutaria de igual para igual com ele. 
Ele se aproximava violentamente, logo fez um corte em seu braço, mas ela não deixou barato, e logo deixou um corte profundo em sua perna. Fazendo-o se desequilibrar por um momento, mas logo contra atacou, puxando sua blusa quase a rasgando (mais do que já estava). Mas ela chutou seu braço, fazendo-o gritar de dor novamente. Cameron ficou extremamente nervoso e lhe atacou deixando um enorme corte em sua coxa, ela poderia gritar, mas segurou o grito. Ele sorriu e se aproximou e a empurrou, fazendo a mesma cair,

 ficou por cima dela, e tentou colocar a faca de bronze em seu peito, porém ela impediu, então tornava-se uma luta de forças, logo ela conseguiu empurrá-lo, arrumou foras que ela nem sabia que tinha e lhe deu um soco certeiro no rosto, ele caiu..
Bem na hora Harry chegou e ficou pasmo com a situação. 
{Seu nome} ficou por cima de Cameron e antes de ter a faca de bronze no peito por ela... 

- por favor... não - Cameron pediu 
- quer que eu te poupe? 
- por favor - disse com a voz falha 
-  distrito 2, distrito 3, distrito 4, distrito 5, distrito 6,distrito 7, distrito 8, distrito 9, distrito 10 e 11 você não teve piedade de nenhum deles 
- por favor... por favor 

Então ela fechou os olhos e cravou a faca em seu peito. fechou os olhos, pois não aguentaria olhá-lo nos olhos ao fazer isso, por mais de tudo, não conseguiria, então abriu os olhos. 

- Justin... o nome dele era Justin - se levantou 

Harry estava ali, e logo abriu os braços, a garota correu até ele e o abraçou. 

- acabou - ela disse - ele morreu, acabou - sussurrou 
- acabou sim - a abraçou forte - Vamos sair daqui 

Ela pegou seu arco, e sua mochila e foram para o local afastado das árvores, um grande campo... olharam em volta e suspiraram... ouviram um alto som e o holograma de Cameron no telão, indicando que ele estava morto. 
Agora apenas havia sobrado os dois, Harry e seu nome, e os jogos só acabariam quando apenas um sobrevivesse. 
Ambos soltaram as suas bolsas num canto, a coxa de {seu nome} ainda doía muito mas... essa não era sua preocupação, sua preocupação era o que fariam agora. 

- e agora? - Harry a encarou 
- eu não sei - deu de ombros 
- o que é aquilo? - ele apontou 
- acho que é... são lobos 
- ah... merda 
- corre! 

Correram até a grande plataforma, {seu nome} não iria conseguir subir... 

- sobe nas minhas costas! - ele disse 
- não, vai sozinho eu... 
- eu não vou sem você - a encarou 

Os lobos de aproximavam, logo ela subiu em suas costas, Harry subiu o mais rápido que podia, até chegar no alto da plataforma. Os lobos estavam a sua volta, mas não conseguiam os alcançar ali. 
Ambos suspiraram de alivio, e sentaram-se na plataforma enorme e redonda. 

- deveria ter me deixado - ela disse 
- não faria isso, lamento - riu baixo - esqueceu, não vamos fazer o que a capital quer. 
- então... se vamos morrer, que seja juntos 
- eu... guardei isso, pra se caso eu precisasse usar com alguém sei lá 

Do seu bolso ele tirou algumas amoras. 

- são amoras cadeado... apenas uma e, puf, você está morto 
- pegou uma de sua mão - então - suspirou - que seja juntos 
- juntos - ele repetiu 

Estavam prestes a colocar as amoras na boca porém... 

- NÃO! PAREM! 

Eles ao mesmo tempo pararam e se olharam. 

- PARABÉNS... VOCÊS VENCERAM OS JOGOS VORAZES 

Continua....


---------------------------------------------------------------------------------------------------------

EAE GENTE LINDA MARAVILHOSA CHEIROSA! 
Motivos que eu não postei: 
acho que vcs notaram que eu estou acompanhando de verdade a copa, então foram dias pra me preparar desse jogo, e um dia pra me recuperar, eu não tava nem conseguindo escrever direito VCS VIRAM O SUFOCO? GENTE EU CHOREI TANTO ACHEI QUE N IAMOS PASSAR AI A GENTE PASSOU, AI EU CHOREI MAIS PQP ABRACEI TANTO DESCONHECIDO PQ EU FIQUEI MUITO FELIZ PQ N É HJ Q ESSES CHILENOS BOSTINHAS MANDAM A GENTE PRO NOSSO LUGAR PQ NA PORRA DA NOSSA CASA A GENTE JÁ TA! Cara em 2010 xinguei pra caralho o julio cesar esse ano elogiei um monte, sou hipócrita mesmo, MAS ESTOU MUITO FELIZ ENTÃO ABRAÇO EM TODAS VCS \O/ (julio cesar é um gatinho tbm pegou n só a bola mas meu coração tbm)

EEE MAIS UMA EMOÇÃO! acabou os jogos vorazes, mas queridas não se preocupem pq ainda tem muita treta e problema pela frente, esse só foi o primeiro obstáculo haha ! 
beijão pra vocês - mi 
julio cesar n foi diferente de mim nessa vitoria pq tipo:


27 comentários:

  1. Minha nossa meninaaa que capítulo foi esse!! Ameiii ♡♡♡♡♡ sem palavras pra descrever tudo o que se passou naquele jogo! Nossa parecia uma final :O mas nós ganhamos e acho que muito merecido pq bah aquele gol do Hulk foi cancelado sem razão aff mas a gente conseguiu ♡ posta logo hein to infartando com suas fics! Eu to acompanhando Trouble no social spirit tbm ♡♡♡ bjss
    Isa xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amr <3 valeu por acompanhar trouble :v haha
      NOSSA VEI aquele jogo foi um sufoco scrr nem sei como sobrevivi heuaha

      Excluir
    2. Capaz aquela fic é incrível! To apaixonada hahah fatoo

      Excluir
  2. OHmy santo Josh!!O que foi isso?! #Crazy
    Garota vc escrevemt bem!!Continua logo please!! me segue no twitter??Thanks...
    @anah_viktoria tem a foto do niall com a camisa do brasil::::::malikisses

    ResponderExcluir
  3. Aiii pqp ficou tão lindo esse capítulo! ♥
    Só posta rápido hehehe
    Po garoto que jogo foi aquele,eu chorei tbm,quando vi o Tiago chorando eu quase morrimpossível huehuehue

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. awn valeu linda <3
      nossa, quando eu vi todo mundo cabisbaixo, tiago chorando mdss chorei junto

      Excluir
  4. Omj ameeeeei mi vc escreve tão perfeitamente bem q mds,ahh eu smp elogiei julio cesar pq smp tive uma queda tipo um penhasco e kaká eterno crush msm n estando na copa hahaha mas os minos da 1D são os meus amores prefiro a bunda do boo do q do hulk kk malikisses liaamda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah valeu linda <3
      em 2010 julio e kaka tbm eram meus crush ;v ehuahua na época n sabia se matava o julio ou queria dar uns beijo nele.

      Excluir
  5. Krhl continua Awnn um tributo cara te amo sua diwa
    by:Erika

    ResponderExcluir
  6. Ah, até que fim acabou os jogos! tô mais aliviada agora... Cara, eu amei o capítulo, de verdade! Eu também quase infartei com o jogo de sábado, chorei pra crlho :') Continua logo, pelo amor... :3 Tô amando <3 Beijo Miii :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. valeu linda <3
      eu morri chorei, nossa senhora heuahua

      Excluir
  7. Essa fic ta pftaa continua pq ta muito bom e eu fico tão anciosa para o proximo cap que de 5 em 5 min eu fico olhando se ja postou , Continua pq ta pfto *----*

    ResponderExcluir
  8. Eu queria dizee que a fic e perfeita demais, vc escreve muito bem ta divo *-*rsr

    ResponderExcluir
  9. eu tenho uma fanfic que eu queria postar aki
    By :carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, vc tem que falar com a drica :)

      Excluir
    2. Como eu falo com ela??

      Excluir
  10. Aahhhh que diwosoooo!!!!!!!
    Ta perfeitooo continuaaaaaa!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Oii, gostaria de pedir pra vcs visitarem meu blog: http://foreverandeveronedirection.blogspot.com.br/
    A visita de vcs é realmente importante, e deixa lá nos comentários o q vcs acham!!
    Agradeço desde já, quem puder, aparece lá.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Por favor, acabei de postar minha fic ~> http://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-one-direction-dark-side--o-comeco-2138207 Espero q leia, gostaria muito que fosse minha leitora. Favorite e comente! Obg desde já
    Xx Debs

    ResponderExcluir
  14. Aiii meu coração!!!!!
    Ta perfeito sem tirar nem por!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Continua!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    <3 <3 <3 <3
    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar. Dê sua opinião!!! Malikisses *-*